Pintado – Cachara – Pincachara (diferenças e dicas)

Nessa matéria, mostraremos as diferenças entre essas 3 espécies parecidas e que confundem a todos. Daremos dicas para fisgá-las, desde seus hábitos até as melhores iscas.

 

 

PINTADO

CARACTERÍSTICAS: É um peixe de couro. Possui a cabeça achatada e bastante volumosa, constituindo boa parte de seu corpo. Sua coloração é cinza, possui a barriga branca e pequenas pintas pretas arredondadas que estão espalhadas por todo o seu corpo. É um dos peixes que atingem o maior tamanho dos que habitam as águas brasileiras. Há registros de exemplares com cerca de 100kg, mas é bem raro. Nos pesqueiros geralmente encontramos com peso entre 5 e 15kg. Sua carne é bastante apreciada e realmente muito saborosa.

Ao contrário do que muitos pescadores acham, não é um peixe muito comum nos pesqueiros. O que costumamos encontrar mais é um híbrido do Pintado com a Cachara, conhecido como Pincachara que possui as manchas pretas arredondadas do Pintado e listras verticais da Cachara.

HÁBITOS E ALIMENTAÇÃO: Possuem hábitos noturnos, mas mesmo que com menor freqüência é muito comum seus ataques durante o dia. Principalmente no começo da manhã e final de tarde quando o sol já não está tão forte. Se alimentam próximo a margem e são carnívoros. É um peixe um pouco mais complicado de se fisgar do que as Cacharas e Pincacharas. Uma dica é aguardar sua corrida para então confirmar a fisgada. Saem tomando linha e geralmente procuram algum enrosco pra complicar a vida do pescador.

As iscas que trazem maior eficiência são: iscas vivas em geral, especialmente pequenos peixes (lambari, tilápia), tuviras, salsicha no fundo ou flutuando.

 

CACHARA

CARACTERÍSTICAS: Peixe de couro. É um pouco mais freqüente nos pesqueiros do que o Pintado, mas mesmo assim não é tão fácil encontrá-lo. A coloração é cinza escuro no dorso, clareando em direção ao ventre, onde pode chegar ao branco, logo abaixo da linha lateral. A diferença marcante é que não possui pintas, apenas listras verticais por todo o corpo. Não atingem tamanhos tão expressivos quando comparados. Podem chegar a mais de 1,20m e 25kg. Possuem corpo alongado, aerodinâmico e roliço, com esporões nas pontas das nadadeiras peitorais e dorsal. A cabeça é achatada e grande, aproximadamente um terço do total.

HÁBITOS E ALIMENTAÇÃO: Possuem hábitos noturnos e durante o dia também podem ser fisgados no período da manhã e final da tarde. Os grandes exemplares ficam praticamente imóveis esperando o momento certo de atacar sua presa. Os peixes mais jovens já são um pouco mais inquietos. São carnívoros e ficam próximo as margens. Atacam preferencialmente peixes de escama e de pequeno porte. Nos pesqueiros também aceitam muito bem as salsichas. São facilmente fisgados já que costumam atacar a isca com voracidade.

As iscas que trazem maior eficiência são: iscas vivas, entre elas pequenos peixes (lambari, tilápia, corimba), mussum, tuvira, salsicha.

 

 

PINCACHARA

CARACTERÍSTICAS: É um peixe híbrido, originário do cruzamento entre o Pintado e a Cachara. Para a surpresa de muitos pescadores é a espécie mais encontrada nos pesqueiros e que confundem muita gente. A sua coloração é herdada, sendo cinza e com o dorso branco. As pintas pretas são originárias do Pintado, já as listras verticais da Cachara. Atingem grandes pesos e tamanhos rapidamente.

HÁBITOS E ALIMENTAÇÃO: Apesar de possuírem hábitos noturnos são muito fisgados também durante o dia. É um peixe que ataca bastante e é facilmente fisgado nos pesqueiros. Sem frescura ele pega a isca com bastante força e sai tomando linha se fisgando sozinho. Basta ao pescador o trabalho de confirmar a fisgada e trazer o peixe que rende boas brigas. São grandes adeptos da salsicha, isca muito útil e polivalente nos pesqueiros. Também se alimentam de pequenos peixes e iscas vivas.

As iscas que trazem maior eficiência são: salsicha, iscas vivas, como: pequenos peixes, tuvira, minhocoçu.

 

Imagens: Equipe Loucos por Pesca

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

12 Comentarios to “Pintado – Cachara – Pincachara (diferenças e dicas)”

  1. marcio says:

    boa kleber,muito parecidos , confundem a cabeças dos pesacdores

  2. Edson (Bugrino) says:

    Muito boa a matéria!!!! Basta reconhecer qnd pegar algum agora!!!

    Valeu pela matéria!!!!

  3. Eita bixão…..aqui no sul ainda tem bastante desta especie do Rio Uruguai…
    Uma belezura.
    Cleber

  4. Lucas Carvalho says:

    Muito boa esta matéria!
    não sabia que existia essa diferença, provavelmente muitos dos peixes que pescamos aqui em Rondonia sao esse Pincachara.

  5. Pedro says:

    Realmente muito interessante, nao sabia disso,sempre achei que comia um pintado quando era uma pincachara.Valeu pela dica

  6. matheus says:

    Valeu…Hoje fui pescar no pesqueiro TAQUARI (em cotia , é um pesqueiro muito bom) e lá eu peguei um cachára e meu pai pegou um pintado e queria saber qual era o meu e o dele… Muito obrigado…

  7. Wagner Dubowischy says:

    Kleber, muito boa sua dica sobre iscas, mas tenho uma duvida. A salsicha deve ser a de tona ou de fundo ?

    Abraços.

  8. Thiago says:

    Parabéns, sua matéria ficou excelente!!

  9. Nilson says:

    Gostaria de saber esta isca “salcicha”pode me explicar qual tipo de salcicha?
    obrigado

  10. Jeferson says:

    Gostei da matéria. Aqui no Pantanal tenho fiscado excelentes exemplares. Abraço

  11. juliano begnini says:

    muito legal …. assim fiquei sabendo da diferença desses peixes … valeu brigadao…

  12. alerrandro says:

    tenho uma vAR ADE 15-20 LIBRAS E UMA LINHA DE 21 LBS 0,30
    SERA Q DA PARA PEGAR PINTADOS DE ATER 10 KG?

Deixe um comentario