Tambaqui – Tambacu – Pacu (hábitos e dicas)

Iniciando uma série de matérias sobre espécies de peixes, mostraremos os hábitos e daremos dicas para pegar os grandes exemplares. Desde os locais onde eles costumam se alimentar no lago até as melhores e mais eficazes iscas.

 

TAMBAQUI

CARACTERÍSTICAS: Seu formato é arredondado com coloração parda ou esverdeada na metade superior do corpo e preta na metade inferior, podendo variar para mais clara ou mais escura dependendo da cor da água. Os alevinos apresentam manchas escuras espalhadas pelo corpo, geralmente de cor cinza claro. Peixe muito forte e robusto. Alcança cerca de 30kg, mas há registros de exemplares com mais de 40kg. Porém hoje em dia são bem raros. Bastante procurada pelos pescadores essa espécie é extremamente brigadora e rendem belas disputas. Sua fartura de carne e poucos espinhos também são atrativos. Um dos gigantes peixes de escamas do Amazonas. O corpo é comprido e possui escamas um pouco mais largas que o híbrido Tambacu. Os tambaquis não são muito resistentes ao frio e por isso não são tão encontrados quanto os Tambacus no Estado de SP. A temperatura ideal varia entre 26°C e 28°C.

HÁBITOS E ALIMENTAÇÃO: Crescem rapidamente e aceitam uma grande variedade de alimentos, desde pequenos frutos, como: coquinho, goiaba entre outros até salsicha e ração. Na maioria dos pesqueiros estão muito acostumados a comer a ração flutuante, sendo a técnica da bóia cevadeira uma excelente pedida. São muito mais freqüentes as fisgadas quando o arremesso é feito no centro do lago. Os grandes exemplares estão mais acostumados a alimentação na superfície.

As iscas que trazem maior eficiência são: ração, miçangas, salsicha, tripa de galinha, minhocoçu, massas ( carnívora, queijo, banana, entre outras) e pequenos frutos.

 

TAMBACU

CARACTERÍSTICAS: O Tambacu é o híbrido mais comumente usado pelos produtores. Resulta do cruzamento induzido entre a fêmea do Tambaqui e o macho do Pacu. As características gerais como formato, porte e cor acinzentada são mais próximas às do Tambaqui. Peixe forte e robusto pode chegar até cerca de 45kg. Um dos principais objetivos para essa reprodução é conseguir um peixe com grande crescimento (Tambaqui) e  com a resistência ao clima frio (Pacu). O cruzamento é um sucesso e o resultado final é um peixe extremamente forte e que rende excelentes brigas aos pescadores. A sua resistência aceita temperaturas abaixo de 20° C se adaptando muito bem ao clima no Estado de São Paulo. O Tambacu tem escamas menores e seu corpo é mais liso e escorregadio. O corpo é mais arredondado que o do Tambaqui.

HÁBITOS E ALIMENTAÇÃO: É um peixe bastante ativo principalmente com o clima quente. No inverno se alimenta menos, mas não deixa de fazê-lo mantendo a esperança dos pescadores o ano inteiro.   Se alimenta de diversos tipos de alimentos e a cada dia descobre-se uma nova isca tentadora para a espécie. Na maioria dos pesqueiros estão muito acostumados a comer a ração flutuante, sendo a técnica da bóia cevadeira uma excelente pedida. São muito mais freqüentes as fisgadas quando o arremesso é feito no centro do lago. Os grandes exemplares estão mais acostumados a alimentação na superfície.

As iscas que trazem maior eficiência são: ração, miçangas, salsicha, tripa de galinha, minhocoçu, massas ( carnívora, queijo, banana, entre outras) e pequenos frutos.

 

PACU

CARACTERÍSTICAS: São também conhecidos como Pacus-Caranha ou simplesmente Caranha. As cores variam do castanho ao cinza-escuro, conforme a época do ano. Na época da cheia, quando eles entram em campos alagados, escurecem e empalidecem ao permanecerem nas calhas de rios, principalmente os de água branca. O ventre vai do esbranquiçado ao amarelo ouro. Às vezes, o dorso pode apresentar tons de roxo ou azul escuro. Chegam até cerca de 15kg os maiores exemplares, mas esses são raros. Nos pesqueiros é mais comum encontrar com peso entre 2 e 5kg. É um peixe de grande resistência ao frio se adaptando assim em todas as regiões brasileiras. Bastante ativo o ano inteiro alimentando-se de diversos alimentos.

HÁBITOS E ALIMENTAÇÃO: Podemos dizer que o Pacu tem um cardápio bem vasto. Aceita diversos alimentos. Consomem preferencialmente frutos, folhas, moluscos (caramujos), crustáceos (caranguejos) e até pequenos peixes, mas em pesqueiros as massas com essências (queijo, carnívora) e as lesmas são um prato cheio. A salsicha também é muito bem aceita.

As iscas que trazem maior eficiência são: salsicha, massas (queijo, carnívora), lesma, minhocoçu.   

 

Espero que ajude a todos na pescaria dos “redondos”, particularmente os meus peixes preferidos na hora de uma boa briga na ponta da linha.

Dúvidas podem ser postadas no final da matéria. Abraços e boas pescarias!!!

 

Imagens: Equipe Loucos por Pesca

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br 

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

27 Comentarios to “Tambaqui – Tambacu – Pacu (hábitos e dicas)”

  1. Julio says:

    ola pessoal vcs estao de parabens pelo site ! !! muito interessante essa materia pq muita gente se confunde e nao sabe as diferenças.

    parabens

    abraços

  2. Bruno Camanzanno says:

    Muito legal e útil essa matéria sobre os redondos. Vou experimentar algumas iscas que falaram. Não vejo a hora que coloquem sobre outras espécies também. Valeuuu…Ah e parabéns pelo site, gostei muito e vou acessar sempre.

  3. daniel almeida says:

    è isso ai, matéria muito boa…

  4. Edson (bugrino) says:

    Pacu dos tamba eu sabia diferenciar….mas Tambaqui de Tambacu não sabia…..vlw

  5. airton says:

    Gostaria de saber quais os peixes mais adaptados ao clima frio. A ideia e coloca-los em açude.. Obrigado – Itabira-MG

  6. Kleber Sanches says:

    Airton, desses citados aqui o Pacu é um excelente peixe para todos os climas. O Tambacu também vai aguentar tranquilamente o frio, mas nessa época com as baixas temperaturas ele fica muito pouco ativo, se alimentando muito menos. Já o Tambaqui para regiões frias não é indicado, pois a resistência dele é menor. Seu interesse era saber apenas sobre esses 3 “redondos” ou sobre todas as espécies?

  7. Jonas says:

    Ola pessoal do Loucos por pesca, gostaria de saber qual o tipo de anzol mais indicado para pesca de “redondos” e também se as linhas de pesca multifilamento sao bem recomendadas para pesqueiros?

    Obrigado.

  8. Kleber Sanches says:

    Jonas, vai depender de qual isca você estiver usando. Para a pesca com bóia cevadeira e miçangas/ração eu uso e indico os anzóis de robalo e o chinú. Usando salsicha, minhocoçu, pequenos peixes (tilapias, lambaris), rim de boi entre outras iscas eu utilizo aquele anzol de perna comprida. Usando as massas o anzol chinú ou mesmo o maruseigo são boas opções. Espero ter te ajudado. Abraços

  9. Jonas says:

    Sem duvidas Kleber, ajudou bastante sim!

    obrigado, sucesso no site e boas fisgadas!

  10. leonardo says:

    Gostei bastante das dicas , queria flar uma isca bastante eficiente na pesca dos redondos na superficie que e a geleia de mocoto aconselho mt ela exprerimentem vale a pena . Abraço

  11. Marcelo Russo, Belém PA says:

    Adorei as dicas, adorei o site…Parabéns, VALEEEUUUU!!!

  12. Elcio says:

    Caros Amigos

    Boa tarde

    Gostaria de saber se vocês poderiam me fazer um favor, em me orientar a respeito de uma duvida.
    Tenho uma propriedade no Sul de Minas ( Itapeva) e tenho uma pequena represa de 50 x 70 com media de 2 metros de fundura c/ agua bem oxigenada.
    Gostaria de sebar, quais seriam as especies de peixes ideias ( alevinos) para colocar, sabendo-se que a região tem fazes de temperatura alta e fazes muito baixa durante o ano.

    Agradeço desde ja.

    Elcio

  13. Du says:

    ola gente queria saber a receita da massa de misso para os tambas,pacus etc…

  14. DJ BUYU says:

    gostei muito em!!!
    vai ai uma dica de iscas p/ tambaqui que é fatal eles gostam muito, e está na epoca.
    é a acerola nao falha mesmo.

    dj buyu o miozin que tá tendo!!!

  15. rafael says:

    eu gosto muito de pescar mais roubarão meu equipamento de pesca eu tinha ganhado ñ tenho condisoes de comprar se alguem tiver agum equipamento sobrando para doar eu agradeço

  16. eduardo says:

    apesar de eu ter 13 anos gosto muito de pescar!

    pesquiso muito a respeito de tambaquis e achei dicas muitos válidas neste site,gostei mesmo!
    vou sempre consultar este site em qualquer duvida de pesca.
    obrigado pelas dicas.

  17. Moisés says:

    Olá companheiros da pesca!!!

    Outra isca que utilizo sempre com sucesso (pesqueiros) para fisgar os redondos é uva (a de cor escura).

    Faça o teste. Uns 10 dias antes da pescaria você compra uva madura e quando ela estiver azedando/passando, é só iscar no anzol e já era.

    De preferência utilizar “snap” para desconectar o encastoado e “vestir” a uva no mesmo, deslizando-o até embaixo e sobrando apenas a pontinha do anzol para fora. O fato de você prendê-la deste modo aumenta a resistência na hora do arremesso e dificilmente escapa.

    abraços e parabéns pelo site!

    Moisés

  18. Yago says:

    Boa adorei as dicas, obrigado tenham uma boa pesca…

  19. urbano jr says:

    as dicas sao todas boas, valeu!!

  20. Pedro h says:

    Parabéns pelo site. Aonde vou pescar o tambacu tem uma cor preta

  21. saulo mendonca says:

    parabens pelo site otimo,mais eu quero uma dica.
    para pescar tambacu de 30 a 40 kilos no acude velho.
    eles nao sao alimendados a anos.
    que isca eu uso?

  22. gabriel says:

    amei as dicas no pesqueiros que eu vou os tambas comem pao de queijo na superficie com boia

  23. leonardo says:

    Ola , queria saber qual é o melhor equipamento para pesca de pacu ate 6 kilos ?

  24. dennys says:

    Parabens o site e 10. ajuda bastante com as dicas

  25. alceeu chaves says:

    Gostaria de saber se tambacus, tambaquis e pacus se reproduzem em acudes e lagoas maiores. Obrigado.

  26. Rogério Carmo says:

    Boa tarde, eu também sou muito viciado em pescas. Tem um pesqueiro que gosto muito de frequentar, Takenaka, muito bom também….quem nao conhece esta ai uma dica boa….

  27. Dinny Tamara says:

    Ola! Gostaria de saber se posso criar tambaqui, pacu, tambacu juntos na mesma barragem! Parabens pelo site! Aguardo resposta! Obrigada!

Deixe um comentario