Pescaria de Tucunaré – Serra da Mesa

Após longos meses de espera e ansiedade, chegou a minha vez de conhecer a famosa represa de Serra da Mesa, no Estado de Goiás. Nessa aventura embarcaram 26 pescadores e amigos, que tornaram a viagem ainda mais fantástica.

 

 

Foram ao todo 5 dias de pesca (26 a 30 de julho) partindo da Pousada do Germano, onde ficamos hospedados. Meu parceiro foi o Leandro, ótimo companheiro e dedicado pescador.

Chegamos na pousada no meio da tarde, arrumamos as tralhas e após relaxar um pouco e curtir a bela paisagem, pudemos apreciar o gosto do tempero da culinária goiana. Todos estávamos muito cansados, o que ajudou a driblar a ansiedade pelo primeiro dia de pesca.

Eu utilizei três equipamentos:

1 – Vara de ação rápida, de carbono, de 20 libras, carretilha e linha 0,35 mm e uma isca de superfície.

2- Vara de ação rápida, de carbono, de 17 libras, carretilha, linha 0,33 mm e uma isca de meia-água.

3- Vara de ação rápida, de carbono, de 17 libras, carretilha, linha 0,33 mm e um jig.

Antes mesmo do sol nascer, já estávamos em pé e, após o café da manhã, seguimos para a beira da represa, onde encontramos nosso piloteiro, o “Neguim”, excelente guia de pesca, cinegrafista e contador de histórias.

Os pontos de pesca distam em média de 25 a 40 minutos de navegação da pousada. Estávamos, é claro, em busca do grandes Tucunarés que habitam o extenso lago. Lá podem ser encontrados o Tucunaré Azul e o Amarelo, este último em menor freqüência. O Azul, por sua vez, alcança maiores proporções, podendo beirar os 7 kg.

Em relação as iscas, antes de diferenciá-las, o mais importante é lembrar que devem ter garatéias bem reforçadas, por conta da violência do ataques desses peixes. Um ataque de um grande Azul conseguiu abrir todos os anzóis das duas garatéias de uma isca minha.

As iscas que dão mais resultados em qualquer situação são as de meia-água, pois o peixe raramente erra o bote. As iscas de cores verde-limão, mistura de prateado com verde e vermelho/amarelo foram as campeãs.

As de superfície devem ser bem trabalhadas, com toques de ponta de vara, fazendo a isca parecer um peixe ferido em fuga. As zaras e sticks oferecem um ótimo desempenho. Dê preferência as de cores osso e verde-limão.

Eu preferi pescar com as de superfície, deixando as de meia-água somente para quando o vento impossibilitava a pescaria na flor d’água. A pesca de superfície é muito mais emocionante, o estouro de um grande Azul na isca é algo indescritível, chega a bambear as pernas e deixar a mão suada.

O primeiro exemplar de muitos foi fisgado e abriu a pescaria, um belo Tucunaré-Azul.

O Amarelo também marcou presença, peixe de beleza ímpar.

Muitas vezes eles erram o bote, tamanha é a velocidade e voracidade com que partem pra cima das iscas. Na maioria das vezes a porrada é inesperada e acabamos tomando um susto com o ataque do Tucunaré. Alguns chegaram a cuspir a isca pra cima com a potência do ataque e, logo que a isca caia na água novamente, o bote era certeiro e a briga era iniciada.

Nessa época os Tucunarés estão procriando ou cuidando dos filhotes, sendo assim, quase sempre são encontrados em casal. Quando um peixe é fisgado, seu companheiro tem o interessante comportamento de continuar acompanhando-o. Por esse motivo, quando um é fisgado,  recomenda-se que seu parceiro mantenha o peixe por mais tempo dentro d’água, assim você terá oportunidade de capturar o outro membro da família.

Muitos dublês foram feitos nesse sistema.

Também é comum nos depararmos com os chamados “chuveirinhos”, que é o nome dado aos movimentos que os Tucunarés causam na água quando estão cuidando dos filhotes. Eles deixam um rastro, tremendo a água e são facilmente detectados pelos olhos mais atentos. É só arremessar perto que o estouro é garantido.

Nesse caso, é altamente recomendável que se solte logo o peixe, para que ele continue protegendo sua prole e assim garantir a existência das futuras gerações desses briguentos bocudos.

Quanto aos horários, as ações dos peixes não se mantiveram de maneira recorrente. Ora eram mais intensas nas primeiras e últimas horas do dias, ora a atividade era mais intensa nas horas de sol a pino.

As estruturas do lago de Serra da Mesa são as mais variadas possíveis e de beleza ímpar. Ilhas, grotas, galhadas, capins, árvores, vegetações aquáticas, lajes de pedras, paredões.

Nesta pescaria os peixes não estavam nos fundos do braços e lagos, ou em lugares mais protegidos, eles estavam em pontos mais abertos, principalmente nas pontas de ilhas.

Sempre que nos deparávamos com uma ponta de ilha com bastante capim, o trabalho da isca era até mais caprichado, pois a porrada quase sempre acontecia.

Meu parceiro também sempre pegando seus belos tucunas.

Ambos são muito bonitos, mas o Tucunaré-Amarelo tem um colorido mais forte e chamativo.

Outra técnica interessante a ser empregada quando se está pescando em dupla, é alguém utilizar a isca de superfície, tentando levantar o peixe e o outro usar uma isca de meia-água, fazendo a “cobertura”. É que, na superfície, é muito comum o peixe errar o bote e também muitas vezes o peixe somente acompanha a isca, para espantá-la do local onde se encontram seus filhotes ou seu ninho. Então, quando se avista a movimentação ou o rebojo, arremessa-se a isca de meia-água e a pegada é fatal.

Não raras vezes outras espécies também são fisgadas nessa modalidade, como Traíras, Bicudas, Jacundás, Apaiaris (Oscar), Piranhas, dentre outros.

Não tivemos a sorte de capturar algum dos imponentes gigantes de Serra da Mesa, mas com certeza um deles passou pelos meus anzóis. Porém, a quantidade de ações, somada a bela paisagem e ótima companhia de amigos, tornou esta viagem uma inesquecível experiência que eu espero que todo pescador um dia ainda possa vivenciar.

Antes de ir embora é hora de pegar os últimos Tucunas, já com aquela saudade batendo. Pescaria indescrítivel num lugar maravilhoso.

É isso ai. Não vejo a hora de voltar, dessa vez na época mais propicia, que é com o lago baixo e o tempo bem quente.

Espero que gostem. Qualquer dúvida, comentário, crítica ou sugestão pode ser postada ao fim da matéria.

Abraços e boas pinchadas.

Imagens: Rodolfo Lenzi e Leandro

Texto: Rodolfo Lenzi

E-mail: rodolfo@loucosporpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

42 Comentarios to “Pescaria de Tucunaré – Serra da Mesa”

  1. Tito says:

    Parabens pela materia veio !
    Show de bola os peixes heim.
    Abraz

  2. marcio says:

    hehehehe nikelândia kkkkkkkkk

    cara parabens show de pescaria e de materia “top”

    abrassssss

  3. Kleber Sanches says:

    Show de pescaria. Espetacular matéria. Dessa vez acho que se superou Rodolfo!!! As fotos ficaram mto fera, um lugar pra lá de maravilhoso hein. Acho que deve ter sido bem chato ficar lá se stressando por 1 semana hahahaha Abraços

  4. Bruno Camanzano says:

    A cada dia voces estao crescendo mais e mais pessoal. Essa reportagem ai ficou demais. Vou falar que fiquei doido pra conhecer esse lugar, quantos tucunas e que lugar bonito.

  5. Pedro Sertori says:

    Parabéns Loucos por Pesca. O melhor site de pesca esportiva dos que conheço na atualidade com certeza. Espetacular a matéria ai.

  6. Leandro says:

    Foi uma pescaria sensacional !!! Vários Tucunas em nossas iscas, eu com o Rodolfo arrebentamos nas artificiais. Valeu pela matéria e parceria nessa pescaria, espero que o ano que vem possamos voltar lá (com o Neguim pilotando e os Tucunas “Regojijando na Pucerfície” rsrsrs).

  7. Diego says:

    essa é a materia top dos top , imagens maravilhosas , peixes maravilhosos parabéns pela materia rodolfo showw .

    abrass…

  8. Edgard de Paiva says:

    Muito show a matéria Rodolfo!! lugar bão demais!! Muito peixe na linha! Parabens! Deixa eu pergunta, como está a preservação na região? Os donos de pousada estão mais atentos a pratica do pesque solte!?

    Abraçoss
    Edgard

  9. FABIO says:

    Faltaram as fotos da “Escolar”!!!rsrs

    ÊÊÊ Equipe Boa hein Companheiro!!!rsrsr

  10. André Billi says:

    É Serra da Mesa é isso mesmo……….

  11. Edson (Bugrino) says:

    Parabéns cara….pescaria show de bola!!!! Com certeza uma experiência inesquecível!!!

    abraços

  12. Fernando de Paiva says:

    Bela pescaria Rodolfo parabéns man. Matéria ótima tb, fotos boas e belo texto. Tenho bastante vontade de ir pra Serra da Mesa la é top demais, sempre garantia de boas fisgadas.

    Abraços a Todos fiquem c Deus.

    Fernando de Paiva
    Equipe Loucos por Pesca

  13. LUCAS CARUSO says:

    isso sim que eh pescaria,nada contra as materias de pesqueiros que eu tb gosto e vcs sempre mostram belos peixes mas essa de tucunare realmente me encanta. sem contar a qualidade das fotos uma melhor que a outra olha taum de parabens mesmo.

  14. Rodolfo Lenzi says:

    Edgard, o tema preservação está em destaque em Serra da Mesa. Muito se fala sobre a depreciação que o local sofreu ante a enorme pressão da pesca predatória, tanto profissional, quanto a amadora sem limites. Dizem, que há não muito tempo a média de capturas no lago era bem superior e com maior facilidade de captura de exemplares de bom porte. Hoje nos deparamos com muitos filhotes, mas muitos mesmo, o que já é um bom indicador que novas gerações estão podem estar garantidas, desde que não haja matança indiscriminada. Na pousada em que estive, não se permite armazenar peixes que ultrapassem a cota legal. Também os piloteiros não permitem que se embarquem peixes fora de medida e estão bem consciente em relação a necessidade de preservação. Inclusive, durante nossa estadia, o responsável pela pousada, nos relatou que esteve em uma reunião com membros do IBAMA, debatendo acerca da intenção de se instituir a cota ZERO no lago de Serra da Mesa. Sou totalmente a favor.

  15. PAULO PESCA & AVENTURA says:

    RODOLFO, que show de pescaria em, tão show que todos os pescadores que integraram esta viagem me pediram pra organizar outra o mais rapido possivel que eles estarão embarcando juntos com certeza, mas só estou definindo nova data para o ano que vem ou talvez este ano mesmo. abraço!!!!!! PARABÉNS PELA MATÉRIA E TÁMBEM PELA PESCARIA.

  16. Edgard de Paiva says:

    O Rodolfo, fico feliz com sua informação, sou totalmente a favor de se instituir cota zero, seria um grande passo para pesca esportiva no Brasil!

    Abraço!

  17. Guiga says:

    Parabens ROOO bela matéria !!!
    Só faltou uma foto com toda a equipe.
    Equipe essa que proporcionou juntamente com os “Tucunas” momentos de muita diversão nos almoços em belas ilhas espalhadas pelo lago ou rodas de bate papo durante o jantar cada um contando seus causos de pecador um mais divertido que o outro.
    Enfim boa matéria boa companhia e na próxima pescaria (Não importa pra onde) se mantiver a base do TIME, eu to dentro.

    Abraço RO…

  18. Rodrigo says:

    Pense em uma pescaria boa! ……..Dooooooooooobra! Parabéns pela Matéria Rodolfo, descreveu com perfeição 5 dias de pesca da boa em um lugar maravilhoso e com uma equipe de 26 parceeeeeeros da melhor qualidade. Três coisas importantes a ressaltar particulares a Serra da Mesa e que impressionaram: 1º ausência de pernilongos, mosquitos e muriçocas 2º Que água maravilhosa tem essa represa 3º hospitalidade do povo local. Parabéns também aos organizadores Paulo e Leandro da PESCA & AVENTURA por proporcionar uma viagem perfeita.
    Abraços a todos os parceeeeeros e loucos por pesca

  19. Binhão says:

    Parabés Rodolfo pela matéria!!
    Show de bola a pescaria, lugar maravilhoso e galera 100%, espero poder estar presente na próxima.

    Abraço a todos!!!

  20. diego basto says:

    é isso ai tucuneiros do meu brasil
    parabens pela pescaria maravilhaza

  21. weverson says:

    parabens pessoal!!!!!!
    onde fica esse lugar ai?

  22. J. Rebêlo E. da Cunha Ba. says:

    cara adorei sua materia, sonho em fazer uma percaria dessa, espero que um dia consiga.
    um abraço.

  23. lucas says:

    eu queria sabe como eu fasso para pega uns tucunas perte de minha casa vc choga a isca perto dele ele ne liga fica parado corre vem atras e eles so andan em2a6ou mais oque que eu fasso

  24. ORLANDO TAVARES says:

    ORLANDO

    exelente materia mano,temos um rancho do lado desta pousada,o local e mesmo show de bola sem contar o espetaculo que da esses belos tucunas.. hehehehehe

  25. alfeu says:

    aqui na cidade no interior do rio g. do norte. mais precisamente em caicó, nos temos o costume de pescar tucunaré com isca de piaba viva, já tentei isca artificial ,mais não tem como isca viva. é muito bom. sou viciado na pesca de tucunaré. troca de ideias.

    alfeumil@bol.com.br

  26. alfeu says:

    a maneira da pesca do tuca aqui e bem diferente. isca natural é fundamental, também é feito chama antes de tudo jogando algumas piabas vivas, só não pega se não tiver mesmo, garanto que é show de bola quando é feito dessa forma.

  27. JOSÉ CARLOS FARIAS says:

    GOSTARIA DE SABER DO AMIGO SE OS TUCUNARÉS TAMBÉM SÃO ATIVOS À NOITE, OU SEJA, SE PODEM SER PESCADOS DE ANZOL NESTE HORÁRIO. GRATO,
    JOSÉ CARLOS.

  28. Sgaraboto says:

    Também sou frequentador da Serra da Mesa / GO e também a Pousada Germano.
    Lá encontrei os maiores tucunarés Azuis da minha vida e o meu recorde foi um Azulão com 6,5 Ks ( a foto foi colocada no mural da Pousada Germano ).
    Parabéns pela excelente matéria !!!
    Grande Abraço,
    M. Sgaraboto
    Brasília/DDF

  29. rogerio says:

    Moro em niquelandia, tenho um lote no morro do mateus, aqui tem exemplares de tucunares azul, sou pescador amador, gosto muito de pesca, qual isca seria mais propricia para pesca de tucunares exemplares ?

  30. Eu estou morrendo de inveja desses caras, fiquei sabendo que perto de onde moro, agora tém muito tucunaré, é num lago chamado igapó em Londrina, se for verdade, vou qualquer dia desses lá.

  31. MEURER says:

    BELEZA DE PESCARIA.
    VCS REPARARAM QUE O AZUL É MAIS REDONDO,
    TEM A BARRIGA MAIOR DO QUE O AMARELO.
    SENDO TUCUNA SÃO SEMPRE BEM VINDOS.

  32. Talita says:

    Olá! Pesco em uma lagoa em Borebi, e já consegui pegar alguns tucunarés.
    Quero saber se existe alguma época especifica para pesca de tucunaré, pois tenho ido com frequencia e não consegui mais nenhum.

    Obrigada.

  33. sergio kinai says:

    cara que bela pescaria em muito boa parabens

  34. Dânia says:

    Oi Neu nome e Dânia sou estremanete apaixonada por´pescaria, tenho a tralha mais que completa, visto que sua materia teve um enorme alcande de um publico alvo que, devo te perguntar , qual seria a melhor epoca de pescaria e se e confiavel uma mulher ir pescar sozinha com um Guia visto que sou falha de amigos que adquiri o mesmo rob que o meu.
    desde ja obrigado.

    • Ricardo says:

      Dânia, a melhor época de pesca na Serra da Mesa é em Setembro e Outubro, água baixa e sol quente. Quanto ao guia, vá se alojar alguma pousada e pede um guia, aí a pousad garante o cara.

  35. Ricardo says:

    Esse realmente é o paraíso dos pescadores, moro em Brasília e sempre que posso dou um pulinho na Serra. Parabéns pela pesca.

  36. vinicius says:

    que zika essas iscas

  37. vinicius says:

    é isso ai representando os irmao nas artificiais

  38. Pescador says:

    Então só para lembrar :

    Os tucunas são:

    Borboleta – Açu – e Paca

    Valeu !!!!

  39. ELIAS says:

    E MAXIMO GOSTEI

  40. Wilmaque says:

    que bom saber que existe pescadores que pensam e se divertir e não em depredar galera entre no nosso blog e participem tambem vamos unir os pescadores do Brasil e se possivel do mundo.

    http://pescadoraventureiro.blogspot.com.br

    espero comentarios e historias de pescarias para fazer parte do blog.

    abraços a todos

    Wilmaque oliveira

  41. Márcia says:

    Gostaria de algumas indicações pois quero dar para o meu marido uma viagem de pescar tucunaré na Serra da Mesa em julho de 2013. Pode me dar algumas dicas de lugar, preços e aeroporto?
    Grata, Márcia

Deixe um comentario