Pescaria em Itá Ibaté (Argentina)

Pescaria excelente com muitos dourados e grandes surubins fisgados na cidade de Itá Ibaté, província de Corrientes, na Argentina. Rio Paranazão adentro, os Loucos por Pesca mostram esse belo reduto de gigantes. 

 

Olá amigos pescadores. Meu nome é Edgard de Paiva e junto com meu irmão Fernando de Paiva, fizemos nossa primeira matéria como colunistas do Loucos por Pesca, relatando a nossa viagem a Itá Ibaté na Argentina.

Embarcamos nessa viagem, eu, meu irmão Fernando e nossos grandes amigos Muller Oliveira e Daniel Ferreira. Chegamos em Foz do Iguaçu no sábado, e já no domingo pela manhã partimos em direção às terras argentinas. Uma viagem muito tranqüila e de se admirar pela beleza da paisagem.

Chegando à Pousada Gêmeos, a imensidão do Rio Paraná era de assustar e a beleza do lugar em que ficaríamos naqueles 5 dias foi de empolgar. Deixamos as coisas no quarto e, como eram 16:00 já arrumamos nossas tralhas “leves” e fomos para barranca do rio, surpresos pela informação de que Dourados de 2 a 4 kg eram pegos em abundância ali.

 

Levamos algumas “morenitas”, as nossas tuviras daqui, e começamos a pescar. Não demorou muito e logo os primeiros dourados foram pegos, a força deles é de impressionar. No total fisgamos 7 exemplares, todos devidamente soltos. Subimos para os quartos, na certeza de que a viagem seria perfeita.

Na segunda-feira, nos dividimos em duas lanchas, e descemos o rio por cerca de 40 minutos até chegar ao ponto conhecido como “Pallo Blanco”.

 

Começamos a pescar  no sistema de corrico, os equipamentos eram Varas de 17’ a 40’ lbs, 6.6’ e carretilhas perfil alto com 200 metros de linha multi 0.28mm.

Utilizamos as iscas artificiais próprias da pousada, da Marca “Alfer” e “Cucu”. Eles te emprestam sem custo adicional, porém é cobrado o valor delas se por um acaso você perder alguma.

 

Logo nas primeiras horas, ocorreram duas puxadas boas, mas, infelizmente, uma o peixe venceu a disputa e a outra a linha multi raspou na pedra e lá se foi a isca e tudo. Ficou a frustração, mas serviu como impulso para mais tentativas. As horas passavam e a ação diminuía, então passamos a usar o sistema de rodada com tuviras, ai sim veio o primeiro troféu do dia, um belo dourado de 16 kg. A alegria tomava conta de todos no barco com a beleza e a imponência do Rei do rio.

No outro barco, outro exemplar de 7 kg foi fisgado e devidamente registrado.

No resto do dia os gigantes não apareceram, mas vários exemplares entre 3 a 4 kg foram fisgados.

Na terça-feira, o dia não foi dos melhores para os dois barcos, nenhum troféu foi fisgado. Na parte da tarde, como os Surubins e os Dourados estavam sem ação, fomos tentar uma modalidade bem típica da região, a pesca da Piapara, com isca de milho cortido. As piaparas são da mesma família dos Piaus, que também podem ser encontrados por lá, alguns  exemplares foram fisgados e elas também proporcionam uma grande diversão.

Na quarta-feira, trocamos as duplas, na busca de obter emoções com todos participantes da expedição, eu (Edgard), fui com meu irmão dessa vez, meu principal companheiro de pescarias por esses anos todos e, no fundo, eu sabia que a gente junto iria sair coisa boa.

Logo nas primeiras horas do dia, um belo Dourado foi fisgado pelo Fernando, proporcionando uma briga boa demais. A emoção de ver o peixe chegando do fundo do rio é inexplicável, pois as águas do Paranazão são límpidas e dão a oportunidade da gente ver a movimentação do peixe bem a baixo da linha da água.

Devidamente registrado e pesado, mais um “El Tigre” de 10 kg fisgado, com a soltura devidamente feita para manter a preservação da espécie.

 

Um fato curioso logo ocorreu durante o corrico. Poucos minutos depois da soltura do Dourado, uma puxada boa, mas, para nossa infelicidade, não se confirmou. Quando recolhemos as iscas, vimos as marcas dos dentes de um Dourado, que mordeu “por cima” da isca, no lugar exatamente onde as garatéias não alcançavam. Essa isca nem usei mais, e a guardei de recordação. Hoje ela se encontra em uma caixa de vidro na parede do meu quarto. No resto do dia, tanto meu barco como os dos outros, tiveram boas ações, com alguns Surubins perdidos na tuvira, mas o dia perfeito estaria por vir!

Na quinta-feira, repetimos as mesmas duplas, eu e meu irmão, Muller e Daniel. Partimos para o mesmo ponto de sempre. Nesse dia decidimos chegar mais cedo, pois era o penúltimo dia de viagem e queríamos aproveitar mais. Então logo nos primeiros raios de sol, já estávamos com as iscas na água.  Nosso barco não teve ação até a metade da manhã, mas uma diferente acelerada no barco dos amigos deu o sinal, era peixe dos bons! Rapidamente recolhemos as iscas e pedimos ao Juan (nosso piloteiro) pra encostar o barco perto deles, logo no caminho, com sua experiência, já havia nos avisado que era um Surubim e dos grandes.

Chegando perto, vimos que a briga era pesada, e se tratava dele mesmo, um gigante de 28 kg. Para a felicidade de todos, pois só faltava ele pra completar a nossa viagem.

 

Muitas fotos tiradas, sorrisos e abraços e o peixão foi devolvido.

Pulamos de volta ao nosso barco, e o Juan decidiu “copiar” a isca que eles usaram para fisgar o Surubim.

Exatos 15 minutos depois, uma explosão na fricção da carretilha, adrenalina a mil, e o guia já avisando que era um Surubim dos gigantes novamente. A força do peixe é de assustar, a quantidade de linha que é tomada é impressionante juntamente com a velocidade. É a mistura certa para o coração bater a mil.

Trabalhando com calma o peixe, meu irmão Fernando não conseguia nem falar direito, tremendo, só com 20 anos e com experiência de pescaria em todos os grandes pesqueiros de São Paulo, Araguaia, Pantanal, nunca tinha visto ele daquele jeito. Eu fui ficando tomado pela emoção também, pois se tratava de um grande Surubim. Ele apareceu 20 minutos depois, com a isca bem fixada na boca, dando a segurança necessária de que ele não iria escapar.

 

O guia Juan foi ficando emocionado também, porque via que a gente estava ali de alma e coração, fazendo aquilo, porque aquilo é tudo pra gente, não se trata apenas de diversão ou hobby. Quando o gigante de 35 kg foi embarcado, a felicidade foi demais, seguimos para uma pequena ilha, que Deus colocou na nossa frente, pois era difícil de achar, o rio estava cheio demais. Descemos com o peixe e tiramos muitas fotos, tratando-o como ele merece, como um troféu, uma conquista.

Logo em seguida soltamos o gigante. O Surubim ainda não é protegido por lei na Argentina, e se torna cada vez mais importante a necessidade de ser protegido, assim como é o Dourado.

Depois disso, voltamos à pescaria e mais dois Dourados foram fisgados pelo outro barco, mas o dia já tava garantido e a viagem também.

Na sexta-feira, ultimo dia de pescaria, muitos peixes perdidos com Tuvira. Fisgamos alguns Dourados, nenhum outro troféu.

No resto do dia a gente tirou pra descontrair, a pescaria já estava feita, os objetivos cumpridos, os troféus devidamente fisgados e ficamos brincando com os pequenos Dourados num remanso do Rio Paraná, com aquele pôr do sol lindo. Fomos nos despedindo daqueles cinco dias perfeitos, que estavam se encerrando.

Nesse dia pescamos até um pouco mais tarde, ficamos até escurecer mesmo, contemplando e admirando a beleza e a grandeza desse lindo lugar as margens do Paranazão.

Gostaria de agradecer ao Rodolfo Lenzi, por abrir as portas do site para nós. Ao Daniel e Diego, da Gêmeos, pela hospitalidade e qualidade dos serviços que foram perfeitos; aos guias Juan e Hector e motoristas Ailton e Mauricio que se tornaram grandes amigos.

 

Imagens: Edgard de Paiva e Fernando de Paiva

Texto: Edgard de Paiva

E-mail: edgard@loucosporpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

44 Comentarios to “Pescaria em Itá Ibaté (Argentina)”

  1. Rodolfo Lenzi says:

    Isso sim é o que eu chamaria de uma pescaria INVEJÁVEL!!!

    Boas vindas ao novo colunista.

    Abraços

  2. Wagner Prieto says:

    PARABÉNS AO SITE… E PARABÉNS A RAPAZIADA TBM… ÓTIMA MATERIA E MARAVILHOSAS IMAGENS… PESCARIA MUITO BEM REPRESENTADA…

  3. ygor "fire ball" says:

    caramba..conheço esses caras e eles sempre foram loukos por pescaria..preferem pegar peixes do que a mulherada…e pegaram vários…cumpriram a mission mais uma vez…estão de parabéns…esporte bonito…sem agredir a natureza conservando o meio ambiente e a existência com a fauna e flora planetária….valew irmãos….o muller pegou um “predador” e o mancha também representou pegando uma mini-baleia…o dye também não ficou atrás e caiu pra dentro…….valew….continuem assim!!

  4. Kleber Sanches says:

    Parabéns pela excelente pescaria Edgard e Fernando. Coisa linda demais esses douradões, fico imaginando os saltos. E os gigantes surubins então, belos exemplares fisgados. Aproveito pra dar as boas-vindas ao Loucos por Pesca. Abraços

  5. Dorival Coggiani Leite says:

    Loucos por pescaria, é exatamente isto que estes caras são! Dá vontade de estar lá. Parabéns e boa sorte pras próximas.

  6. José Carlos Battani says:

    Excelente matéria, ótimo texto e montagem fotografica. Porem sou suspeito pois sou o pai do Edgard e do Fernando e tenho o Muller como um filho também. Tenho muito orgulho dos meus filhos. Uma grande alegria da minha vida é quando os dois estão juntos como irmãos e companheiros nas pescarias, e fico torcendo para que seja por toda a vida

  7. Aninha says:

    Parabéns a matéria está ótima e as imagens também

  8. Edson (bugrino) says:

    Aventura bacana!!! tão de parabéns!!!

  9. Patrick Piazza says:

    Pescaria excelente, pode ter certeza que é sonho de muitos pescadores… Bacana o diferencial do site de vcs, contendo matérias não só de pesqueiros, mas tb maritimas e e em grandes rio. Sem contar as dicas de iscas e as matérias que nos ensinam a diferenciar os peixes, pq muita gente confunde mesmo… Enfim, já “favoritei” o site de vcs e serei um leitor assiduo. Continuem assim…

  10. Ju lima says:

    olha fiquei sabendo a poco tempo do site de vcs quando um amigo comentou e gostei muito!esses peixes gigantes são muito lindos. Precisa de material muito pesado pra pescar eles? pena aqui não existirem mais exemplares desse porte.

    um abraço

  11. Tito says:

    Parabens pela materia e bem vindo ao site cara.
    Lindos peixes heim.
    Essa acho que a pescaria do sonho de todos os pescadores heheheh
    Abraz

  12. Cleber Ortiz says:

    Realmente estao de PARABÉNS PELA MATÉRIA E OS EXEMPLARES FISGAGOS deve ser dimais mesmo fiscar esse Surubim…

  13. Kleber Sanches says:

    Isso ai José Carlos. Mto legal mesmo os seus filhos serem parceiros assim. Se eu tivesse um irmão pra me acompanhar nas pescarias iria mto mais vezes do que já vou. Abraços

  14. Kleber Sanches says:

    Ju Lima realmente é uma pena os gigantes serem mto raros hj em dia nos rios brasileiros. Isso é resultado de uma falta de responsabilidade e matança desgovernada ocorrida em anos passados. Hj melhorou um pouco, mas ainda falta mto pra recuperar 10% do que era antes. Quanto a material, não precisa ser mto pesado não. Uma vara de 20, 30lb…Linha mono 0,40 ou multi 0,28 já dão conta do recado. Obrigado pelas visitas e elogios. Abraços

  15. claudia says:

    Nossa ,esses caras sao bons em tudo que fazem,sabe porque ? Eles amam pescar, eles sao pessoas de melhor qualidade ,eles sao otimas pessoas e tudo que fazem fazem com categoria e amor,aqui o espaço fica até pequeno se fosse colocar o que esses caras sao.Eles sao apenas o maximo, eles tem que fazer algo como um programa de pesca para eles ensinarem um pouco do que eles fazem ,que é pescar. eles tem a manha eles sao os caras.

  16. marcio says:

    que blz de materia,,pescaria e peixes fantasticos,

    parabens

    abrasssss

  17. Giovanna says:

    Muito bom o texto… e as fotos foram bem tiradas…. Sorte aí! Agora vou entrar só para dar uma conferidas nas matérias… Quero ver vocês arrebentando igual na pescaria!

  18. GEORGE FUTURA says:

    Parabéns rapaziada…Excelente matéria…Lindos peixes, pescaria dos sonhos!
    Tai a galera mogiana mandando bem no territorio los hermanos…rsrsrs
    SIMPLESMENTE IVEJAVEL E SHOW DE BOLA!

  19. caio alex says:

    Só eu e o povo da rua sabe o quanto eles falavam dessa pesca sonhavam e foram e não se arrependeram ! E depois da volta ainda continuaram pescando aqui por perto issu que é amor pelo esporte parabéns fernando parabéns edgar e acompanhantes fizeram cadaminuto valer a pena !

  20. Ueslei ~ U says:

    É isso ahi rapaziada…
    Ótimo texto, ótimas fotos, pescaria perfeita!
    Parabéns Fernando e Edgard, vocês merecem!

    Forte Abraço.

  21. Rafael(Limao) says:

    Outro suspeito a falar, por dois motivos um por ser primo e outro por conhecer a ganância desses dois por pesca, que supera a barreira do impossível. Tendo em vista que me arrisco as vezes a pescar junto, é sim um sonho pra qualquer pescador do mundo fisgar esses 2 dinossauros do rio e ver tantos reis do rio assim em abundância. Parabéns pra esses dois ai porque merecem as recompensas pescadas por tanto ir atrás dessas pescarias, pro Muller também e pro Daniel também que os acompanharam. Flw galera abraço rumo ao Lago Azul(pq essa eu achu que vo junto raararra)

  22. Daniel Battani says:

    Parabéns pela materia ficou muito boa,agora tambem quero ir pescar tenho folga dia de semana vamos pescar
    Um abraço tio daniel

  23. Natália says:

    Parabéns meninos (bela pescaria e matéria impecável)

    Beijo.

  24. Taynara says:

    * Bom…meninos…..PARABÉNS pela matéria e desempenho de vocês…..se sairam muito bem…..ficou tudo perfeito…fotos…o texto….realmente pescar é uma coisa muito emocianante de se fazer….estou muito orgulhosa…principalmente por vc Fê….porque era um sonho que vc conseguiu realizar juntamene com seus amigos que são pessoas que você gosta muito…e também te apoiam a todo momento……=]

    PARABÉNS MAIS UMA VEZ….E ATÉ A PRÓXIMA!!

    Beijinhossss*

  25. Douglas Fonseca says:

    Nossa show as fotos, esses caras mandam bem na pescaria…

    Simplesmente fantastico

  26. Ana Beatriz says:

    Aeeeee aeeeee aeeeeeee… a pescaria mais perfeita de todas huahauhauhau…
    Os “mestres” da pesca!!! É pra quem pode!!!
    Matéria ótima!!!

    Parabéns!!! =]

    Beijos

  27. OTHON RAMOS says:

    tia e tio estes mlks sao demais , logo estaremos ai para irmos pescar , valeu pelos dinossauros.OTHON RAMOS.

  28. Cleber Rogério says:

    Parabéns……uma pesacaria destas não é quelqueri dia que aparaece boa matéria.
    Um abraço e boa pesca

  29. Milhao says:

    Parabéns meus irmãos pela matéria, texto muito bem elaborado, fotos perfeitas!!!
    Td de bom pra vcs nessa caminhada, continuem assim, pois ficou show de bola!
    Abração pra vcs…

  30. Tio Emprestado 5.6 says:

    Meninos, parabéns pela matéria, as fotos ficaram maravilhosas, deu até coceira na mão pra pegar aquele Surubim, precisamos marcar outras pescarias, mesmo que não seja pra pegar estes gigantes, mas só o fato de estar na cia de vcs e dos outros meninos, já vale a pena.
    Um grande abraço a vcs.

  31. Analice Coggiani Battani says:

    Garotos, adorei a matéria de vcs, sei o quanto gostam de estar no meio destes peixes todos, imaginem a cara do Davi qdo viu as fotos, dá o maior orgulho de ser tia de vcs.
    Uma bela pescaria, 2 belos sobrinhos, que mais uma tia pode querer, ah sim ela pode querer ir pescar também, ainda não sou craque, mas tb ando pegando uns peixinhos…podem tratar de me levar um dia.
    Um grande beijo Edgar e Fernando e continuem unidos nesta amizade grande que os une.

  32. Tio Emprestado says:

    Meninos, parabéns pela matéria, as fotos ficaram maravilhosas, deu até coceira na mão pra pegar aquele Surubim, precisamos marcar outras pescarias, mesmo que não seja pra pegar estes gigantes, mas só o fato de estar na cia de vcs e dos outros meninos, já vale a pena.
    Um grande abraço a vcs.

  33. Luiza says:

    Parabéééns para vcs, a matéria está ótima e estou encantada com as fotos!
    Que viagem maravilhosaaa!
    Saudades Edgard.
    Beijos.

  34. edmir(didi) says:

    ola muleques vale a pescaria show de bola, parabens pela materia goste muito, e acho que voces pescam muito. não como eu, mas qualque dia vamos pescar juntos. grande abraço de seu amigo edmir.

  35. Fernando de Paiva says:

    Gostaria de agradecer a todos que comentaram pelas palavras, alguns aumentaram, outros mentiram um pouquinho mas ta bom, o que importa é prestigiar.

    Obrigado a todos pelo apoio e continuem acessando o site!

    Abraços e fiquem todos com Deus!!

    Fernando de Paiva!

  36. Elzira says:

    Sei bem que a genética atua no ser humano mais não esperava tanto, sempre gostei de uma pescaria e assim como meu pai gostava ( avô ) do Edgard e do Fernando, procurei ensinar aos dois o quanto de bom uma pescaria proporciona a quem gosta.Olha o que aconteceu… aprenderam a gostar, aprenderam a ser PESCADORES e aprenderam acima de tudo a amar e a respeitar a Natureza, conscientes da importância de ser preservada a terra, a fauna, a flora, rios, mares enfim o nosso planeta, caso contrário em um curto espaço de tempo, não mais existirão exemplares com estes que foram fisgados pelos dois, para fazer parte de algum um site. Sinto orgulho por voces serem meus filhos, por amarem uma pescaria e a respeitarem como deve fazer alguem de bem. Tudo perfeito vcs são tudo que uma mãe pediu a Deus. Obrigado Elzira

  37. Diego says:

    pescaria simplesmente fantastica

  38. Lanza says:

    Parabéns pela pescaria, desta emoção eu entendo e tive oportunidade de sentir também em Ita-ibaté, peguei um pintado de 50kilos, tenho foto com Diego(gemeos) emoção sem igual briga de 45 minutos e muita linha, fisgado em frente a pousada!!!!!!!

  39. Wilmar(schumaker) Cvel -PR says:

    Quarta-feira 2/06/10 to indo pra ai, espero encontrar estes delos exemplares!

  40. Alan Braga says:

    Gostei Belos Exemplares, o rio parana tem mtos peixes bons, tambem sou louco por pescarias, mas pesco sempre em rio que já deu belos exemplares no passado e hoje se encontra quase sem peixe, o que torna minha caçada ainda mais emocionante, pois são poucos que conseguem pegar um pintado em um desses rios , exemplo o rio das Velhas afluente do velho chico, em MG , a varios registros de gigantes de ate 100kg pego no passado, mas sei que ainda tem possibilidade de pegar um desses nos tempos de hoje, mas e mto dificil, o que torna o trofeu ainda mais emocionante, no feriado do dia 7/9/10 estarei fazendo uma nova caçada ao lendario gigante do rio da velhas, como faço todo ano, e se Deus quiser estarei mostrando a todos que o rio ainta e morada das feras. experimentem esse tipo de pescarias vcs vao gostar,poucos peixes mas preciosos, exemplares de surubim e dourados de 12kg ja foram pegos nessas expediçoes…… e parabens pelos peixes.

  41. raphael Joaquim says:

    Parabéns pela pescaria e consciência ambiental, dia 26/08/2010, estarei com mais 3 amigos de Campo Grande MS em Ita Ibate, no irmão gêmeos à Procura de dourados etc.

  42. Camila says:

    Primos! heheh

    Meu pai achou vcs aki por acaso e me chamou pra ver! Que bacana!!!

    Bjo

  43. alessandra says:

    eu adoro argentina eu moro la na argentina , e muito lindo ai e e um sonho pra qualquer pessoa morar ai mas meu pai nao que volta pra argenina si quiserem mim levar eu agradeço
    boa pescaria
    beijos

  44. Sidney says:

    Gosto de pescaria mas ainda não tive chance de pescar, pois estou construindo minhas iscas artesenalmente.

Deixe um comentario