Tucunas do Castelinho – 03/10/12

Em um dia que as Pirararas e Tambacus estavam adormecidos, decidimos fazer uma pescaria exclusiva de Tucunarés e o Castelinho se mostrou um excelente pesqueiro para esta espécie também. Dezenas de amarelos atacaram nossas iscas na meia-água e salvaram nosso dia com muita ação!

 

 

 

Olá amigos do Loucos por Pesca!

Este final de inverno foi de poucas pescarias para mim e eu não via a hora de voltar a ir atrás dos grandes peixes que aos poucos começam a aparecer. O problema é que o tempo não firma e após bons dias de calor, logo chega uma frente fria para atrapalhar nossos planos.

Meu cunhado, André Billi, um dos pescadores que participaram das primeiras matérias do Loucos por Pesca, me fez um pedido para marcar pelo menos um dia de pesca para aproveitar o final de suas férias. O tempo não estava ideal, pois fez um frio intenso por cerca de quatro dias, quando todos achávamos que seria a hora de ir pescar, mas o inverno resolveu aparecer novamente.

Como ele gosta muito de pescar Tucunarés, resolvi lhe fazer um desafio e provar que mesmo em um pesqueiro é possível fazer uma boa pescaria desta espécie tão fascinante, a qual eu também me tornei um apaixonado após grandes aventuras no Estado do Tocantins, no afamado Lago do Peixe.

Peguei algumas dicas com meu amigo Fabinho, frequentador assíduo do Castelinho, e as noticias eram de que os tucunas estavam bem ativos neste pesqueiro de São Pedro. Como eu já tinha visto muitos exemplares passeando na superfície na última pescaria que realizei por lá, decidi que este seria mesmo o nosso destino.

Passamos em Americana e peguei algumas iscas vivas, pois não poderia ir até o Castelinho e deixar de tentar fisgar as gigantes Pirararas. Comprei Tuviras, Pirambóias e minhocoçu e seguimos viagem pela rodovia.

Por volta das 9 horas da manhã chegamos e logo fomos descarregando as tralhas do carro.


Carro do Loucos por Pesca! Que venham muitas viagens!


Armei três varas para buscar as Pirararas, sendo duas de fundo e uma com torpedo e minhocoçu, esquema que eu e meu amigo Edson fisgamos diversas bigodudas em nossa última ida ao Castelinho.

O André só levou equipamento para os Tucunarés e após me ver armar as tralhas pesadas foi conhecer os lagos e dar seus primeiros pinchos. Demorou um pouco para a primeira captura, mas ele começou logo com um belo exemplar.


Peixe fisgado com um pequeno spinner.


Era o primeiro Tucunaré Amarelo da pescaria, espécie abundante nos lagos do Castelinho.


Por volta da hora do almoço, após ver pouca movimentação de Tambacus na superfície e de nenhuma puxada nas varas de fundo, decidi montar meu equipamento e ir também atrás dos tucunas.

Armei uma vara Green Bass 5´5” e 17 lbs da Marine Sports e carretilha Shimano Curado 201e com linha monofilamento 0,35 mm.  Equipamento que constatei ser até um pouco pesado para o local. Considero que uma vara de 10 lbs seja o ideal para fazer esta pescaria e aumentar a esportividade.

Fomos explorar os lagos de baixo e logo visualizei vários amarelinhos na superfície nadando em grandes cardumes.


Linda cena!


A maioria eram pequenos peixes, mas era possível visualizar alguns Tucunarés de porte nas margens do lago. Imagem que já me animou a dar as primeiras pinchadas!


Trabalhando uma X-Rap 6, vejo um amarelo seguindo minha isca, na dúvida se deveria atacar ou não. Passei por três vezes a isca perto dele e quando acelerei ele abocanhou!


Era o primeiro de muitos Tucunarés que eu capturaria em pesqueiro.


O Fabinho chegou e me disse que tinha conseguido fisgar muitos Tucunarés no lago anexo nos dias anteriores. Fomos até lá e em segundos, ou frações de segundos, iniciamos uma sequência incrível de capturas.


Dublês começaram a acontecer!



Sem dúvida o spinner é a isca preferida dos bichos! Bastava trabalha-lo próximo à margem para ter a vara envergada e mais ação com os bocudinhos!



Neste dia o Fabinho também pescou no bait casting, mas já vi ele capturando muitos tucunas no fly lá no Castelinho. Com streammer é fatal!



O André explorava a outra margem, onde disse ter visto alguns exemplares maiores, e com isso ficamos sem fotos de algumas das suas capturas. Onde estávamos era uma ação atrás da outra, sempre com um pequeno spinner!


Não tem como fazer comparação com uma pescaria embarcada em rio ou represa, mas é possível se divertir com os Tucunarés em pesqueiro também sim!


A avó do Fabinho, pescando com salsicha no lago do castelinho, após fisgar uma bonita Carpa Comum, pegou algo mais pesado e logo veio a surpresa: uma pequena Pirarara!



No finalzinho do dia ainda dava tempo para mais um pouco de brincadeira com os valentes Tucunarés Amarelos!


Em todos os lagos que batemos nossas iscas tivemos bons resultados!


Para fechar nossa pescaria, resolvemos aprontar para ter uma bonita foto! Os três iscamos Lambaris em anzol de robalo 1/0 e logo vem a primeira pancada na minha isca!


Segundos depois vem o segundo ataque e já tínhamos dois peixes engatados!


Outros amarelos seguiram meu peixe durante a briga, o que nos proporcionou um belo triple de Tucunarés!



Neste momento avistamos dois gigantes tucunas, que chegavam perto do Lambari a todo instante, porém refugavam e não atacavam a isca de jeito nenhum. Peixes na faixa de 3 kg tranquilamente, que eu vou tentar buscar em minha próxima ida ao Castelinho.

O Fabinho realizou em dias atrás outras boas pescarias de Tucunaré com o Rafael e o Gabriel Ishiki, pescador do Loucos por Pesca!








Neste dia o Fabinho teve a sorte de fisgar um dos gigantes do Castelinho!




Os amigos Rafael e Gabriel Ishiki conseguiram fisgar várias Pirararas, mas estas fotos ficarão para a próxima matéria do Loucos por Pesca!

Finalizamos reforçando que é possível se divertir em pesqueiros com espécies quase que exclusivas dos rios, mas que se adaptam em alguns lugares, principalmente onde se encontra ambientes mais naturais, onde há presença de troncos e estruturas dentro do lago.

Grande abraço a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, André Billi e Fabinho

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Castelinho Pesca e Lazer

Rodovia SP-304 – São Pedro/SP

Tel: (19) 3481-3447

www.pesqueirocastelinho.com.br

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

5 Comentarios to “Tucunas do Castelinho – 03/10/12”

  1. Edinho disse:

    Klebão, essas piras tão de brincadeira hein?! Ainda bem que tem a ótima opção dos tucunas, bela pescaria!

    Abs!

  2. renato botelho disse:

    parabens belissima pescaria feita por vcs loucos por pesca de tucunas , abraço a todos da equipe marcio e companhia , renato equipe amigos do peixe

  3. Coisa linda de pesca hein!!! E o Fabinho cada dia melhor, quem viu esse menino crescer sabe o quanto ele gosta do esporte, mas esse lencinho no pescoço pelo amor hein Fabinho!!!! Tá parecendo pescador de BARBADO!!! kkkkkk
    Abraço e sucesso pessoal!!!

  4. Alexandre disse:

    Pescaria muito divertida.
    A propósito, que tamanho de spinner é recomendado?
    Tem uns da MS de 8, 12 e 15g mas o de 8 é difícil achar.

    Abs!

  5. Parabéns pela pescaria.
    Tenho oficina de pesca e se vcs precisarem de alguma coisa estamos a disposição.
    Faço conserto de varas,carretilha e molinetes.
    Temos curso de montagem de varas em DVD e na oficina.
    Abraço a todos.

Deixe um comentario