Pescaria em Santos-SP – Maio/2009

André foi representar a equipe Loucos por Pesca em uma pescaria no mar, atrás dos grandes peixes espadas do litoral de São Paulo. 

 

 

Mostraremos pela primeira vez uma pescaria que já estou acostumado a fazer, a de peixe espada no litoral de São Paulo. Esta foi em Santos, mas já fui outras vezes em São Sebastião e Ilha Bela.

O peixe espada é um peixe de corpo muito comprido e comprimido; boca grande e pontuda com dentes caninos; olhos grandes; nadadeira dorsal muito longa; nadadeiras pélvicas e caudal ausentes; nadadeira anal formada por uma série de espinhos bem separados. Linha lateral bem abaixo da região mediana do corpo. A coloração uniforme, prateada com reflexos azulados, alcança 2m de comprimento total e até 4kg, as maiores possuem uma coloração mais preta.

Vamos falar da pescaria.

Começamos a nossa viagem saindo de Campinas por volta das 13:30 em um ônibus muito confortável. Paramos no Graal da Avenida Bandeirantes em São Paulo e seguimos viagem para Santos, onde chegamos por volta das 16:30 e embarcamos com o nosso material de pesca e com o material de apoio.

Embarcamos no Mestre do Mares, uma embarcação do Guarujá que veio à Santos especialmente para nos levar ao nosso destino.

Com dois tripulantes, GPS, SONAR e um cardápio de dar água na boca: arroz com camarão, o churrasquinho especial (kafta, lingüiça, carne bovina e frango) da agência da viagem. Salada de pepino, tomate e cebola, acompanhado de uma cervejinha. Para finalizar abacaxi de sobremesa.

Navegamos por mais ou menos uma hora para chegar ao primeiro ponto de pesca. Deixei tudo preparado, ansioso para começarmos logo.

Na pescaria de espada precisamos de cuidados especiais, primeiramente um cabo de aço de 40cm com uma chumbada de 10 a 15 gramas na ponta superior que irá encontrar a linha do molinete ou carretilha. Um girador e na outra ponta um snap. Dentro do cabo de aço iremos colocar as capas do starlight divido em duas partes, e na ponta do snap um cabo de aço com uma garatéia, como a foto abaixo. O starlight é usado para iluminar próximo a isca e assim chamar a atenção dos peixes.

     

As iscas mais utilizadas são as naturais, principalmente a Sardinha. Filés de outros peixes, moluscos e até pedaços do próprio peixe espada trazem ótimo resultado. Podemos ainda usar iscas artificiais: plugs de meia água e jigs.

O peixe espada sempre fica em cardumes, que normalmente ficam em média de 5 a 10 metros de profundidade.

Armamos nossas varas e começamos a espera. Essa foi uma pescaria bem farta, com muitos peixes espada fisgados. Perdemos a conta de quantos pegamos.

Muitas pessoas passam mal por ser em alto-mar e com barco ancorado. Não estão acostumadas com o balanço do barco e a maré. Vão dormir e “descansar o estômago”, deixando mais espaço para nós, e com menos movimento e barulho, ficamos somente com o luar e o mar.

Todos foram trazendo seus exemplares e tiramos algumas fotos. Para não ficar muito repetitivo coloquei aqui apenas os maiores da noite. 

 

Entre uma cerveja e uma boa conversa, sempre vinha um peixe para animar a pescaria.

Esse nosso amigo fisgou o maior exemplar da nossa pescaria. Um espada de belo tamanho e grande voracidade.

Na pescaria dessa espécie precisamos tomar muito cuidado, pois o espada tem muita agilidade e dentes bem afiados. Qualquer vacilo e você pode se machucar bastante.

Abaixo outro pescador do nosso grupo com seu peixe espada. Ninguém ficou sem ação.

Era jogar a isca na água e trazer o peixe pra foto.

Durante a noite um transatlântico passou por nós e rendeu essa bela foto.

 

O piloteiro que nos acompanhou também brincou um pouco e pegou seus exemplares.

Uma enguia nos surpreendeu e apareceu entre os vários espadas da noite.

 

Assim finalizamos uma pescaria que gosto muito. Além de fisgar muitos peixes, temos o privilégio de passar horas na companhia da imensidão do mar. Algo bem relaxante para aliviar o stress de uma semana de trabalho.

Recomendo a todos os pescadores, realmente vale muito a pena.

Abraços a todos e boas pescarias!!!

 

Imagens: André Billi e amigos

Texto: André Billi

E-mail: andre@loucosporpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

7 Comentarios to “Pescaria em Santos-SP – Maio/2009”

  1. Rodrigo Vieira disse:

    Parabéns pela matéria. Eu gostei mto principalmente pq gosto de pescar no mar. Legal vcs mostrarem de um tudo um pouco mesmo. Mar, rio, pesqueiro…bem maneiro!!!

  2. Paulo Santos disse:

    Orra tem uns espadas bem grandes ai…Show de bola hein…Podiam organizar turmas e se rolar avisar ai no site que to afim de fazer uma maritima pra pegar uns espadas desse porte. Abraços

  3. Valéria disse:

    Oi, gostaria de saber qual é o nome da ilha que foi realizada a pescaria em santos, maio de 2009.
    Favor enviar mais detalhes, porque o meu marido adora pescar e gastaria de ir em 7 de setembro.
    Grata
    Aguardo a resposta

  4. Olá “Loucos por Pesca”

    Nós da Bravo Tur, ficamos contentes que tenham gostado da pescaria e esperamos tê-los novamente aqui em Santos.
    Gostaria de colocar um link de voceis no site e mande algumas fotos também por e-mail.

    Até a próxima!

  5. cido disse:

    ola gostaria de saber mais de vcs se a pesca e so para conhecido ou pode ir dvs pessoas aguardo respostas

  6. Wanderley Vaz Bonvenuti disse:

    Srs.
    Gostaria de saber qual a póssibilidade de fazer uma pescaria em alto mar sem que tenha formado um grupo e quanto o valor que pago por cada pescador.
    Aguardo resposta.
    Atenciosamente

    Wanderley

  7. ednor medeiros disse:

    Pessoal sou de Santos e tive a oportunidade de pescar peixe espada entre outros especies.

    recomento sair de santos ponta praia para este tipo de pesaca dificilmente volta sem peixes

    parabens pela bela pescaria

    abraços

Deixe um comentario