Parque do Lago – Legítimo paraíso!TVLOUCOS 22

Estamos perto de uma fazenda espetacular para a prática da pesca esportiva e de diversas outras atividades e não sabíamos. A Equipe Loucos por Pesca descobriu um paraíso pouco explorado em Dourado-SP, apenas 270 km da capital, onde podemos alimentar e nadar com Tambacus gigantes. Uma pescaria incrível nos rendeu uma grande diversidade de espécies e grandes peixes!

 

 

Olá amigos do Loucos!

Em uma busca incansável pela descoberta de novos lugares para a prática da pesca esportiva, descobrimos um verdadeiro paraíso. A Fazenda Parque do Lago fica localizada no centro do Estado de São Paulo, na cidade de Dourado, apenas cerca de 270 km da capital e aproximadamente 180 km de Campinas.


Não perdemos tempo e seguimos viagem, mesmo sabendo que em pleno mês de julho poderíamos não fazer uma grande pescaria, devido ao frio e a água bem gelada, características do inverno, pois sentimos a necessidade  de dividir esse lugar maravilhoso com nossos fiéis pescadores.

Chegando na Fazenda Parque do Lago, ficamos impressionados com a beleza do local, o cuidado com a natureza, a preocupação em cada detalhe. Fomos muito bem recepcionados pelos funcionários, que nos mostraram um pedacinho da grande propriedade agrícola de 460 hectares, onde são exploradas a agricultura e pecuária. Os recursos hídricos são preservados com 120.000 m2 de espelho d´água, afluentes do rio Jacaré Pepira.

A propriedade é cadastrada no IBAMA, número 7025/02-89, como criatório conservacionista da fauna brasileira. É um ponto estratégico para a soltura de animais que são presos ilegalmente, mostrando a seriedade e preocupação com o meio-ambiente.

Eles fazem um bonito trabalho com escolas em educação ambiental e praticam diariamente o turismo ecológico e esportes de aventura.

Conhecemos o proprietário, o simpático e atencioso Sr. Sebastião Malheiro, e sua esposa Telma. Em poucos minutos de conversa, já pudemos entender o motivo do lugar ser um paraíso. A conscientização é muito grande e o resultado não poderia ser outro.

A Fazenda Parque do Lago começou suas atividades em 1997 com a realização de eventos ligados à natureza, como: hipismo, encontros de jeep, passeios de moto e festas típicas da região.

Iniciaram a piscicultura para fornecer peixes a pesque-pagues e acabaram deixando os maiores exemplares no lago principal. Com o crescimento da pesca esportiva no Brasil, resolveram investir nessa área.

Vamos mostrar um pouco deste lugar tão bem cuidado.

São oito lagos e todos eles muito piscosos.


Há uma grande preocupação com a qualidade da água. Todos os efluentes são tratados, não devolvendo nada de forma aleatória. A água permanece bem transparente durante quase o ano todo, pois mesmo as chuvas passam por um escoamento lateral, entrando em caixas e cacimbas, sendo assim não assoreiam, evitando sujar a água.


Realizamos nossa pescaria mais neste lago principal, onde há grande presença de Tambacus, Pacus, Dourados, Pintados, Pincacharas, Cacharas, Trairões, Carpas, Catfishes, Tilápias, Lambaris e também alguns exemplares de Pirarara e Tucunarés.



Os outros lagos são moradas principalmente de Traíras e Tucunarés Amarelo, Azul e Paca.

A piscicultura do Parque do Lago é conhecida como uma das melhores do Estado, no que tange a qualidade da água, a variedade e quantidade de peixes à sua disposição.


É impossível não ficar maravilhado diante de tanta beleza.



A todo momento estamos cercados por belos animais.



Tudo construído em um ambiente bem natural e aconchegante.


Há diversas áreas com mesas e cadeiras para um bom descanso à sombra, onde podemos observar a natureza e fugir um pouco do stress da cidade e trabalho.

Que tal almoçar com essa vista?


Nada melhor do que um bom descanso na rede antes de retornar à pescaria ou praticar um dos diversos esportes possíveis na Fazenda Parque do Lago.



A fazenda possui um local coberto para a realização de shows e eventos.



Vamos falar um pouco sobre as outras atividades disponíveis.


Cavalgada


Tirolesa, passeio de jeep, trekking, rodeio , motocross , mountain bike , bóiacross.

O Parque do Lago possui uma área de camping muito ampla, segura, bem estruturada, com iluminação, energia elétrica, água potável, vestiários masculino e feminino, banheiros com chuveiros de água quente, além de uma visão privilegiada do nascer e pôr do sol.

Por enquanto dispõe de dois apartamentos para quatro pessoas cada, porém em breve serão construídas mais dez unidades.


Quadra de areia para vôlei e futevôlei.


Campo gramado para futebol.

A Fazenda Parque do Lago é o lugar ideal para o pescador levar sua família, pois lá encontramos atividades para todos os gostos e idades.

O Sebastião é muito preocupado com o meio ambiente e sustentabilidade. Regularmente eles fazem plantio de novas mudas.


Antes de começar a falar da nossa pescaria, vou apresentar um fiel companheiro que tivemos.


Carinhosamente apelidado de “urso” pela Equipe Loucos por Pesca, tamanha semelhança a um urso polar, creio que encontrei o cachorro mais feliz do mundo. Ele é o reflexo perfeito do que é viver neste paraíso. Quem assistir a TV LOUCOS 22 poderá vê-lo atravessando o lago maior inteiro no nado, em plena manhã, com uma água bem gelada.


Fomos conhecer o cartão de visitas da Fazenda Parque do Lago.


Algo que eu jamais havia presenciado e que ficará marcado para sempre em minha memória. Foram muitos lugares que conheci, diversos pesqueiros, pousadas, rios, mas na Fazenda Parque do Lago foi possível uma interação muito grande com os peixes que tanto respeitamos.

Bastou jogar alguns grãos de ração para que dezenas de gigantes Tambacus aparecessem em nossa frente no deck.



Peixes muito grandes que não tem receio de comer praticamente na mão do pescador.



Observamos muitos Tambacus gigantes. Peixes na faixa de 20 a 25kg tinham vários.



Como a água tem uma ótima qualidade e transparência espetacular, era possível observá-los até uma profundidade superior a um metro.


Aconteceu exatamente a mesma coisa com todos nós pescadores. Ficamos alimentando os peixes, o tempo foi passando e parecia que não precisaríamos nem tirar as varas do carro. Ficamos extasiados, a viagem já estava recompensada e não queríamos parar de ver os bichos.

Além de ser uma interação muito prazerosa, foi possível observar detalhadamente algumas características da espécie, a forma que se alimentam, muitas vezes sugando vários grãos de ração ao mesmo tempo, o que explica o fato de se confundirem com os evas e miçangas no meio da ceva.


Deste deck não se pode pescar, justamente para manter essa oportunidade a todos que vão à Fazenda Parque do Lago. Se nós ficamos extasiados dessa maneira, imaginem as crianças!


Existe uma área determinada que é possível inclusive nadar com os peixes. Eles já estão acostumados com as pessoas e parecem não sentir medo de estarem entre nós.


Após passar as primeiras horas da manhã apenas observando e interagindo com os Tambacus e Dourados, chegava o momento de tirar as tralhas do carro e montar os equipamentos.

Vamos pescar!!!

Eu (Kleber) e o Gabriel, armamos nossos equipamentos para pescar do barranco, enquanto o Renan logo adentrou no caiaque para fazer sua tão sonhada pescaria de fly.

Após alguns minutos, observamos o companheiro com a vara firmemente envergada e notamos que o forte peixe rebocava o pescador pelo lago.


Até que ele encostou na margem e com o caiaque de lado conseguiu frear o Tambacu.


Foram longos minutos de muita adrenalina para o pescador. O equipamento #8 trabalhou bem para conseguir vencer o duelo.


Decidimos ir até a parte rasa do lago, onde o Renan desceu e terminou a briga.


Um grande Tambacu já nos dava às boas-vindas nas claríssimas e limpas águas.


Demorou bastante até que o Gabriel conseguiu colocá-lo dentro do passaguá!


Chegava o momento do tão aguardado abraço do pescador!


O Renan fez a soltura e conversamos um pouco. Observamos que os tambas estavam um pouco ariscos com a presença das bóias cevadeiras e torpedos. Muitas vezes eles esperavam tirarmos nossas bóias para devorarem toda a ração no lago. Já não se assustavam tanto com o caiaque, deixando o pescador pescar a poucos metros da ceva.

Eu e o Gabriel decidimos então arriscar uma pescaria embarcada, montando um equipamento adequado para a situação. Substitui a bóia cevadeira por uma bóia de arremesso feita de madeira, a qual fica flutuando na água, chamando menos atenção do peixe.


Como o Gabriel não tinha esta bóia, sugeri que ele usasse uma isca artificial que flutuasse, tirando as garatéias e amarrando a linha da carretilha em uma argola e a do chicote na outra. Com evas caramelo na linha e dois no anzol de robalo com miçanga da mesma cor, veio o primeiro ataque!


Pescador tem que improvisar! Eu já tinha feito essa montagem antes com sucesso.


Os peixes são muito fortes na Fazenda Parque do Lago. Não preciso nem dizer que grande parte disso se deve a formidável qualidade da água!


Aos poucos o Tambacu cansou e o pescador conseguiu trazê-lo para o registro.



Peixe devidamente solto para que os amigos pescadores também possam sentir este duelo.


Jogávamos um pouco de ração com a mão, tirávamos o barco de perto e esperávamos os bichos começarem a comer bem.  Nos aproximávamos e fazíamos os arremessos em cima da batedeira! O resultado logo veio com uma boa puxada no eva.


Não era um grande exemplar, porém fez muita força e com a briga vertical do barco ficou difícil sacar o peixe da água.


Com paciência ele se rendeu!


Foi o tempo de soltá-lo, voltarmos ao local da ceva, onde outros peixes continuavam comendo, fazermos o arremesso e logo assusto com uma pancada forte em meu conjunto de evas e miçanga caramelo.

Dessa vez um Pacu Caranha aparece!


Reparem na transparência da água, permitindo uma bela soltura.


Fizemos também uma pescaria muito produtiva com artificiais.



Diversas Traíras foram capturadas com iscas de meia-água em um dos lagos menores.


Até um Catfish atacou o spinner.


No lago principal engatei um Trairão de respeito!


Fizemos uma ceva de ração do lado oposto ao que pescamos os Tambacus, resultando em uma quantidade absurda de Dourados se alimentando vorazmente.


Com evas e miçanga, o Gabriel engatou um valente Dourado.


Na pescaria embarcada, munido de uma Inna Pro Tuned, o sortudo pescador fisgou um belíssimo exemplar do cobiçado “rei do rio”.


Exemplar de grande porte! Ele deu um show de saltos espetaculares!



Gravamos uma linda soltura para nosso programa 22 da TV LOUCOS!


As Tilápias também apareceram em boa quantidade principalmente pescando com bóia cevadeira e ração ou nos evas e miçanga.



Foram vários exemplares acima dos 3kg.



Mesmo com a presença da chuva, os peixes continuavam ativos.



Até os tambas ficaram mais ativos com a chuva, perdendo o receio com as bóias cevadeiras e entrando principalmente no esquema armado com chicote de 50 cm e ração na pinga no anzol chinu.


No finalzinho do dia, arremessei um generoso pedaço de pão no meio da ceva, onde alguns Tambacus estavam se alimentando. Uma grande boca sugou a isca, porém a linha não esticou. Resolvi esperar e após cerca de 10 segundos comecei a ver a linha correndo! Mandei uma forte pancada na boca do bicho e logo fiquei assustado com a gigantesca tomada de linha do monstro! Nada conseguia frear o forte peixe e comecei a ver a linha acabando no carretel da minha carretilha de perfil baixo.


Como estávamos embarcados, não me desesperei e o amigo me ajudou a ir atrás do peixe, recuperando linha aos poucos. A vara, uma Clarus de 25 lbs e 6’, envergava demais!


No primeiro rebojo, a certeza: “O bicho é gordo!”


O peixe era muito grande! Um legítimo baguá comedor de pão!


Decidimos encostar na margem rasa para terminar a briga.


Fui trabalhando o peixe sob a tensão de duelar com um gigante no finalzinho do dia, quando ele virou para o outro lado e provavelmente a linha mono 0,36mm, atada diretamente ao anzol de robalo 3/0, passou nos dentes do Tambacu e rompeu-se! Como já estava dentro do lago, com a água abaixo do joelho, peguei o passaguá e corri atrás do peixe, que saiu lentamente, chegando a encostar o aro em seu corpo, mas infelizmente o gigante levou a melhor e voltou nadando livremente na cristalina água. Ao pescador restou se contentar e ter conseguido uma ótima história para contar.


Em uma rápida pescaria noturna, pudemos comprovar que a Fazenda Parque do Lago também é morada de grandes peixes de couro.

O Gabriel estava cevando e pescando Lambaris para usarmos de isca, quando viu uma grande mancha na superfície. Certamente um predador atraído pelo frenesi dos pequenos peixes comendo ração. Ele iscou um lambarizinho, colocou uma bóinha pequena e arremessou na cara do bicho, que num bote rápido devorou a isca! Uma linda Cachara!

Arremessei um torpedo no meio do lago com chicote de aproximadamente 1,5m e Tilápinha de isca. Em poucos minutos veio o primeiro bote, a bóia afundou por alguns segundos, mas a fisgada não se confirmou. A isca sofreu uma mordida na parte inferior, provavelmente ocasiada por um grande Dourado!

Isquei outra Tilápia e fui até o restaurante para conversar com o Sebastião. Estava utilizando meu notebook, já que eles disponibilizam rede wireless, quando o Gabriel veio avisar que uma grande Pincachara tinha devorado minha isca!


Não pesamos o peixe, mas com certeza passava dos 15kg.


Como aquela margem era bem rasa, entrei no lago com o gigante para poder soltá-lo e vê-lo nadando livremente!


Assim encerramos nossa excelente pescaria neste lugar espetacular!

Fisgamos uma diversidade impressionante de espécies, faltando principalmente capturar os grandes Tucunarés que habitam aquelas águas. Infelizmente o principal lago para a pesca desta espécie estava com muita vegetação na superfície e a época também não é muito favorável.

Pudemos ainda presenciar o nascer do sol na Fazenda Parque do Lago. Uma cena para jamais esquecer, simplesmente maravilhoso!

Uma das coisas que me deixaram fascinado na Fazenda Parque do Lago é a interação com a natureza e com belos animais!


A Fazenda Parque do Lago abre normalmente aos finais de semana e durante a semana apenas com a formação de grupos. Consulte preços e  informações através do site www.parquedolago.com.br ou dos telefones e e-mail que estão no final desta matéria.

Assista no player abaixo a TV LOUCOS 22!

Gostaria de agradecer a todos os funcionários deste lugar incrível pela excelente recepção com a Equipe Loucos por Pesca e pelos serviços prestados. Agradecimento especial ao simpático casal Sebastião e Telma, proprietários da Fazenda Parque do Lago, e os nossos sinceros parabéns por manterem com tanto cuidado e carinho um lugar tão belo e que respeita tanto o meio-ambiente.

Deus agradece e nós ficamos felizes por podermos ter um paraíso à nossa disposição!

Grande abraço e até breve! VAMOS PESCAR!!!


Imagens: Kleber Sanches, Gabriel Ishiki e Renan Marin

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Fazenda Parque do Lago – Rodovia SP 215 que liga Dourado à São Carlos – Km 191 – Dourado/SP

Fones : (16) 3345-5050 / 81267304 / 81267315 / 33451243

www.parquedolago.com.br

E-mail: parquedolago@parquedolago.com.br

AGRADECIMENTOS

Hotel Fazenda Duas Marias – www.hotel2marias.com.br

O Boto – www.oboto.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

6 Comentarios to “Parque do Lago – Legítimo paraíso!TVLOUCOS 22”

  1. Rita Passarini disse:

    Boa Tarde, Gostaria de saber valores para final de semana nos chalés, e para acampamento.
    Qtas pessoas é o chalé? A diária ´das 12:00 às 12:00 hs?
    Tem restaurante , o que inclui no valor da diária dos chalés?
    Qual o valor da pesca por pessoa. Voces tem varas para alugar? Ração, ceva, tudoque precisa para pesca?
    Obrigada , aguardo retorno em breve.

  2. Kleber Sanches disse:

    Boa tarde Rita. Para valores e mais informações entre em contato por favor diretamente com a Fazenda Parque do Lago através dos telefones ou e-mail que estão no final da matéria. O site é: http://www.parquedolago.com.br

  3. André Vilela disse:

    Um show esse lugar hein, e nem é tão longe de sp… Uma pena que o gigante escapou, parabéns pela matéria e é um exemplo a ser seguido pelos pesqueiros do brasil, muita qualidade em tudo la…

  4. Espetacular amigos!! Fantástico local com opções de pesca diferentes das que estamos acostumados nos pesqueiros e outros complexos artificiais. Excelente a idéia de sempre desbravar e divulgar novas e ótimas opções de pesca aos leitores e pescadores.
    Meus parabéns mais uma à toda equipe LOUCOS!
    Muito sucesso, abraço e até a próxima!!!
    Abraço!!

  5. Juliana disse:

    Bom dia! Gostaria de saber o contato por email da Fazenda Parque do Lago, o website deles nao esta funcionando… Estou em Toronto e gostaria de levar minha familia la. Achei a materia incrivel!!! Parabens!

  6. Guilherme Rosario disse:

    Parabens pelo trabalho.

    Parece ser muito bom o lugar, vou visitar.

    Abraço

Deixe um comentario