Recanto dos Peixes (Piracicaba) – 08/10/11

Uma pescaria curta em tempo, mas farta de redondos em Piracicaba. Muitos Tambacus, Tambaquis e um legítimo gigante amazônico fizeram a alegria dos pescadores! O calor estava bem intenso e os peixes muito ativos e briguentos. Confira algumas de nossas brigas em vídeos HD!

 

 

 

 

Olá amigos do Loucos!

A saudade da pescaria no Córrego das Antas já estava incomodando e cheguei a conclusão que deveria tentar capturar os peixes que tanto gosto e que são tão característicos e marcantes daquele paraíso: Tambaqui e Pirarara.

Após pensar um pouco para escolher onde ir, decidi seguir viagem até o Recanto dos Peixes de  Piracicaba, local muito agradável e que possui ambas as espécies que tanto me fascinam. Chamei meu grande amigo Gabriel Ishiki e ele logo de cara topou o desafio.

Infelizmente no sábado a tarde eu tinha compromisso, mas a vontade de pescar estava muito alta. Decidi então que sairíamos um pouco mais cedo para compensar as horas que perderíamos de pescaria no final do dia.

Pouco antes das 5 horas já estávamos no pesqueiro e iniciamos a montagem dos nossos equipamentos. Armamos as varas de Pirarara com tuvira e para a pescaria de redondos usamos o pão e bóia cevadeira com miçanga e evas.

Rapidamente tenho a primeira ação. Os peixes subiam bem na ração e um bonito Tambacu acabou atacando o pão que estava boiando na superfície do lago.

Tivemos mais algumas capturas, porém eram tambas de menor porte e acabamos liberando rapidamente sem registrar. Como só estavam saindo peixes pequenos, resolvemos esperar amanhecer para iniciar a pescaria com bóias cevadeiras.

Logo nos primeiros raios de sol, o que aconteceu bem cedo, por volta das cinco horas e trinta minutos, tive uma forte puxada no conjunto com evas e miçanga caramelos. O peixe saiu tomando linha e não restava dúvidas, era o cobiçado Tambaqui!

Assista o vídeo no final da matéria!

Não deu tempo nem de descansar e o pão foi sugado rendendo mais uma ação. O Tambacu brigou demais pelo seu tamanho, fato que chamou nossa atenção durante todo o dia, pois peixes de pequeno e médio porte estavam com uma força impressionante.

As varas de fundo estavam todas armadas e infelizmente as Pirararas não estavam ativas nesse dia. O pesqueiro lotou rapidamente, o que dificultou ainda mais as capturas.

O Gabriel fez uma boa sequência de Tambacus na pescaria com bóia cevadeira. Os negros subiam bem na ração e apesar de buscarmos mais os Tambaquis, eles sempre eram bem-vindos!

Nossas montagens eram semelhantes. Anzol de robalo 2/0 com dois evas caramelo no anzol, um na linha e miçanga caramelo.

Fui na lanchonete para comer, beber e fugir um pouco do sol que estava muito forte, quando encontrei o senhor Dida, proprietário do pesqueiro, e seu filho que estava fisgando diversos redondos na carne moída. Aproveitei para registrar um dos Tambacus.

Ele iscava a carne moída como se fosse uma massa, arremessava próximo do aerador e não demorava muito para a bóia afundar.

As 11 horas da manhã, quando o calor estava muito intenso, os Tambaquis começaram a comer um pouco mais, porém de forma bem manhosa. Observávamos as boquinhas sugando as rações na flor da água, mas quando os Tambacus chegavam pra comer junto, os verdões logo dispersavam. Acabamos fisgando mais alguns redondos, mas não os cobiçados naquele momento.

Este peixe do Gabriel tinha a boca muito estranha. Alguma anomalia/lesão na parte da mandíbula, impressionante como o peixe se adapta e continua se alimentando.

Pouco antes do meio-dia, uma puxada diferente faz o Gabriel sorrir e bem animado ele me avisava: “Tambaqui Klebão, Tambaqui!”. A briga foi pesada, o peixe rasgou a superfície do lago e cruzava perto de diversas linhas dos outros pescadores, porém bem controlado pelo Gabriel não conseguiu enroscar. Quando mostrou seu belo lombo amarelado, tivemos a certeza que tinha um gigante no duelo e no momento que entrou no passaguá a alegria tomou conta!

Tambaquizão na faixa de 20kg!

Reparem na largura desse bicho. Era gordo demais!

Muitos pescadores vieram conferir de perto a beleza do animal. Vale a pena assistir o vídeo dessa briga no final da matéria.

Fiquei por algum tempo com um azar impressionante. Ora os peixes não atacavam meu anzol, ora escapavam após a fisgada. O Gabriel aproveitou e garantiu mais alguns exemplares.

Os peixes estavam subindo bem na ração, porém os grandes estavam bem manhosos e qualquer movimento de bóia os assustavam.  A pescaria foi bem divertida!

O momento de ir embora estava se aproximando, então resolvi cevar um pouco mais ali onde estávamos e os peixes começaram a subir na nossa frente. Os arremessos não precisavam ser mais distantes que dez metros aproximadamente. Algumas boquinhas começaram a sugar a ração e fiquei só aguardando, quando uma explosão no meu eva fez os pescadores se assustarem. A pancada foi muito forte, seguida de uma fisgada firme e a briga começava. Inicialmente pareceu-me que não era dos grandes, pois demorou pra tomar linha, porém depois brigou demais! Sabia que os Tambaquis brigam muito no Recanto dos Peixes, mas esse foi demasiadamente valente. Não era dos gigantes, mas valeu muito e serviu como despedida!

Fomos arrumando as tralhas e a vontade de ficar era grande. Os peixes estavam subindo bem, principalmente os Tambacus, mas o compromisso me chamava e as 14h30 encerramos nossa pescaria satisfeitos pelas capturas.

Infelizmente nesse dia não vimos sair nenhuma Pirarara, mas voltaremos novamente para buscar essas briguentas. Com o lago mais vazio com certeza teremos mais chance, pois nesse dia estava muito lotado.

Gostaria de agradecer o Beto pela boa recepção de sempre e a todos os funcionários do Recanto dos Peixes pelos serviços prestados.

Assista abaixo os videos das brigas com os Tambaquis!

Grande abraço a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches e Gabriel Ishiki

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Pesqueiro Recanto dos Peixes – Piracicaba/SP

Estrada Jacob Canele, 166 – Fone: (19) 3434-2895 (Beto)

AGRADECIMENTOS

Sua Loja Adventure – www.sualojaadventure.com

O Boto – www.oboto.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

19 Comentarios to “Recanto dos Peixes (Piracicaba) – 08/10/11”

  1. Fernando Acorci disse:

    Realmente Kleber a abstinencia do córrego bate as vezes e ae nós pescadores saímos pros pesqueiros genéricos pra dar uma enganada fla ae.
    Mais que nem o Córrego nao existe!
    Abraço a todos do Loucos

  2. Beleza de pescaria, lindos verdões….

  3. Cesar disse:

    Opa, muito bom este pesqueiro, pena não sair nenhuma pira, qdo fui (final de setembro), muito tamba mas tbm nenhuma pirarara.
    Qual a marca e modelo da varinha que o Gabriel pegou o verdão???

    Abrass…

  4. henrique disse:

    fala clebao queria sabe qual linha o gabriel tava usando naquela citica?
    e queria q vc me falasse otimas linha pra pesca em pesqueiros com tambas de grande porte!

    abraço!

  5. Fernando Souza disse:

    Bela pescaria no recanto belos exemplar Klebão isto mostra que está na hora de conferir o meu equipamento e ir na busca dos gigantes

  6. LUY DIADEMA disse:

    BOM DIA MEUS AMIGOS KLEBER/GABRIEL PRIMEIRO PARABENS PELA OTIMA MATERIA E PESCARIA COMO SEMPRE.BOM TENHO UMA DUVIDA QUANTO AO PESQUEIRO ASSIM QUE CHEGAR JA PODE PESCAR E QUANTO E A ENTRADA TEM ALGUM LAZER PARA FAMILIA. PORQUE AONDE EU FICO AQUI NO ABC E UM POUCO DISTANTE MAS A VOLTADE DE CONHECE ESSE PESQUEIRO E MUITO GRANDE AINDA MAIS COM ESSAS OTIMA MATERIA QUE VOCE VEM FAZENDO.

    ARBAÇO E BOAS FISGADAS

  7. Adriano Reducino disse:

    Kleber
    Que expessura de linha vocês usaram nessa pescaria

    Adriano

  8. henrique disse:

    eae kleber boa pescaria !!!

    kara toh em duvida ak toh quereno compra uma curado
    mais nao sei qual compra ou a 200e7 ou a 300e queria sabe qual aremessa mais e qual se adequa melhor para a pesca em pesqueiros para a pesca dos grandes redondos na torpedo e cevadeira vlw cara

    abraço

  9. felipe silva-equipe crazy fishing disse:

    bela pescaria em kleber,esses tambaquis dispensam comentarios,lindos demais,como sempre show na pescaria com cevadeira e eva,parabens pela materia

    abraço.

    felipe silva-Equipe crazy fishing

  10. Kleber Sanches disse:

    Cesar, vou pedir pro Gabriel responder isso pra vc. Abraços

  11. Kleber Sanches disse:

    Henrique, vou pedir pro Gabriel responder depois. Eu gosto mto da Power Pro qdo desejo multifilamento e para monofilamento temos por exemplo a Triumph e N1 da Mazzaferro como excelentes opções. Abração

  12. Kleber Sanches disse:

    Luy, a qualquer hora que vc chegar no Recanto dos Peixes vc já pode armar suas tralhas e iniciar sim a pescaria. O pesqueiro fica aberto 24 horas! O preço é mais fácil vc conferir direto com eles, ligando no telefone que está no final da matéria. Não tem mta opção de lazer, mas a pescaria desses gigantes e de outras espécies eu tenho ctz que vai agradar a garotada. Vale a pena amigo. Abração!

  13. Kleber Sanches disse:

    Adriano, multifilamento usamos linha de 30lbs e monofilamento linhas de 0,35mm. Grande abraço!

  14. Kleber Sanches disse:

    Henrique, as duas carretilhas são ótimas, porém prefiro a 200e7 que é mais leve e vai ficar menos cansativo para o arremesso de cevadeira, o que fazemos o dia inteiro né? Ambas tem o mesmo drag inclusive, e a capacidade de linha da curado 200 já é suficiente para essa modalidade. Abração

  15. Kleber Sanches disse:

    Agradeço também a todos que elogiaram! Em breve TV LOUCOS 14 imperdível no Loucos por Pesca com mto gigantão gringo na ponta da linha.

  16. henrique disse:

    valeu klebao
    vo compra a 200e7 amanha
    rsrsrsr
    valeu cara!!

  17. ae galera a vara que eu tava usando é a althezza v da albatroz
    e a linha é N1 0,35 da mazzaferro
    abrss!!

  18. henrique disse:

    vlw gabriel
    e q conjuntinho fera em
    dimais abraço

  19. Panut disse:

    Essa coisa de arremesso é engraçado. No início das minhas pescarias de fly, eu assisti muitos vídeos de arremessos naquelas fitas VHS contrabandeadas.Eu ficava tentando imitar o arremesso da Joan Wulff com a quebradinha de pulso, hora eu tentava do jeito do Lefty, hora tentava do jeito do Trey Combs e por ae vai.Nasci sem estilo até que um dia parei e pensei: Pq não posso ter meu próprio estilo? E desde então comecei a prestar atenção no movimento físico da vara aliando ao meu conforto na empunhadura. Hj meu arremesso é muito mais tranquilo, braço leve, mas colado ao corpo, mais ou menos parecido com a escola purista de segurar o livro embaixo do braço.Fiz um curso de aperfeiçoamento com o Gerson, onde ele afinou esse estilo e hj consigo arremessar bem, com precisão, sem cansar e tirando o máximo de performance da minha Sage.

Deixe um comentario