Pesqueiro Alto da Serra – 01/04/11

Uma pescaria com quantidade impressionante de fisgadas é feita pelos carpeiros da Equipe Loucos por Pesca no Riacho Grande. Foram muitos exemplares dessa espécie, que vai ficando cada vez mais soberana nos pesqueiros com a proximidade do inverno, e estão muito presentes neste lago.

 

 

 

Há alguns dias atrás, passeando pelo Riacho Grande e região, resolvi dar uma esticada e parar no pesqueiro Alto da Serra para ver como anda a pesca por lá. Como ninguém é de ferro, resolvi jogar umas bóias na água, pois alguns pescadores que lá se encontravam já haviam capturado algumas Carpas Cabeçudas. Em duas horas de pesca, consegui um grande êxito de 9 carpas, uma delas de bom tamanho, pena que o tempo era curto e tive que ir embora.

Conversando com o proprietário, o senhor Italo, ele me disse que fez algumas modificações no lago principal. Realizou uma despesca de mais ou menos 400 carpas de pequeno porte, colocando-as no outro lago esportivo, assim as chances das maiores subirem aumentavam.

Algumas semanas depois, já estava agendada a visita do Loucos por Pesca no Pesqueiro Alto da Serra, marcando a volta do colunista Diego Oliveira. O amigo Sr. José também nos acompanhou nessa pescaria.

Saímos bem cedo, pois nosso intuito era de passar no Riacho Grande, tomar aquele cafézinho e sentir um pouco o clima de uma cidade parecida com as do litoral. Por volta das 7 horas chegamos ao pesqueiro, onde funcionários já nos aguardavam, e  com muita atenção, nos deram algumas dicas dos melhores points atualmente e optamos por ficar em frente ao restaurante.

Massas utilizadas com melhores resultados: Farofa do Carlão de amendoim com essência de morango

Farofa do Carlão de amendoim com guabi

Diego e Sr. Zé muito animados já começam a trabalhar!

Todos optamos por três conjuntos, variando a profundidade até que a primeira Carpa aparecesse para assim regularmos quase na mesma altura. Não deu outra! Trinta minutos de bóias na água e uma das minhas desce e abre o dia no pesqueiro Alto da Serra. Cabeçuda na Farofa do Carlão de amendoim.

As pequenas Carpas começam a aparecer e Diego,  após algum tempo, volta ao encontro do seu peixe favorito.

Na sequência também fisgo outra!

E o senhor Zé também não fica atrás.

Uma seguida da outra!

O inicio da pescaria realmente estava a todo vapor, as grandes Carpas ainda não tinham aparecido, mas as ações eram muito boas e toda hora que as bóias desciam, a adrenalina tomava conta dos pescadores.

Diego estava com fome de pesca!

Ele via uma bóia descer e já corria. Não queria saber de quem era, o que foi motivo de muitos risos ao longo do dia.

Carpa fominha, encharutou a bóia!

Muitas cabeçudas no pesqueiro Alto da Serra.

Agora o Sr. Zé briga com uma Carpa que parece ser um pouco maior, algumas tomadas de linha denunciam um peixe de bom tamanho.

E aparece uma carpa na faixa dos 7 kg.

Cabeçuda na Farofa do Carlão de amendoim com guabi. E tem mais bóia descendo!

A todo momento era bóia pro fundo.

Senhor Zé libera mais uma do passaguá.

Depois o trio foi pra foto!

Mais cabeçuda no Loucos!

Até uma Trairinha apareceu após ser capturada por um funcionário. No Pesqueiro Alto da Serra há exemplares que passam dos 3 kg.

E as carpas não param.

Outra bóia minha vai pro fundo e logo em seguida a do Diego também desce. Quando ele fisga, uma grande calda bate na flor da água. Opa! Tem carpa grande chegando e um dublê aparece.

Dublê no Loucos por Pesca!

Em seguida, o Sr. Zé trava um belo duelo com grandes tomadas de linha. Quem cansaria primeiro? a carpa ou o pescador? Alguns minutos depois, a grande Carpa Prateada aparece, com suas escamas fantásticas ela vem pra foto.

Uma carpa de porte!

As maiores estavam aparecendo com o cair da tarde.

Agora as brigas eram de peso!

A neblina baixou, visualmente estava muito difícil, mas a pesca se torna ainda mais técnica.

Neste momento da pesca era quase impossível visualizar as bóias, então o jeito era ficar de olho nas ponteiras das varas. Uma das minhas começa a envergar macio e só seguro. A Carpa começa a dar cabeçadas e nada pro fundo, mais uma grande Carpa na ponta da linha. Como tínhamos apenas poucos metros de visibilidade na água, a briga se torna mais emocionante e logo a Cabeçuda vem para os braços no Alto da Serra!

Carpa e muita neblina.

A serração baixou de vez e junto veio o frio, então resolvemos encerrar por volta das 17 horas. Mais um dia de muito peixe no Pesqueiro Alto da Serra.

Diego, Sr. Zé, Márcio e Sr. Ítalo

Segue abaixo algumas imagens da pescaria que realizei recentemente com minha mãe e minha filha, citada no inicio da matéria.

Para a temporada de inverno, é esperado o abastecimento dos lagos com Cabeçudas, Catfishes e Carpas Húngaras.

Fica o agradecimento ao Sr. Ítalo e a todos os funcionários pela grande recepção novamente. Logo voltaremos porque o pesqueiro realiza com frequência torneios e pescas noturnas.

Lembrando que o valor da pesca esportiva é de 15  reais.

Grande abraço e até a próxima!

Imagens: Márcio Giannico, Diego Oliveira e Sr. José

Texto: Márcio Giannico

E-mail: marcio@loucosporpesca.com.br

Pesqueiro Alto da Serra
Rod. dos Imigrantes, Km 37
Tel: (11) 9410-1005 ou (11) 7645-6143

AGRADECIMENTOS

O Boto – www.oboto.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

3 Comentarios to “Pesqueiro Alto da Serra – 01/04/11”

  1. Diego Oliveira disse:

    Shooww vlw pessoal essa foi uma ótima pescaria, depois de algum tempo parado mega feliz por estar de volta fazendo o que eu mais gosto daqui pra frente vamos com tudo vlw

    abrass…

    Diego Oliveira ” Loucos Por Pesca ”

  2. Oduvaldo disse:

    bom dia…gostaria de saber sobre pesca de tilapia e ou traira
    para trazer…
    no aguardo..oduvaldo

  3. carlos disse:

    bom dia,, gostei do pesqueiro, estao de parabens.. um grande abraço..

Deixe um comentario