Pesqueiro Bem-Te-Vi (29/03/11) – TV LOUCOS 10!

As Pirararas massacraram em uma excelente pescaria da Equipe Loucos por Pesca em Piracicaba. Foram várias bigodudas fisgadas e que renderam grandes brigas em equipamentos leves. Os Tambacus também estavam muito ativos e exemplares de até 20kg apareceram! Teve até Cachapira na TV LOUCOS 10!

 

 

 

E ai amigos do Loucos!

Em nossa última pescaria no Pesqueiro Bem-Te-Vi, há cerca de duas semanas atrás, já tínhamos tido um dia excelente, repleto de ações na ponta da linha durante todo o período em que estivemos com nossas iscas na água.

Conversando com o proprietário do local, o grande amigo Francisco, ele nos convidou para gravarmos mais um programa para a TV Loucos! A idéia dele era que fossemos durante a semana, dia em que o pesqueiro é fechado, pois assim poderíamos fazer uma grande reportagem e também divulgar a novidade que ele está trazendo e tenho certeza que o pessoal vai gostar muito. Se já tínhamos tido muitas ações no sábado, com outros pescadores ao redor do lago, imagine então como seria se apenas nossa equipe estivesse pescando neste belo lugar.

Antes de iniciar o relato da excelente pescaria, vamos falar um pouco sobre a novidade. Como muitos sabem, o Pesqueiro Bem-Te-Vi só abre aos sábados, domingos e feriados. A partir de agora, o Francisco está fazendo pescarias exclusivas agendadas para grupos. Se você e seus amigos quiserem pescar com tranquilidade e exclusividade agora poderão.

São grupos para 15 pessoas, com o preço de 20 reais por pessoa na pesca diurna ou 25 reais por pessoa para pesca noturna, iniciando-se as 19 horas e encerrando-se apenas as 7 horas da manhã do dia seguinte. Você pode montar um grupo menor se quiser, porém pagará o valor total referente às 15 pessoas, ou seja, 300 reais para a diurna ou 375 para a pesca noturna.

Ligue para o Francisco e agende sua pescaria para ter o prazer de fisgar grandes Pirararas, Pintados, Cachapiras e os briguentos Tambacus do Pesqueiro Bem-Te-Vi.

Telefone: (19) 9716-4278

Agora vamos às grandes brigas pessoal!

Como muitos “Loucos por Pesca” não puderam comparecer por se tratar de um dia durante a semana, nosso grupo formou-se em apenas três pescadores: Eu (Kleber), Neto e Renan.

Chegamos ao pesqueiro por volta das 8 horas da manhã e acompanhamos o Francisco até os lagos de baixo, ideais para a pescaria de fly, onde ele alimentou os peixes e pudemos comprovar a quantidade absurda de Matrinxãs, Dourados e Tambacus de até 4kg que ele possui neste tanque.

Onde ele jogava ração subiam no mesmo instante dezenas de peixes para comer.

O Renan, como todo fanático por fly, não perdeu tempo e impressionado com as cenas presenciadas já armou seu equipamento e fisgou vários peixes.

Ele não conseguiu tirar os briguentos, pois infelizmente os peixes estavam cortando seu leader de flúor carbono 33 lbs a todo momento. Peixes com dentição muito forte que picotavam a linha sem piedade.

Apesar de tudo, a brincadeira foi muito boa para o Renan e ele saiu empolgado para tentar fisgar os Tambacus do lago de cima na sua modalidade preferida, que é a pesca com fly.

Eu e Neto estávamos ansiosos para darmos os primeiros arremessos no lago principal e após registrarmos a alimentação dos peixes e o divertimento do Renan, fomos matar nossa vontade.

Comecei armando minhas varas pesadas de fundo, as quais deixei no lago esportivo de baixo porque precisava de um bom alarme para que pudesse ouvir de longe. Antes mesmo de conseguir terminar às montagens, escutei o alarme e fui correndo garantir uma Pincachara que atacou no minhocoçu.

A correria já foi muito grande neste momento, pois o Renan engatou um tamba no fly e enquanto eu soltava o primeiro peixe de couro do dia, minha outra vara pesada, armada com tuvira, envergou e saiu tomando linha.

Briga muito boa e o Renan mata sua vontade!

A minha briga já denunciava o que viria a ser a primeira de muitas Pirararas a atacarem minha isca nesse dia. O exemplar não era dos maiores, mas veio para animar à pescaria!

De volta ao lago principal, vi o Neto travar uma boa briga com um redondo. Infelizmente a correria estava tão grande que consegui filmar apenas a soltura do bichão para a TV LOUCOS que vocês poderão conferir no final da matéria.

Por volta das 10 horas da manhã, tive outra ação de peixe de couro. Dessa vez em uma das varas que armei no lago de cima, com minhocoçu de isca. Como estávamos sozinhos no pesqueiro e os amigos ficariam apenas pescando de cevadeira e fly, resolvi lançar 4 conjuntos de fundo atrás dos peixes de couro para poder mostrar bons exemplares à todos vocês e garantir minha diversão. A briga foi espetacular e a Pirarara me fez dar a volta no lago quando encontrou algum enrosco. Com paciência a bigoduda veio para os braços!

Essa já uma Pirarara de respeito, certamente acima de 20kg.

Os Tambacus, que iniciaram o dia um pouco manhosos devido ao forte calor e ao sol de rachar que fazia até o momento, começaram a subir um pouco mais e os Loucos logo foram engatando mais peixes nas miçangas com evas.

Como fanático pescador de tambas e viciado em pescaria com bóia cevadeira, eu estava com muita vontade de armar meu equipamento para esta modalidade, porém as Pirararas não davam sossego. Outra briga pesada e consigo a segunda brutona no minhocoçu!

Comparando com as fotos da nossa última pescaria no Bem-Te-Vi, pude comprovar pelas manchas que é a famosa “Pirarara de Notre-Dame” fisgada pelo Bruninho naquela oportunidade e que recebeu o carinhoso apelido do Rodolfo por sua grande corcunda!

Já estávamos chegando na hora do almoço, período em que os Tambas estavam subindo muito bem. Comecei a montar minha vara com cevadeira, enquanto os amigos aproveitavam e fisgavam muitos peixes.

Dublês aconteciam a todo momento!

Os tambas do Pesqueiro Bem-Te-Vi brigam de maneira impressionante. Eu menciono isso em todas as matérias que faço, mas não tem como deixar de falar. Tinha acabado de armar meu equipamento e rapidamente engatei meu primeiro, formando um dublê com o Neto.

Fisgamos nos mais variados conjuntos de evas e miçangas, principalmente nos evas caramelos com miçanga da mesma cor ou bolinha de futebol. Era soltar um peixe e já engatar outro!

Enquanto eu estava terminando de tirar esse tamba, o Neto engatou o famoso “esfomeado”. Foi impressionante, mas o Tambacu estava com dois anzóis presos à sua boca e continuava atacando. Para sua sorte o tiramos da água e pudemos liberá-lo de um anzol chinú e um anzol de robalo com 2 evas e miçangas.

Esse estava com fome!

E assim fomos fisgando dezenas de tambas. Muitos peixes na faixa de 8 a 10 kg em sua maioria, mas que travavam belas brigas.

Quando vi minha vara “pegadeira” de Pirarara envergando, gritei para o Renan que estava mais próximo e ele fisgou a encrenca. A briga foi excelente e com paciência ele tirou uma linda Cachapira!

Peixe oriundo do cruzamento entre a Cachara e a Pirarara, resultando em uma espécie muito brigadora e resistente.

Enquanto isso, o Neto detonava de pegar tambas na cevadeira. Com a presença da chuva, os peixes ficaram muito ativos e começaram a subir bem mais.

Minha vara deita novamente e o peixe sai tomando linha sem respeitar o pescador. Sai correndo e fisguei o bicho que logo começou a correr pro mesmo lugar que uma Pirarara tinha conseguido achar algum enrosco. Segurei por um tempo, mas como estava com equipamento leve, foi inevitável e a encrenca levou pro mesmo lugar. Com paciência e sabendo que era só puxar do outro lado que o peixe saia da “toca”, fiz o mesmo processo e voltei a brigar de igual pra igual. Quando o peixe encostou na margem, continuou a jogar sujo e a todo momento procurava algo pra se enroscar, ora no mato da margem, ora buscando os canos! Foi uma batalha e tanto como vocês poderão acompanhar na TV Loucos, mas a Pirarara veio pros meus braços!

Ah danada, te peguei!!!

As Pirararas do Bem-Te-Vi estão brigando muito. Chega a impressionar a força dessa espécie e com um equipamento leve a briga ficava espetacular!

Voltando às atenções para os redondos, que subiam muito com o tempo encoberto naquele momento, vários foram sendo fisgados e registrados.

Quando percebi que tinha engatado algo maior, chamei o Renan, que estava há horas insistindo apenas na pescaria de fly, para me ajudar com a filmagem. Felizmente era um bonito Tambacu que serviu para me deixar feliz por completo.

Estava utilizando um chicote de linha 0,50mm, com 1 eva caramelo na linha, 2 no anzol de robalo e uma miçanga também da mesma cor.

A todo momento estava o Neto com a vara envergada tirando tambas. Vários ainda foram soltos sem registro, já que tentávamos garantir peixes maiores para o Loucos por Pesca!

Como fazia um tempo que estava sem ações de peixes de couro, resolvi tirar uma das varas do lago de baixo e armei ela no lago de cima, porém mais afastada de onde estávamos, na lateral direita. Não demorou nem dez minutos e o alarme da carretilha disparou. Dessa vez quem foi pra briga foi o Neto, que já tinha perdido algumas puxadas de Pirararas, mas que finalmente conseguiu garantir a sua bigoduda.

Momentos antes ele tinha fisgado um grande Pintado no mesmo equipamento, porém quando foi tirar o peixe da água, ele deu uma puxada forte e estourou a linha.

Com a chegada do final da tarde, novamente as Pirararas resolveram massacrar e meu equipamento campeão do dia, com minhocoçu de isca, envergava mais uma vez. As brigas com essa espécie são boas demais!

Eu não coloquei nem chumbo na linha. Apenas amarrei a linha da carretilha em um girador, do outro lado fiz um chicote com cerca de 30 cm de linha 0,50 monofilamento, atando por fim a um anzol de haste longa com o minhocoçu.

A pescaria estava se encerrando, o dia estava virando noite e fomos fisgando os últimos peixes desse dia magnifico.

Um momento especial ainda estava guardado para a TV Loucos! No finalzinho do dia, quando o sol dava seu adeus, aparece um belo dublê. O Neto fisgou o maior Tambacu da pescaria, algo em torno de 20kg, enquanto eu batalho para tirar mais uma Pirarara.

Grandes peixes! Fortes brigas e emoções!

Já estávamos muito satisfeitos e preparados para voltar à nossa cidade, quando o Renan apronta uma surpresa. Tudo começou com uma brincadeira que fizemos com ele, quando ele pegou um Tambacu no fly e achou que era um Pintado, pois segundo ele tinham dezenas de bigodes passeando à sua frente e comendo a ração a poucos metros da margem.

Até ai tudo bem, nos divertimos muito e o pescador resolveu brincar também. Sem que soubéssemos, ele pegou meu último pedaço de minhocoçu, isca que estava sendo a matadora para as Pirararas no dia, e colocou no anzol minúsculo do seu equipamento de fly. Eis que quando ele vai me contar que tinha feito essa sacanagem, ao começar a recolher o equipamento, ele percebe que algo abocanhou a isca e ali tinha-se inicio uma briga das pesadas.

Ele estava com um conjunto #8 e sofreu bastante para tirar a encrenca, tipicamente um duelo de Pirarara. Cerca de 30 minutos depois, finalmente conseguimos tirar o peixe da água! Era uma bigoduda realmente e de um bom porte!

Apesar de dar muita risada pela maneira como o pescador fisgou a Pirarara, temos que admitir que a briga no fly foi maravilhosa de se ver. No entanto, não repitam isso em casa pessoal!

Assim encerramos mais uma excelente pescaria que poderá ser conferida por vocês em nosso décimo programa da TV Loucos! Espero que todos gostem do programa, onde não faltaram as brigas pesadas com as Pirararas e os tradicionais duelos com os briguentos Tambacus do Pesqueiro Bem-Te-Vi.

Gostaria de agradecer ao Francisco pela amizade, bom atendimento , pela parceria de sempre e acima de tudo por confiar no trabalho da Equipe Loucos por Pesca! Entreguei o DVD do outro programa gravado por nós em seu excelente pesqueiro e foi muito bom ver a satisfação do amigo ao assistir.

Aos amigos pescadores fica a dica. Aproveite essa oportunidade e agende sua pescaria exclusiva no Pesqueiro Bem-Te-Vi. Você e seus amigos terão tranquilidade total e com certeza terão chances ainda maiores de fisgar os grandes peixes de couro e redondos que habitam esse belo pesqueiro.

Ligue para o Francisco e reserve sua data! O telefone é (19) 9716-4278.

Assista abaixo o décimo programa da TV LOUCOS!

Abração pessoal e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, Neto Abdalla e Renan Marín

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Pesqueiro Bem-Te-Vi
Estrada Piracicaba-Anhembi (SP 147), km 07 – Piracicaba/SP
Tel: (19) 3041-7672 ou (19) 9716-4278

AGRADECIMENTOS

O Boto – www.oboto.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

18 Comentarios to “Pesqueiro Bem-Te-Vi (29/03/11) – TV LOUCOS 10!”

  1. leoziin disse:

    nuss!!!!!!!!!!!! isso sim que é pescaria em!
    bela pescaria

    parabens a vcs eu estou louco para ver o video haha abs léo

  2. Bruno Barbin disse:

    Boooa Kléber a mesma pira no mesmo tipo de isca, quantidade de peixes fisgados, como sempre foi muito boa.
    Abraço.

  3. Leonardo disse:

    mto show,mtos bitelos

  4. Leonardo disse:

    pirarara no fly essa foi d+

  5. Edinho disse:

    Bela pescaria galera!

    Klebão…carretilha matadora rapaiz!!!!

    Que saudade de pescar viu?!

    Abraços!!!

  6. leoziin disse:

    quando irão colocar o video? ñ vejo a hora de ve-lo

  7. Douglas Galbiatti disse:

    Bela pescaria pessoal do loucos, grandes exemplares de redondos e piras bonitas também. Kleber eu queria saber que marca é uma linha azul que vocês utilizaram em algumas pescarias da tv Loucos. Agradeço desde já.

  8. Paulo Cesar disse:

    Bela Matéria seus LOUCOS,
    vai ai uma dica pro cês, porque não fazem
    uma matéria em alto mar, seria legal…
    Um Abraço do Gordo…!!!

  9. leandro disse:

    boa pescaria loucos…
    viu, quando vai sair o video…ainda não conseguir ver.
    acho q fds to la…vams ver se tenho a mesma sorte…abraços a todos

  10. guilherme disse:

    parabens em Kleber pelos baguás.A pira no fly foi demais

  11. Luis Gustavo disse:

    bom queria parabenizar a equipe do loucos pelo ótimo site, descoberto por mim só agora, mais antes tarde do que nunca, né galera já peguei varias dicas e tudo, então eu estou iniciando na pesca com cevadeira agora, e me pintou uma duvida, o kleber fala direto sobre a ração na pinga com essências, queria saber se a de banana é a melhor e se a essência é colocada junto com a pinga quando se está fazendo a ração ou se é depois de um tempo grato desde de já e que o site continue assim e procurando melhorar cada vez mais abraço para todos pescadores

  12. Kleber Sanches disse:

    Douglas, a linha azul que vc se refere é a N1 Trylon da Mazzaferro. Foi nela inclusive que tirei praticamente todas as Pirararas nesse dia e a Cachapira. Abraços

  13. Kleber Sanches disse:

    Luis Gustavo, primeiramente agradeço os elogios. Valeu! As essências são acrescentadas na ração quando você as deixa para secar no jornal após umedecer com pinga. Dê algumas borrifadas de essência e deixe secando, guardando posteriormente em um pote fechado. Existem muitas essências boas, mas eu costumo utilizar mais a de banana e maracujá para os redondos. A marca Valtan, entre outras, já comercializam as rações com essências e são muito boas. Abração

  14. Udo disse:

    Boa Kleber,
    Puta matéria.Legal e parabens.
    Abraços

  15. RENATO FREGATTI MAIA disse:

    Meu muito boa mesmo ainda mais pela quantidade de piras só uma dúvida se colocar cabo de aço pras piras elas também atacam da mesma maneira poque esse é o único peixe q falta pro meu curricolo e o pesqueiro q eu frequento últimamente é o pesqueiro Arujá e la tem cada bitela q eu ja vi mas ainda ñ peguei uma ñ sei se porque vou de sá bado e tem muita gente e se pega mais na berada me exclareçam essa dúvida abraços show de matéria…..

  16. vagner disse:

    Fala pessoal blz?
    Gostaria de saber qual é o melhor tanque para as piras, em qual local do tanque?
    Abç!

  17. Junior disse:

    eu queria saber como que é a montagem de minhocoççu e tuvira que voce usou nessa pescaria.

  18. Junior disse:

    e vc soltou o minhocoçu na beirada ou arremessou

Deixe um comentario