Pesqueiro do Italiano – TV LOUCOS 8 (03/02/11)

Acompanhem uma série de fantásticas pescarias realizadas pela Equipe Loucos por Pesca no Pesqueiro do Italiano em Estiva Gérbi-SP. A quantidade de grandes tambas fisgados foi impressionante em todos os dias e alguns baguás apareceram! Assista o oitavo programa da TV LOUCOS!

 

 

 

Antes de iniciarmos a matéria, vale ressaltar que o lago esportivo foi fechado nesse domingo (06 de fevereiro de 2011) para limpeza e retornará em breve. Consulte-nos ou ligue no Pesqueiro do Italiano antes de ir.

————————————————————————————

E ai galera!

Aproveitando que neste inicio de ano fizemos excelentes pescarias de final de tarde no Pesqueiro do Italiano, resolvemos voltar mais algumas vezes quando tivemos um tempinho de folga.

A primeira oportunidade foi no dia 22 de janeiro de 2011, um sábado de muito sol e calor na cidade de Estiva Gérbi, onde conseguimos dessa vez fazer uma pescaria desde cedo até o final da tarde. Saímos na expectativa por muitas capturas e elas aconteceram.

Logo no inicio, quando iniciamos as primeiras copadas, alguns tambas começaram a comer e com menos de quinze minutos de bóias na água, eu e Renan já garantimos nossos primeiros redondos.

Sempre utilizando um eva na linha e dois no anzol de robalo 2/0 da Sasame. As miçangas nós variamos, mas inicialmente entraram nos evas e miçangas caramelos.

Em menos de meia hora já percebemos que seria um dia espetacular de pescaria. Os peixes nem sempre subiam com voracidade, mas estavam entrando muito bem nos nossos conjuntos. O Renan engata mais um dos brancos, que apesar de não ser tão grande, brigou muito bem.

Antes que ele fizesse a soltura do tamba, consegui tirar da água o primeiro tamba de respeito do dia. O bruto deu um grande estouro na superfície e fez valer muito a pena!

Pescaria com dublê logo cedo é sinal de excelente dia!

Tivemos uma paradeira de quase uma hora, mas logo foi interrompida por mais uma batida seca nos evas e miçangas. Com miçanga bolinha de futebol vermelha, Renan garante dois belos amarelos em seguida.

Estávamos muito felizes e satisfeitos com o inicio arrasador, mas “louco por pesca” sempre espera que entre algum dos gigantões. E foi isso que aconteceu! As 10 horas e trinta minutos da manhã, enchi minha cevadeira de ração e dei a copada não tão distante da margem. Alguns rebojos apareceram e um forte estouro foi acompanhado da fisgada seca da linha multifilamento. Um verdadeiro cabo de guerra iniciou-se e felizmente levei a melhor. Dá-lhe amarelão do Italiano pro Loucos!

A quantidade de pessoas que vieram ver o peixe foi muito grande. Todos queriam conferir de perto o tamanho do baguá!

Peixe muito lindo! Não pesamos mas tinha na faixa de 25kg tranquilamente.

Fiz a soltura do amarelão e em menos de meia hora já tinha outro Tambacu na ponta da linha! Esse brigou um pouco menos pra alivio do pescador que estava cansado ainda do outro duelo pesado!

Algumas crianças tinham vindo conversar conosco e aproveitamos para tirar uma foto.

Com a chegada do horário de almoço, o sol veio muito forte e os peixes pararam de subir. Resolvemos fazer uma pausa para descansar e recarregarmos as energias para logo voltar com força total. Após um bom tempo de espera, Renan abre a tarde com mais um belo tamba.

Em poucos minutos foi minha vez de garantir outro brancão.

Na parte da tarde o Renan deu um show realmente. Ele engatou uma sequência impressionante de grandes tambas e em menos de uma hora trouxe quatro belos exemplares para aparecerem no Loucos por Pesca.

Esse amarelão que veio em seguida era muito forte! Peixe com estrutura de gigante.

Em questão de poucos minutos de bóia na água, os tambas já devoravam sua miçanga matadora.

O seu último exemplar se rendeu antes das 18 horas. Apesar de ter muito tempo de pesca ainda, já estávamos bem cansados e começando a pensar em voltar pra casa.

Enquanto ele tirava seu último peixe, consegui capturar mais um tamba, esse de menor porte.

Antes de voltarmos para Campinas, acompanhamos o leitor André na briga com dois belos Tambacus no Pesqueiro do Italiano. Ele chegou um pouco mais tarde que nós e pescou o tempo inteiro ao nosso lado.

Assim finalizamos um espetacular dia de pesca em pleno sábado com o pesqueiro extremamente lotado!

————————————————————————————

Animados com a pescaria feita no final de semana, já começamos a planejar a volta ao Pesqueiro do Italiano e dessa vez combinamos de ir na terça-feira (25 de janeiro de 2011). Mais uma pescaria de final de tarde já que não poderíamos chegar mais cedo.

O dia demorou a passar, mas finalmente se aproximava o horário que tínhamos combinado. Atrasamos um pouco, porém as 16 horas já estávamos nos acomodando mais uma vez na frente do restaurante, nosso ponto de pesca favorito por lá.

Varas armadas, cevadeiras com chicotes de 3 metros bem munidas de ração e dá-lhe copadas ao centro do lago. O resultado não demora nem dez minutos para aparecer e vem em dose dupla. Dublêzinho dos loucos logo de cara pra animar nossa pescaria!

Foi o tempo de soltar o peixe, encher o copo novamente de ração e mandar pra água que já tinha outro tamba na ponta da linha do Renan. Mais uma vez o inicio era arrasador em Estiva Gérbi.

Em cerca de 20 minutos e após ver alguns tambas manhosos comendo nossa ração sem entrar no anzol, engato uma encrenca boa e dá-lhe tomada de linha! O peixe brigou muito e depois de um bom tempo consegui garantir o abraço no amarelão.

O fato se repetiu em instantes. Os peixes subiam a cerca de 15 metros da margem e conseguíamos ver as boquinhas bem lentamente sugando toda a ração. Quando vi o bichão engolindo o anzol com meu conjunto de evas e miçanga caramelo, já travei e ai foi só alegria!

Nesse dia saíram muitos tambas de bom porte. Quando engatávamos já sabíamos que teríamos grandes brigas e recompensas. E foi assim que o próximo apareceu. O finalzinho do dia já chegava e os redondos atacavam muito na superfície.

Pouco mais de 18 horas pegamos nossos últimos peixes do dia, pois novamente tinha que voltar mais cedo para dar aula na academia.

Final de mais uma pescaria fenomenal em poucas horas no Pesqueiro do Italiano. A cada vez que vamos embora mais vontade dá de retornarmos logo a esse reduto de grandes tambas.

———————————————————————————-

Combinei com o Kleber de irmos na semana seguinte para a gravação do oitavo programa da TV Loucos, aproveitando que os tambas estavam muito ativos em Estiva Gérbi, porém não aguentei esperar e a ansiedade bateu forte. Lá estávamos indo, eu e Renan, novamente ao Pesqueiro do Italiano para mais uma pescaria de final de tarde na quinta-feira, 27 de janeiro de 2011.

Chegamos por volta das 16 horas e nos primeiros instantes demorou um pouco para termos as primeiras ações. Após meia hora de tentativas frustradas, o Renan engatou um dos grandes brancos na faixa de 20kg.

Aproveitei que alguns redondos continuaram comendo no mesmo ponto e arremessei minha bóia perto da batedeira. Recolhi o chicote e deixei o eva bem em cima da ração. Não tinha como ser diferente o resultado! Dá-lhe tamba!

Esse dia ficamos na lateral esquerda e os peixes não subiram com a mesma intensidade das outras vezes. Mesmo assim fisgamos uma quantidade muito boa, principalmente se considerarmos o pouco tempo que tivemos de pescaria novamente. Ficamos cerca de uma hora sem ações, tempo interrompido por uma pancada bruta! Lá vinha mais um baguázinho pro Loucos por Pesca!

Esse peixe se debateu demais! Apanhei bem do bichão que não se cansava de brigar.

Como no outro dia, fizemos uma sequência impressionante nesta tarde. Além desse  último tamba, fisgamos mais quatro redondos em menos de uma hora.

A pescaria ficou tão boa que o Renan não quis nem perder tempo e tive que programar a máquina para conseguir garantir mais uma foto.

Em menos de cinco minutos foi a vez dele pegar mais um Tambacu.

E para fechar mais um ótimo final de tarde no Italiano, um brancão típico do pesqueiro arrebenta no meu anzol de robalo 2/0 com dois evas caramelos e miçanga bolinha de futebol marrom.

Nessa última foto dá para notar facilmente a cor da água. Tenho certeza que após essa limpeza que está sendo feita no lago principal, os redondos ficarão ainda mais ativos e muitas brigas serão nos proporcionadas.

Final de mais uma bela pescaria e era hora de descansar para voltar semana que vem, onde gravaríamos um programa para a TV Loucos para poder mostrar um pouco desse reduto de Tambacus.
——————————————————————————

E ai amigos do Loucos!

A nossa última pescaria no Pesqueiro do Italiano, dia em que gravamos o oitavo programa da TV LOUCOS, será relatada por mim (Kleber Sanches).

Estive presente nesse dia juntamente com o Neto, Renan e o Fernando, leitor assíduo do Loucos por Pesca e um novo amigo que fiz. Chegamos ao local bem cedo e logo que o funcionário abriu o pesqueiro nos dirigimos para nosso ponto, na frente do restaurante. Rapidamente armamos cada um o único equipamento que usamos durante todo dia, varas com carretilha de perfil baixo e as bóias cevadeiras com chicote de 2 metros, evas e miçangas.

Nas primeiras copadas percebemos que os peixes ainda não estavam ativos, mas eu tive a sorte de um bichão já atacar diretamente meu anzol de robalo com 2 evas caramelos e uma bolinha de futebol vermelha. Não estava prestando tanta atenção, pois não havia sequer sinal de peixe comendo a ceva, quando de repente a puxada foi bruta e iniciei a primeira briga. Um amarelo do Italiano brigou muito e demorou pra se render.

Peixe muito forte e saudável!

Depois tivemos um bom tempo sem ações, que foi interrompido pelo primeiro estouro no conjunto de evas e miçanga marrom que o Neto estava usando. Como sempre o peixe brigou bem e fez o pescador se esforçar no Italiano.

Enquanto o Neto terminava de tirar seu primeiro tamba, o Fernando travava seu primeiro duelo no Pesqueiro do Italiano, já que ele não conhecia o local. Logo ele vem pra foto com o seu Tambacu.

A partir desse momento, a pescaria começou a ficar um pouco melhor e os tambas subiam um pouco mais para comer a ração despejada por nossas bóias cevadeiras. Rapidamente fisgo outro na bolinha de futebol vermelha, dessa vez um dos tambas negros.

Minutos depois foi a vez do Neto, dessa vez sem utilizar eva, com altura aproximada de 20cm e uma semente de açaí, garantir seu segundo peixe do dia.

Sabendo que provavelmente não fisgaria os maiores exemplares abaixo da superfície, o Neto voltou pra pescaria na flor d´água e com evas caramelo e bolinha de futebol vermelha garantiu um belíssimo amarelão do Italiano.

Esse já de um bom porte!

Quando fisgamos um peixe bom no Pesqueiro do Italiano é sempre uma diversão para o pessoal que está no restaurante ou pescando ao nosso lado. Um senhor veio até nós para ver o bichão e saiu na foto com o belo peixe.

Enquanto registrávamos esse peixe do Neto, o Renan brigava com mais um tamba amarelo e momentos depois o dublê se concretizou.

O tempo estava muito bom para a pescaria de cevadeira nesse dia. Nublado, forte calor, sem vento e a chuva só aparecia de vez em quando e de maneira bem leve. Desse jeito não tinha como acontecer outra coisa senão uma pescaria com muitos tambas fisgados.

Os gigantes não estavam saindo, porém fisgamos muitos tambas na faixa de 12 a 16kg. Em todo momento tinha alguém com um peixe na ponta da linha. Como tinham alguns redondos comendo mais perto da margem direita, pegamos nosso balde de ração e fomos até lá para conferir. Em poucos instantes, o Neto já garantiu um peixe muito brigador e de bom porte.

O maior exemplar por enquanto da nossa pescaria.

Na sequência, foi a vez do Renan garantir um dos pretos e logo em seguida o Fernando também pegou um brancão.

Tudo isso em menos de dez minutos.

Resolvemos parar um pouco de pescar e ir descansar no restaurante. Pedimos alguns salgados, tomamos um refrigerante e esperamos passar a chuva que mesmo moderada chegava a incomodar um pouco.

Na volta começou um show de fisgadas e aos poucos muitos tambas vieram para os nossos braços. O Fernando pegou vários na miçanga bolinha de futebol tradicional, preta com branca.

O pescador estava realmente com sorte. Até brincamos com o Renan que o aluno estava dando uma “surra” no professor, já que ele ensinou muita coisa ao nosso leitor que é seu amigo há tempos.

Fiz um dublê com o Renan em seguida. Já estava com o peixe entregue e decidimos filmá-lo saindo da água para mostrar na TV Loucos, porém quando o bichão viu que ia sair no vídeo parece que decidiu aparecer dignamente e saiu com força pra brigar tudo de novo. Um gordo amarelo!

Esse valeu a pena demais! Me sujou bastante mas garantiu a diversão.

O final da tarde se aproximava e pegávamos muitos peixes, porém alguns de menor porte começaram a subir também e esses nós soltávamos rapidamente para continuar em busca dos maiores. O Fernando engatou um lindo brancão!

E na sequência mais dois peixes apareceram pro leitor que estava em uma tarde inspirada.

Neto fisgou um dos negros e achamos que seria o último peixe da nossa pescaria, pois teríamos que ir embora um pouco mais cedo do que de costume. Ele fez praticamente o encerramento de mais um programa da TV Loucos.

Soltou o belo exemplar na água e resolvemos dar os últimos arremessos antes de ir embora. Não tínhamos mais tanta esperança, porém como tinham alguns tambas subindo perto da margem resolvemos arriscar e funcionou! Primeiro foi a vez o Neto garantir seu último brancão.

Com evas caramelos e miçanga da mesma cor, também tive a felicidade de engatar um exemplar desses tão cobiçados e abundantes peixes do lago esportivo do Italiano. Tinham alguns rebojos a cerca de 10 metros da margem e foi fatal! Joguei meu anzol no meio e logo veio a puxada bruta!

Retornamos para casa com uma grande vontade de ter ficado mais um pouco por lá, pois naquele momento grandes tambas começavam a comer a ração bem perto de onde estávamos, na frente do restaurante. Infelizmente tivemos que ir embora, pois o Neto tinha compromisso, mas logo voltaremos ao Pesqueiro do Italiano atrás dos “Gigantes Brancos”.

Gostaria de agradecer a todos os funcionários pela boa recepção de sempre e avisar aos pescadores que o lago principal do Pesqueiro do Italiano ficará fechado por alguns dias para limpeza. Em breve os gigantes serão soltos novamente para fazer a alegria de muitos pescadores e devemos comparecer para registrar a soltura dos baguás!

Assista no player abaixo o oitavo programa da TV LOUCOS!

Grande abraço a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, Neto Abdalla, Renan Marin

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Pesqueiro do Italiano
Estiva Gérbi-SP
(19) 3868-6188 ou (19) 9649-4639

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

17 Comentarios to “Pesqueiro do Italiano – TV LOUCOS 8 (03/02/11)”

  1. will disse:

    kleber , porque nao consigo ver o video inteiro, chega numa parte meio perto do final,ai ele acaba do nada.

  2. Fernando disse:

    Ai galera do Loucos, queria agradecer a oportunidade de estar nessa pescaria com vocês, foi muito fera, que venham muitas, e muitos peixes grandes !

    abraços,
    Fernando.

  3. matheus machado disse:

    parabens a toda equipe, uma grande pescaria ! e principalmente ao fernando que destruiu de pegar peixe na sua primeira vez nesse pesqueiro,,

    abraços

  4. Gabriel Zara disse:

    o will estou com esse mesmo poblema. no meu pc ! mas acho que e devido, a internet . pode ser que o video pesa muito devido a duracao ! geralmente isso acontece muito com internet 3G !

    abracos

  5. Fernando disse:

    Esse problema no video aconteceu comigo tambem, restando 8 minutos para o fim ele para, e minha internet nao é 3G.

  6. leozin disse:

    comigo tbm tah travando mas minha net ñ é 3 g =/

  7. leozin disse:

    mas estão de parabens tenho 13 anos agr mas cada matéria que vejo vou gostando cada ves + de pescar

    estou para ir no pesqueiro recanto dos peixes sem ser esse final de semana no outro espero q pegue ulguns peixes agr que chego minha carretilha nova =)

    c puderem dar deicas agredeço vlw

  8. will disse:

    humm,vlw gabriel, eu consegui ver agora,nao sei oq houve,simplesmente puis pa carrega e dessa vez foi.

  9. gabriel ishiki - fronteiras da pesca disse:

    meu sensasional essa materia!!! com destaque aos tambas brancões que são muito bonitos e dificil de encontrar por ai. sem conta a grande quantidade de gigantes.. muito loko mesmo parabens ae aos loucos!! grande abraço…

  10. felipe silva disse:

    cara,demais,q belos peixes!só tamba bruto!
    como faço pra chegar ae nesse pesqueiro depois de ter chegado a estiva gerbi!,
    e qual o valor da pesca!
    parabéns pros loucos,esses tambacus brancos são fantasticos!
    abraço!

  11. fernando disse:

    ai netinho to pensando duas vezes antes de faze akela nossa pescaria, vo leva um coro vc so pega os brutos ta loco rapais

  12. Kleber Sanches disse:

    Leozin, já fizemos algumas matérias no Recanto dos Peixes. Procure elas ai e leia com atenção que tem algumas dicas. O que ainda estiver faltando pergunte lá mesmo que responderei com prazer. Abração

  13. Kleber Sanches disse:

    Felipe, a pesca esportiva está custando 12 reais no momento. Para chegar ao pesqueiro é mto fácil. Qdo vc entra em Estiva Gérbi vai percorrer poucos km durante a cidade e já verá uma placa do seu lado esquerdo, indicando que deve virar para a direita para ir ao Pesqueiro do Italiano. A distância daquele ponto é de apenas 1,5km e qdo pegar a estradinha de terra já estará bem perto. Abraços

  14. TIago disse:

    Olá Pessoal podem me ajudar ai.. estou começando na pesca com cevadeira, e não consegui me dar bem usando evas, acho que não sei montar. Se alguem puder me mandar umas fotos de modelo fico grato. Tenho utilizado a uns 20cm sempre uma unica minçanga ou um coquinho, tem sido boas pescarias mas os gigantes não vem..

    Valeuu

    Abraços

  15. T. Bettio disse:

    Ola galera do Loucos, estou com o mesmo problema do amigo acima. Fica uma sugestao de fazer um programa da tv loucos com o quadro dicas, ou algo do tipo q ensine a montagem da cevadeira passo a passo. Desde a amarracao da boia ate’ a parte do anzo; com as evas e micangas..

    Nao e’ pedir demais, vcs poderiam fazer isso p ajudar a gente q ta comecando agora.

    valew pela atencao

  16. Kleber Sanches disse:

    Tiago e T. Bettio, nós já fizemos um quadro de dicas mostrando detalhadamente como se faz a montagem para bóia cevadeira. Mostrando a opção com chicotinho e miçanga no anzol chinú e tb os evas de robalo com 2 evas e miçanga. Assistam ao programa 3 da TV LOUCOS no Lago Azul e acredito que terão suas dúvidas solucionadas. Grande abraço!

  17. Rodrigo disse:

    A matéria e as fotos ficaram muito boas , pena que o vídeo não carrega por completo . Abraços !!!

Deixe um comentario