Pesqueiro Recanto dos Peixes – 06/11/10

Contrariando a previsão do tempo, os “Loucos por Tambas” resolveram se arriscar em um dia que tinha tudo pra ser complicado, mas que foi muito proveitoso e recompensador. Um show sensacional de fisgadas que renderam 37 Tambacus na ponta da linha!

 

 

E ai amigos!

No começo da semana já tinha decidido que não deixaria o sábado passar em branco. A previsão estava excelente para todos os dias, apontando apenas um pouco de chuva para o dia em que iriamos, mas nada que fosse problema. Combinei com meus amigos Neto e Renan e estava tudo pronto para irmos ao Recanto dos Peixes em Monte Mor, local que nunca me decepcionou em pescarias de redondos, quando na sexta-feira a previsão mudou drasticamente e agora apontava 80mm de chuva, queda de temperatura e um pouco de vento. Conversando com meus parceiros sobre o que deveríamos fazer, todos tiveram a mesma opinião: “vamos nessa!”

Chegamos ao Recanto dos Peixes e logo que o pesqueiro abriu já nos acomodamos em um dos seus quiosques do lago esportivo. Na estrada encaramos um verdadeiro temporal, mas nas imediações do local ainda não tinha chovido.

Armamos os equipamentos, todos buscando apenas os redondos, já que eles reinam quase absolutos nesse lago. Há também belos peixes de couro, matrinxãs e piraputangas,  mas não queríamos nenhuma dessas espécies. Todos utilizamos a mesma montagem: bóia cevadeira, chicote de linha 0,50mm, bóinha, cerca de 20cm de altura e anzol chinú com ração na pinga. Em menos de 10 minutos os resultados já começaram a aparecer e o Renan garante o primeiro do dia.

Após cerca de 10 minutos é a vez do Neto fisgar um Tambacu de maior porte já.

Era a primeira vez que os amigos estavam pescando no Recanto, então dei todas as dicas sobre o que conheço do local e logo eles viram que tudo era verdade.

Antes que os amigos pegassem no meu pé por eu não ter tirado nenhum peixe ainda, já deixei claro que só começo a pegar os bichões a partir das 9:30h no Recanto. Não sei explicar o motivo, mas esse horário me persegue por lá (rsrs).

Lá vem o Renan com mais um tamba na ponta da linha. Como eu já tinha falado a eles, no começo o peixe não briga muito nesse pesqueiro, espera chegar bem perto da margem para começar a duelar com o pescador.

E dá-lhe resposta do Neto logo em seguida. O dia estava começando a todo vapor e a chuva ia e vinha a todo instante.

Na sequência, o Renan engata outro redondo e esse já parecia de melhor porte. Gozador como sempre, ele começou a tirar sarro do anfitrião. Enquanto ele estava com o tamba na ponta da linha eu avisei: “está vendo minha cevadeira? Vai afundar daqui a pouco e já vou começar com um bom exemplar”. Não deu outra! O esquema diferente que eu tinha feito funcionou como sempre. Chicote curto direto na bóia cevadeira, sem bóinha, com a minha velha raçãozinha com essência de banana.

Enquanto o Renan ia soltar seu peixe, eu terminava de tirar o meu primeiro.

Logo o bicho se entrega e exatamente as 10 horas e 30 minutos vem pra foto. Se considerarmos que estamos no horário de verão, a sina persistiu e novamente “ tirei o sapato” as 09:30.

Antes de devolver o bichão, é inevitável o abraço.

Vinte minutos de chuva forte e logo voltamos a ter peixe brigando.

Mais uma vez a raçãozinha de banana me garante um Tambacu de bom porte. A bóia foi deitando lentamente e tive tempo de chegar perto da vara e meter a fisgada tranquilamente. A briga foi mais demorada e era nítido que viria boa coisa.

Exemplar que registrou pouco mais de 15kg na balança digital.

Faço a soltura e em menos de meia hora já tinha outro danado envergando a minha Kenzaki. O dia estava simplesmente perfeito e os redondos muito ativos no Recanto dos Peixes.

Como em toda pescaria com muitas ações, perto do almoço começaram a aparecer os primeiros dublês.

Logo ambos vieram pra foto.

A coisa estava tão boa que mal dava tempo de soltar um peixe e alguém da equipe já fisgava outro. Os peixes não comem muito na flor d´água e são manhosos com miçangas neste pesqueiro, então a raçãozinha um pouco mais embaixo é o que realmente garante o sucesso.

Em menos de cinco minutos, outro Tambacu fisgado. Os peixes iam e vinham para os nossos braços assim como a chuva apertava e parava, era questão de poucos minutos.

Antes do Renan fazer a soltura desse exemplar, deu tempo de registrar o dublê já que o Neto tinha engatado outro peixe.

A briga já denunciava algo maior. O peixe brigava de maneira pesada, com aquelas tomadas de linha mais lentas e característica dos grandes exemplares. Tudo se confirma e o maior do dia se entrega.

O negrão pesou praticamente 16kg.

Um belo exemplar já que a maioria dos redondos no Recanto são na faixa de 10kg.

Não era preciso nem mudar a tática e montagem durante a pescaria. No máximo modificávamos a altura até achar onde os peixes estavam comendo naquele determinado momento e pronto, tamba na ponta da linha.

Cheguei a tentar usar o beijinho, mas os tambas estavam muito manhosos nessa isca. Eles puxavam lentamente e logo largavam. Engatei dois exemplares dessa forma, mas infelizmente escaparam durante a briga.

Paramos um pouco pra comer e beber algo, já que o sol tinha aparecido e o calor aumentara consideravelmente. Então resolvi voltar pra forma que mais deu certo, e na cevadeira com raçãozinha logo garanto mais um.

Só preciso de mais cinco minutos e estou novamente com um belo tamba nos braços.

Quem tirou essas fotos foi o Renan, enquanto duelava com mais um redondo. Na verdade nessa hora formamos um triplê, mas não tinha como registrar todos. Assim que fiz a soltura do bicho, registrei os amigos ainda brigando.

O Neto consegue tirar primeiro e o Renan continua sua briga.

Para de valorizar Renan! Tira logo esse bicho da água.

Quando combinei essa pescaria, tinha dito aos amigos que meu objetivo era fazer uma matéria com 30 Tambacus. Mal sabia eu que conseguiríamos até superar esse grandioso número. Não tivemos um grande intervalo sem peixe, era só ficar atento e garantir a fisgada na manhosa e rápida puxada dos redondos.

Após o horário do almoço, o Neto entrou numa fase impressionante. Ele deu um show na parte da tarde e foi considerado o “sortudo do dia” por nós. Olha ele ai com outro dos bons logo em seguida.

Os peixes estavam tão ativos, que quando eu comecei a recolher lentamente minha cevadeira, vi minha bóinha afundando e não tive dúvidas, meti-lhe a fisgada! Até pensamos que poderia ter pego enroscado, mas o fominha tava com o anzol preso à sua boca.

A chuva apertou forte e mesmo assim alguns continuaram ativos. Vamos aproveitar então né?

Uma bela mistura de sol com chuva para mostrar que esse foi o dia dos Tambas independente das condições climáticas.

Em diversos momentos tivemos garoa, chuva forte, vento, sol e em todos eles estavam os famintos atacando nossas iscas. Melhor ainda foi não ter que utilizar outras técnicas além da nossa modalidade preferida, a pescaria com bóia cevadeira.

Fomos fisgando os últimos exemplares desse que foi um dia perfeito para os “Loucos por Tambas”.

Não tinha maneira melhor pra encerrar do que garantir mais um dublê do Loucos no Recanto dos Peixes!

Guardamos nossos equipamentos e voltamos pra casa totalmente satisfeitos com o show de fisgadas e com a confirmação de que pescaria é algo imprevisível e devemos acreditar e ir atrás de bons peixes mesmo com adversidades como previsões do tempo ou pesqueiros lotados.

Vale destacar um ponto positivo do Recanto dos Peixes, que se adaptou ao horário de verão e está fechando as 18:45, diferente de muitos pesqueiros que mantiveram o horário de encerramento as 18 horas, momento em que sol continua forte.

O saldo da pescaria foi 37 tambas fisgados, um recorde para a Equipe Loucos por Pesca. Alguns exemplares de menor porte não foram fotografados e ainda tivemos diversos peixes escapando.

Agradecimentos ao amigo Luis e a toda equipe de funcionários do Pesqueiro Recanto dos Peixes, um excelente lugar para os viciados em pescaria de Tambacus, cujo lago serve de moradia para mais de 1000 exemplares dessa espécie fascinante.

Voltaremos em breve com mais matérias.

Abraços a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, Neto Abdalla e Renan Marin

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

 

Pesqueiro Recanto dos Peixes

ESTRADA DE MONTE-MOR/SP – KM 19,5

Tel: (19) 3879-1834 ou (19) 9773-0031 (Luis)

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

14 Comentarios to “Pesqueiro Recanto dos Peixes – 06/11/10”

  1. Vanderson disse:

    Bom dia Loucos, Parabens pela matéria, muito boa a pescaria.
    abraço.

  2. Diego disse:

    Caramba, pegaram muito mesmo ein ! estao de parabens !

  3. Claudio Limeira disse:

    Pescaria de dar inveja viu kkkk Como não sou de tão longe com ctz vou la alimentar os tambas com racao pra ver se fisgo uns bonitos tb. Chegal logo fds q eu quero tamba kkk abracao e valeu pela boa materia.

  4. Henrique disse:

    Nada melhor que uma pescaria surpreendente né. Eu acho mto fera qdo saio de casa com aquela duvida se deveria ter ido pescar e chego la e os bixo tao ativos. Nao tem sensacao melhor q pegar uns tambas grandes. Sou “Louco por Tamba” igual vcs amigos. Parabens e me convida pra proxima hehe

  5. Fernando disse:

    Prabéns, bela pescaria !
    abraço

  6. Marcinho disse:

    boa loucos,show de tambas heheheh mais um record no loucos por pesca
    parabens pela grande pescaria
    Kleber, Neto e Renan

    abrasssssss

    Marcinho louco por pesca

  7. Rodrigo disse:

    Parabens pela pescaria,

    O pesqueiro ta fechando as 18:45, porem continua abrindo as 6:30 ????

  8. Hugo Pietri disse:

    Parabéns pela matéria….belos tambas!!!!

    um abraço

  9. Ademir Pedro disse:

    Parabens, belos tambas, tambem tenho ido a este pesqueiro é um bom lugar para pesca com boia cevadeira, um abraço. Paulista (amigo do Neto)

  10. Fernando disse:

    Bela pescaria de tambas pessoal de louco e cada vez melhor as materias muito bom…
    abraços.

  11. Anderson Choji disse:

    Grande pescaria hein amigos, realmente este pesqueiro, é um dos melhores da região, desde ja mando um grande abraço ao guerreiro Neto, que alem de fazer bonito nos tatames, sabe fazer uma carretilha cantar tbem, aqui é o Choji, aquele, que no encontramos no lago azul, quande estava lotado e vc foi para o italiano.

  12. Caio disse:

    Recanto dos Peixes nunca me descepcionou também.
    Melhor pesqueiro da região.
    Pena que o bugrão caiu.

  13. luis gustavo disse:

    amo esse peskeiro amanha to la mesmo com mta xuva c vie

  14. Reginaldo disse:

    Carakas vocês são feras nos tambas um pesqueiro bom de tambas gigantes é o maeda fica em itu- sp vale a pena pescar la tbm

Deixe um comentario