Pescaria de Trutas (Campos do Jordão) – 10/07/10

Fomos atrás de uma matéria diferente e inédita aqui no Loucos por Pesca. Eu (Rodolfo Lenzi) e minha namorada (Clara), estávamos passando um final de semana na badalada cidade de Campos do Jordão-SP e, como todo Louco por Pesca, não resistimos à uma pescaria típica dessa região, a de Trutas Arco-íris.

 

O local escolhido foi a Truticultura Cachoeirinha, situada em um belo local arborizado, por onde corre um riacho entre os tanques de criação, conferindo a qualidade e temperatura necessária ao desenvolvimento das Trutas.

No Cachoeirinha predominam as Trutas Arco-íris. Vamos apresentar a espécie:

A Truta arco-íris (nome científico Oncorhynchus mykiss) é da família Salmonídae  e é originária dos rios da América do Norte. Tem o corpo em formato fusiforme, alongado e comprimido. Para justificar o nome, a Truta arco-íris pode assumir diversificada gama de cores e tonalidades, que variam de acordo com o ambiente, o tamanho e a maturidade sexual. O dorso e a parte superior é escura, oscilando entre verde oliva e azul escuro; laterais em tons de prata, amarelo palha ou verde, e a barriga é branca. Exibem ainda uma faixa lateral vermelho-rósea, e um número variável de pontos pretos ao longo do corpo. As fêmeas crescem bem mais. Peixe exótico que, na região de origem, pode atingir mais de 1,2 metro e 25 quilos. No Brasil, cerca de 50cm e no máximo 3kg.

Tem hábito alimentar carnívoro, consumindo grande variedade de organismos, como pequenos caranguejos, insetos e suas larvas, e pequenos peixes. Em ambiente artificial é facilmente condicionada à alimentação com ração.

É um peixe exigente, só atinge o tamanho e o vigor necessário em ambientes saudáveis, com água pura, bem oxigenada, de baixa temperatura (entre 13 e 17 graus C), cristalina e corrente.

No Brasil, a Truta Arco-íris foi introduzida no final da década de 40 com ovos trazidos da Dinamarca, ocorrendo principalmente nos rios serranos e criações das regiões Sul e Sudeste.

Há registro de que duzentas mil Trutas foram lançadas nos rios de Campos do Jordão em 1966, se reproduziram bem e são hoje uma atração para pescadores de todas as regiões.

Os equipamentos recomendados são os de classificação leve e ultra-leve, sendo que a modalidade pode ser a de bait casting ou o fly. No nosso caso, optamos pelo equipamento ultra-ligth (4 a 10lbs) com um pequeno molinete, linha fina e pequenos plugs e spinners.

O canivete é pra se ter uma idéia do tamanho das iscas.

Equipamentos montados, começamos a pescaria. Logo no primeiro arremesso, vi a Truta acompanhando a isca e depois dando o bote, mas infelizmente não fisgou. Novo arremesso, recolhimento constante com um pequeno spinner de cor amarela, verde e laranja e dessa vez o pescador leva a melhor. A bela Truta arco-íris, muito escorregadia, aparece pela primeira vez para os Loucos.

A Clara logo pega o jeito e também garante o seu exemplar.

A cada arremesso ocorria pelo menos uma ação.

A Truta é um peixe extremamente esportivo e voraz. Qualquer movimentação desperta sua curiosidade e ela vem atrás mesmo.

Fui testando diversas iscas e sempre com bons resultados.

Até na zarinha tivemos ação, mas as que foram campeãs em eficiência foram o pequeno rattlin e o spinnerzinho, ambos na mesma coloração.

Rattlin

Spinner

Esse tipo de pesqueiro tem uma característica muito peculiar, mas comum entre todos do mesmo estilo: não é permitido o pesque e solte.

A Truta é um peixe muito frágil e dificilmente consegue sobreviver após fisgada em ambiente artificial.

No Cachoeirinha, se você for almoçar, pode pescar o peixe que irá para o seu prato. Nada se compara a comer um peixe fresquinho.

Após vários peixes fisgados, o dia termina e chega a hora de se despedir.

Foi uma experiência muito interessante. A Truta é um peixe muito brigador e que proporciona grandes emoções na pesca com iscas artificiais e equipamentos leves.

Um abraço e boas pinchadas!

Imagens: Rodolfo Lenzi e Clara

Texto: Rodolfo Lenzi

E-mail: rodolfo@loucosporpesca.com.br

Truticultura Cachoerinha

Tel: (12)8123-7953

O pesqueiro e restaurante fica no caminho para o Horto Florestal, na estrada do Parque da Ferradura. Fica à aproximadamente 12 km do bairro do Capivari. É preciso andar uns 4 km de estrada de terra. É só ir seguindo as placas que indicam “Truticultura”.

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

8 Comentarios to “Pescaria de Trutas (Campos do Jordão) – 10/07/10”

  1. Marcinho disse:

    boa Rodolfo!!!!!!!!peixe maravilhoso ,verdadeiramente voraz né
    parabens, ha poucas materias sobre trutas nos sites
    valeu
    abrassssssss

  2. José Antonio disse:

    Bela matéria, depois de muito tempo sem acompanhar o site, gostei dessa, como moro perto de Campos do Jordão, vou experimentar esse tipo de pecaria, vlw!!

  3. Ficou muito boa a sua matéria Rodolfo, pena que só agora pude encontrá-la. Quem me deu a dica foi um amigo seu, Felipe, que esteve aqui hoje. Dê uma olha no meu blog. Vou colocar um link para o seu blog, que é excelente, parabéns. Atenção, o número do meu celular mudou: agora é (12) 9765-2819, agradeço se puder corrigir. Abraços.

  4. eder silva disse:

    ola muito boa materia!! parabens realmente poucos artigos sobre este tipo de pescaria!
    trabalhei varios anos neste pesqueiro tamebm sei um pouquinho sobre truta!! valeu parabens!!

  5. Cezar Shimizu disse:

    Atenção! o cel. mudou. Novo n.: (12) 9765-2819

  6. HELCIO disse:

    GOSTARIA DE SABER SE LA OS PEIXES PESCADO V CTEM QUE LEVAR. QTO PAGA PRA PESCAR? OBRIGADO.

  7. joel aparecido gallãqo disse:

    estarei ai para pescar em 10 e 11/09/12.
    me aguarde.

Deixe um comentario