Pesqueiro Lagoa dos Patos – 15/04/10

A Equipe Loucos por Pesca reuniu-se em peso no Pesqueiro Lagoa dos Patos para a gravação do segundo programa da TV LOUCOS! O resultado não poderia ser outro. Dezenas de brigas e objetivo cumprido com diversos peixes de couro e gigantes Carpas. Tivemos também um show de diversidade com 10 espécies fisgadas!

 

Olá amigos do Loucos por Pesca!

A vontade de fazer uma pescaria boa era muito grande e como era chegada a hora de gravar o segundo programa da TV LOUCOS, resolvemos aliar os dois objetivos e ir no Pesqueiro Lagoa dos Patos. Um lugar muito agradável, de rara beleza e repleto de peixes.

A equipe formada para essa missão foi forte. Tínhamos especialistas em diversas espécies e todos muito dispostos a travar grandes brigas. Para a pescaria de Carpas Cabeçudas, nossos carpeiros Márcio Giannico e Diego Oliveira vieram de Mauá. Oriundos de Mogi das Cruzes, os irmãos Edgard Paiva e Fernando Paiva estavam dispostos, juntamente comigo, a ir atrás dos peixes de couro e grandes carpas comuns e espelhos. Ainda tivemos a companhia do amigo Rafael.

Chegamos logo pela manhã e após sermos muito bem recepcionados pelo Marcos, grande amigo e sempre disposto a ajudar os pescadores, iniciamos a montagem dos nossos materiais como de costume. No decorrer da matéria explico um pouco como foi armado cada equipamento na busca pelas respectivas espécies.

No Pesqueiro Lagoa dos Patos a espera por ações não costuma demorar muito. Nos primeiros minutos de iscas na água, a varinha do Edgard deita, e um Pintado, que havia devorado a salsicha no fundo, aparece para nos dar as boas-vindas.

Uma bonita sequência de saltos revelariam em seguida uma bela Matrinxã fisgada pelo Diego na salsicha flutuante.

Levamos mais de 3kg de salsicha da marca Pena Branca, a qual flutua naturalmente, sem ser necessário o uso de qualquer tipo de artifício para o fim desejado. Ainda bem que apostamos nessa isca, pois foi nossa principal aliada na busca pelos peixes e que nos rendeu muitas fisgadas.

Salsicha boiando a cerca de 5 metros da margem e lá vem mais um peixe de couro esticando a linha. Briga bonita e o Márcio tira uma Pincachara da água.

Essa espécie é muito ativa no Lagoa dos Patos. Há uma quantidade incrível de peixes de couro nesse lago e é comum saírem muitos durante um dia de pescaria. Mais um ataca a salsicha flutuante e vem pra foto.

Armamos também equipamentos em busca das Carpas de fundo, espécies que também são muito ativas e alcançam tamanhos impressionantes. O Fernando foi o primeiro a tirar um exemplar, diga-se de passagem um grande peixe.

Para esse tipo de pescaria, podemos utilizar diversas iscas, sendo a salsicha de fundo, o pão, a ração e a massa Giannico, feita pelo nosso amigo Márcio, excelentes opções.

Novamente um rebojo no centro do lago e a linha estica. O Diego corre e garante mais uma Pincachara pro Loucos.

E dá-lhe vara envergando e molinete girando. O peixe sai tomando linha e a fricção canta bonito antes da minha vez de tirar uma Pincachara do lago esportivo. A isca usada foi a “matadora” salsicha flutuante.

Notei que algumas Carpas e Tilápias estavam subindo e resolvi cevar a superfície do lago com bastante ração. Armei um equipamento com bóia cevadeira e de isca 2 eva´s marrons e um caroço de azeitona no anzol de robalo. Não demorou muito e já garanti uma grande Carpa Espelho.

Enquanto eu tirava o peixe, a vara de fundo com salsicha envergou, e o Márcio juntou-se a mim para fazermos um dublê.

Hora de devolver os peixes à água e praticar a pesca esportiva como sempre.

Não estávamos nem perto da hora do almoço ainda e já tínhamos muitos peixes fisgados. Nosso objetivo era pegar as grandes Carpas e diversas espécies dos peixes de couro presentes nesse lago.

A vara com salsicha enverga, o peixe toma bons metros de linha enquanto o Márcio não chega para garantir a fisgada, e a briga denuncia a surpresa. Apesar de pequena, a Cachapira faz uma bonita festa.

A cena mais vista durante a manhã se repete. Você deve colocar o anzol direto na linha, sem chumbada, sem encastoado, girador ou qualquer outro tipo de material. De preferência linha fina, em torno de 0,35mm, e prender a salsicha no anzol. Lá vem rebojo forte e isca pra baixo.

A massa Giannico também funcionou muito bem para as Carpas de fundo. Em vários instantes flagrávamos o momento da puxada e a briga se iniciava. Felizmente vimos Carpas com a boca bem conservada e sem deformações causadas pelos maus tratos.

Vale ressaltar que em hipótese alguma podemos utilizar o alicate de contenção nessas espécies, pois elas tem a boca bem frágil e que se rasgam facilmente se penduradas por esse tipo de equipamento.

O Márcio pescava com três conjuntos para Carpa Cabeçuda e na hora do almoço foi o momento certo para uma das gigantes afundar sua bóia e sair tomando linha. Para quem pensa que essa espécie não briga, precisa ver a força da “rainha”. Aguardem o programa da TV LOUCOS nos próximos dias para ver a brutalidade desse peixe.

Foi uma “batalha” demorada e de muita paciência, mas felizmente o pescador levou a melhor e trouxe a robusta Cabeçuda para os seus braços. A massa usada foi de amendoim com essência de milho verde e a profundidade de cerca de 1 metro.

O Márcio demonstrou muito entusiasmo, mas ele não sabia o que viria pela frente ainda.

Após filmar essa briga  para vocês poderem conferir na TV LOUCOS, me deparei com minha vara embodocada e tomando muita linha. A salsicha flutuando resultava em mais uma fisgada.

Poucos minutos depois, outra puxada e mais uma Cachapira pro Loucos! Essa já um pouco mais crescida e capaz de render uma bela briga.

Do outro lado do lago, nossos companheiros faziam a festa tirando muitas Carpas Espelho na salsicha ou pão.

O Fernando também teve a oportunidade de brigar com uma Cachapira e trouxe a bigoduda pra foto. Esse peixe é muito bonito e se origina do cruzamento da Cachara com a Pirarara, o que não poderia resultar em outra coisa senão numa espécie das mais brigadoras.

Foi ele liberar o peixe, colocar outro minhocoçu e sua vara já estava toda envergada no suporte novamente. Dessa vez o peixe de couro era outro, Pincachara.

Uma das bóias de cabeçuda afunda com vigor, o peixe sai tomando linha desesperadamente e nos deixa empolgados. Eu e Márcio tentamos adivinhar o que tinha do outro lado, mas erramos em imaginar ser um Tambacu. A força era impressionante e foi bem difícil de conseguir ver o bicho.

Na primeira subida à superfície, uma gigantesca Carpa Cabeçuda se revela e deixa o experiente pescador com as pernas bambas. “O coração foi na boca agora” dizia empolgado.

Com muita paciência, fricção bem aberta como deve ser na briga com essa espécie, ele consegue tirar o peixe da água e a festa se completa.

Bela rainha com mais de 20kg, fisgada com massa caseira, essência de panetone e no antigo esquema de chicote. A altura foi de cerca de 1 metro e 20 centimetros de profundidade.

Na soltura, o grande peixe sai nadando bem tranquilamente e desfilando pelo lago.

Na parte da tarde, as Carpas Espelho predominaram.

Dublês foram muito comuns durante todo o dia. Não era raro termos até três varas puxando no mesmo instante.

A partir das 15 horas, os grandes Dourados apareceram e me trouxeram emoções e algumas frustrações. Foram exatamente 6 brutos que entraram na salsicha flutuante, um deles inclusive na batida, porém todos conseguiam quebrar a linha 0,40mm com seus poderosos dentes. Nem mesmo utilizando anzóis de haste longa consegui evitar a perda dos peixes. Quando decidi fazer um leader de linha 0,50mm, os danados não deram mais nenhum bote na isca, certamente percebendo a linha na água.

Chegava novamente a hora das rainhas. O Márcio vê sua bóia “rebolando” e afundando lentamente. Corre até sua vara e inicia mais uma briga de peso. Não deu outra, mais uma gigante do Lagoa.

O Diego, que havia decidido também montar um conjunto para tentar sua espécie predileta, é recompensado na sequência com outro lindo exemplar. Ao invés de afundar a bóia, o peixe correu um pouco com ela, mas já estava fisgado e pronto para dar alegria ao pescador.

Foi o dia das gigantes “rainhas” no Pesqueiro Lagoa dos Patos.

Nessa pescaria fisgamos muitas espécies, resultando em um dia com muita diversidade. Além das Carpas Espelho, também conhecidas como Húngaras, as comuns foram freqüentes.

Todos fisgamos muitos peixes e fomos fechando o dia com muitas fisgadas.

Para aumentar mais ainda a diversidade, fisgo um Pacu no fundo com fígado de boi, arremessando bem próximo à ilha.

O finalzinho do dia foi mesmo das grandes carpas. O Márcio pegou uma gordíssima, pois estava ovada.

O Rafael conseguiu tirar um dos Douradinhos da água. Como é belo este peixe e é impressionante a sua capacidade de nos deixar fascinados pelos seus incríveis e brutos saltos.

Foi uma pena que os grandões escaparam. Mas o importante é mostrar que o Pesqueiro Lagoa dos Patos tem muito peixe e todos com incrível saúde e disposição.

Para fechar nossa pescaria, mais uma “gorducha”!

Ainda tive tempo de pegar um grande Bagre Africano, que me surpreendeu pela briga boa. Essa vocês poderão acompanhar na TV LOUCOS que vai ao ar nos próximos dias aqui no Loucos por Pesca.

Guardamos nossas tralhas e voltamos pra casa muito satisfeitos com a bela pescaria e pelo agradável dia passado na companhia de amigos e de pessoas muito atenciosas e simpáticas, que são os funcionários do Lagoa dos Patos.

Aproveito para agradecer ao Marcos pela confiança depositada em nossa equipe e por nos permitir mostrar a vocês um pouco do que é esse paraíso localizado às margens da Rodovia Anhanguera, na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo.

Como forma de agradecimento também aos nossos fiéis leitores, abro espaço para o pescador Cleverson que fisgou dois gigantes em suas últimas idas ao Pesqueiro Lagoa dos Patos.

Fica a dica para quem não conhece ainda o pesqueiro. A proximidade com São Paulo e região de Campinas, o torna ainda mais uma excelente opção. Não deixem de ver essa pescaria no segundo programa da TV LOUCOS nos próximos dias!

Abração pessoal e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Equipe Loucos por Pesca

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

 

Pesqueiro Lagoa dos Patos

Marginal da Rodovia Anhanguera, km 50,5 / sentido Capital – Interior

Fone: (11) 4537-1198

www.pesqueirolagoadospatos.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

12 Comentarios to “Pesqueiro Lagoa dos Patos – 15/04/10”

  1. marcinho disse:

    Realmente foi um dia fantastico, daqueles pra guardar na memoria. Variedades incriveis de peixes fortes e brigadores, o companherismo foi essencial nesta pesca como sempre, como as açoes c estenderam praticamente o dia todo, era uma correria pra ajudar o companheiro e dar uma boa assistencia para tirarmos o peixe e fazer boas imagens. Um trabalho em eqpe resulta em grande sucesso. Vale ressaltar mais uma vez a estrutura do pesq lagoa dos patos e grande quantidade de peixes q habitam seus lagos.

    grande abraço
    valeu seu loucos

  2. Rafael(Limao) disse:

    Muito boa essa pescaria, tirando os 3 peixes de couro que perdemos eu e Fernando no minhocoçu, foi muito boa. Falto meu pintado que o Edgard não mando a foto mais tudo bem. Parabens a todos pelo companheirismo como disse o Marcio, um dia pra ficar guardado na memoria. E as carpas dando show como sempre.. Parabens a todos.

  3. Fabio Girardi Filho disse:

    Que lugar heim!
    Belissimos peixes, parabens a todos os LOUCOS pela pescaria!!!
    Abrçs!!!!!!!!!!!!!!

  4. Paulo Cesar disse:

    Parabéns,
    mais uma belissíma matéria, gostei demais,
    agora é só esperar pra conferir as imagens da
    da TV LOUCOS.
    Um abraço do Gordo…

  5. marcelo disse:

    Ainda nao tive a oportunidade de ir a este pesqueiro, parece ser estreito, enrosca muito com os pescadores do outro lado do lago?

  6. Renato disse:

    Parabens a todos ae, muito bom o pesqeiro., muitos peixes!
    abraços

  7. Oscar Limeira disse:

    Pescaria fenomenal como eu não via há um bom tempo. Quantidade muito grande de espécies hein, um record eu diria até. Vcs são fera.

  8. Pedro Paulo disse:

    Parabéns a todos que fizeram parte desse show de pescaria. Estou impressionado com o tanto de peixe e com os belos exemplares. Vou nesse fds ao Lagoa dos Patos pra conhecer. Abraços

  9. Vitor Valinhos disse:

    Pessoal gostei muito e decidi que será neste pesqueiro minha pesca no final de semana. Gostaria de saber qual dica de isca para os pintados pq sou fã deles. valeu

  10. Geraldo disse:

    Loucos estão cada dia melhores. Estou na expectativa pra assistir logo esse programa da Tv loucos ae. Parabens pessoal.

  11. Thiago disse:

    Parabéns pela belíssima matéria realizada pela equipe do loucos.
    Esse é meu primeiro post e quero dizer que o lagoa nunca me deixou na mão.
    Realizei uma pescaria lá no dia 28 de março, e peguei muitos redondos acima dos 15kg ,, tenho fotos para quem quiser conferir. Finalizei o dia com mais de 25 peixes fisgados.
    Moro à 5 minutos do lagoa e quem sabe numa proxima nao pescamos juntos.

    Parabéns à equipe LOUCOS….

  12. FERNANDO (NANDO) disse:

    NESTA MATERIA SÓ VI UMA FOTO DE PACU NESTA EPOCA OS TAMBAS É DEVAGAR KLEBER.

Deixe um comentario