Novo Anhanguera – 30/03/10

Voltamos ao famoso e tão falado Pesqueiro Novo Anhanguera em busca dos seus grandes peixes. O lugar não nos decepcionou e belos exemplares foram fisgados pela nossa equipe. Uma grande Cachapira foi a grata surpresa do dia e rendeu uma briga espetacular e muito inesperada! 

 

Eu (Fernando), meu irmão Edgard e meu primo Rafael, decidimos depois de muito tempo voltar ao que nós consideramos um dos melhores e também mais polêmicos pesqueiros do Estado de São Paulo: o Novo Anhanguera.

Para não enfrentar o trânsito das marginais paulistas, temos que sair de casa bem cedo. Pouco antes das 6 horas da manhã já estávamos na porta do pesqueiro e para não perder tempo, já que o pesqueiro fecha às 17h, resolvemos arrumar os equipamentos ali mesmo e esperar a abertura do portão.

Assim que abriu já rumamos para nosso lugar. Com as tralhas já armadas, só tivemos o trabalho de iscar e lançar. Mal arremessamos e já tinha peixe na linha. Meu primo Rafael garante o primeiro Tambacu da pescaria.

A pescaria de tambas no Anhanguera é muito curiosa, pois os bichos só beliscam a isca e dificilmente arrastam de uma vez. Então temos que estar sempre atentos para não perder a oportunidade. Após perder algumas fisgadas, acerto a mão e sinto que o peixe é bom. Depois de uma bela briga, um bonito Tambacu se entrega.

No Anhanguera, as modalidades de pesca são as mais variadas e, com o intuito de sempre mostrar para os leitores a maior quantidade de opções possíveis, arriscamos a pesca com pão na superfície e uma bela Capim aparece para o Loucos.

Na modalidade com salsicha flutuante, foram os Dourados que atacaram.

Dois belos exemplares do “rei do rio” garantindo o espetáculo com seus grandes saltos.

As Matrinxãs são extremamente vorazes e não queriam dar chance para outras espécies atacarem a salsicha. Muitas foram fisgadas com essa isca e registramos uma delas.

Mas os peixes de couro do Anhanguera são um prato cheio para a esportividade. Com equipamento leve, varas Rapala Bronze 8-17 lbs, carretilha Cronarch 101d7, linha 0,33mm monofilamento, a pescaria se torna interessante e muitas Pincacharas foram fisgadas com salsicha de fundo perto da margem.

Foram várias ações o dia inteiro.

Os ataques não cessavam e aproveitamos para fisgar muitas bigodudas.

O Edgard que gosta de uma boa briga com peixes de couro garantiu seus exemplares também.

Foi um verdadeiro massacre dessa espécie. Uma sequência absurda de fisgadas.

Até um piau foi pego dessa maneira. Quando vimos a vara envergando, acreditamos ser mais um peixe de couro, mas logo vimos que a pegada era bem mais leve. 

Tivemos a infelicidade de perder três peixes que pareciam ser de maior porte. Eles se enroscaram com a linha dos pescadores do outro lado e escaparam após grandes e violentas puxadas. Isso acontece e continuamos a pescaria.

Uma bela surpresa ainda viria para nos alegrar. O Edgard estava terminando de tirar uma matrinxã, eu fui abaixar na margem para soltar o anzol da sua boca ali na água mesmo, afim de poupá-la de maior desgaste, quando algum peixe bem grande deu o bote. Levei um susto e percebemos que agora a briga era com outra espécie, bem mais violenta e forte. A varinha envergou fortemente e o Edgard reforçou a pegada, iniciando assim uma grande briga. O peixe tomava muita linha e demorou para dar sinais de cansaço, mas quando o fez deixou os pescadores com um sorriso de satisfação. Uma bela Cachapira vem para os braços do Edgard.

Essa valeu a pena! Muito brigadora, a bigoduda gerou momentos de felicidade e adrenalina.

Esse fato espetacular é uma das coisas que tornam a pescaria um esporte fantástico. Uma surpresa dessas é de deixar qualquer um “louco por pesca”. Conversando com funcionários do pesqueiro, eles disseram que os grandes peixes de couro do Anhanguera fazem essas investidas com certa frequência ali perto da margem. 

Mais alguns tambas foram fisgados com massa ou pão de fundo.

Tivemos muita ação nesse dia. Pena que ele rapidamente foi passando e trazendo a hora de ir embora. Junto veio o gostinho de “quero mais”.

Depois desse belo redondo do Edgard, ainda tive a oportunidade de fechar a pescaria com outro Tambacu brigador.

Tivemos que retornar ao nosso ponto de partida, satisfeitíssimos pela ótima pescaria, quantidade e variedade de peixes fisgados nesse ótimo pesqueiro pertinho da capital paulista.

Obrigado a todos!

Imagens: Fernando Paiva e Edgard Paiva

Texto: Fernando Paiva

E-mail: fernando@loucosporpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

22 Comentarios to “Novo Anhanguera – 30/03/10”

  1. Edinho disse:

    Bonita Cachapira hein?! e do jeito que foi fisgada então, até parece conversa de pescador!!! hehe

    Abraços galera!

  2. ygor "fire ball" disse:

    caraca…loko heim…irado…só peixe predador…queria ver a cara do dye encarando aquela fera…parabéns a todos….continuem assim….sempre preservando as espécies…

  3. felipe disse:

    fala aee fernando e edgar blz?

    como eu faço pra chega nesse pesqueiro, pois consultei o link pesqueiros e lah nao tem.

    abraço e parabens pela pescaria.

  4. Limao(Rafael) disse:

    Boa pescaria, tirando uma durmidas foi muuuito boa, muita variedade mesmo. Essa cachapira ja rendeu boas historias.. rarraarara.. Mais é tudo verdade comprovei isso com meus olhos.. Abraços e ate a proxima.

  5. Kauan Giglio disse:

    Beleza de materia, faz muito tempo que não via noticias do novo anhanguera, mas ja vi que continua a mesma coisa, saindo bons peixes !

    abraços e parabéns

  6. Fábio disse:

    Bela pescaria, parabens a todos…
    destaque para a grande bigoduda parabens ai
    abraçs!!!

  7. marcinho disse:

    hehehehehhe peixe bom pra td quanto e lado hein
    muito boa materia irmaos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    parabens
    abrasss pro rafael

    abrassssssssss

  8. Diego Oliveira disse:

    eae galera esses irmãos quando tão junto é so peixão, dourado, cachapira belos peixes arrebentaram showw bela materia manos.
    Ps: continuo na msm opnião como vcs escreveram : pesqueiro polemicooooo rsrs…

    abrass…

    Diego Oliveira ” Loucos Por Pesca “

  9. Diego Larrosa disse:

    Amigos, gosto muito do Site, estou sempre acompanhando vcs em suas belas e emocionantes materias, mas essa eu não gostei, pois eu odeio esse pesqueiro, muito ruim msm, tudo , lago , atendimento, e os pescadores que la frequentam, mas peixe tem msm, foi uma unica vez para nunca mais ir, nada contra vcs , eu adoro o site, mas um conselho para quem vai conhecer o lugar, se prepare para ser muito, mas muito mau atendido, e ainda ter sangue frio para não jogar certos individuos dentro do lago.

    Abraço,para toda equipe loucos.

  10. Fernando de Paiva disse:

    Diego Larrosa relax man, quando fui as primeiras vezes lá ficavamos igual a vc, indignado. Mas fomos deixando pra la tudo isso ai que vc disse, e indo so na espera de bons peixes, sem se importar com atendimento, comida e etc.. E peixe tem e é isso q vale, vamos combinar uma pescaria lá e ir atras do gigantes!!!!

    Deixo uma dica aki pra vc, retorne la com a “cuca” fresca e aproveite os peixões!!!
    E obrigado pelos seus comentarios ai sempre presentes!!!!

    Abraçoss a todos!!!

  11. Jéssica disse:

    Que legal…parabénsss!

    =)

  12. Levi disse:

    Postem as iscas mais usadas pra orientar a galera.
    Muito boa a pescaria.. meus parabens!

  13. Marcelle disse:

    Aeee que pescaria mais legal!! Só peixão grande! Pena que o Limão não foi tão bem assim! hahaha…..brincadeirinha! Beeijos.

  14. Fernando de Paiva disse:

    Levi, as iscas mais usadas no nvo anhanguera e que costumam dar melhores resultados são: Salsicha ( fundo ou flutuante), Massa do pesqueiro, Minhocoçu e Filé de peixe!

    É isso!!!

    Abraços e boas pescarias!

  15. Paulo disse:

    Eu concordo com o Diego, existem outros pesqueiros, q possuem a mesma quantidade de peixe, Peixes de = ou maior porte, variedades… e nem por isso o dono do pesqueiro é um nojento, que só pensa em dinheiro, não ta nem ai com as pessoas que dão o dinheiro a ele…pois colocar aqueles individuos para atender, um atendimento nota -1000000000….e mais uma coisa que me incomoda muito, o PRIVILÉGIO que existe de forma que nunca vi igual…os amigos do Jorge, podem ate defecar no lago que ele nao ta nem ai…os que nao conhecem, ham…

    Eu so a favor do boicote a este pesqueiro, e ja fiz e ja fizeram minha cabeca, que só vai mudar quando nos unirmos, contra este tipo de pesqueiro que nunca poderia existir…Eu acompanho muito o site de voces, e peço que nao divulguem este pesqueiro, deixem cair no esquecimento, ai depois de muito tempo voces voltam la, se mudou, ai sim voces facam uma reportagem mostrando a beleza do pesqueiro, enquanto continuar a mesma coisa por favor, nao façam mais.

    Parabens pelo site e reportagens, mais por favor, sem anhanguera…

    PS: Se alguem estiver afim de ir ate la pra jogar o Jorge no lago, por favor me chamem, eu juro que sou o primeiro a chegar…

    abracos..

  16. Diego Larrosa disse:

    Amigo Paulo, simplesmente sensacional ! concordo com tudo que vc disse, como eu queira jogar o japa no lago, kkkkkkkkkkkkkk, eu tenho uma historia que relata bem essa parte de privilégios aos amigos do japa.

    Sou uma pessoa que por onde passo faço amizade fácil e sempre tenho amigos e parceiros nos pesqueiros que freqüento. bom sou freqüentador acidou do Taquari, num sábado como de costume cheguei na porta do pesqueiro por volta das 6 da manha.

    5 minutos depois chega meu amigo Adilson, papo vai papo vem e surge o Assunto pesqueiro Anhanguera, ai que o Sr. Adilson me contou uma historia absurda que só poderia acontecer nesse lixo de pesqueiro, vou relatar agora para que pescadores desavisados não passem essa humilhação.

    O Sr. Adilson foi ao tão falado Anhanguera, chegou no pesqueiro cedo e durante a semana , ate ai tudo bem, entrou tranqüilo e iniciou sua pescaria, bom dali 1 hora chega 2 pescadores, se sentam ao lado só Sr.Adilson , Detalhe o pesqueiro estava vazio, mas os caras tiveram a moral de sentar do lado, pois ali se tratava de um lugar disputado pelos amigos do japa, bom o tal pescador começo a jogar a linha encima do Sr. Adilson, em cima mesmo, e assim e lógico atrapalhando a pescaria do Sr. Adilson, bom resumindo o cara toda hora jogava em cima dele, e o pesqueiro vazio , ate que depois de 30 minutos de pescaria o Sr. Adilson já nervoso vira pro cara e fala ( amigo qual o motivo de vc estar fazendo isso?, o cara vira e responde , Esse lugar ai e meu, vou jogar ai e não quero nem saber, olha eu falo uma coisa o Sr. Adilson foi muito cavalheiro ao não jogar o cara no lago, ai educadamente o Sr. Adilson chamou um funcionário do Pesqueiro e pediu educadamente para o funcionário conversar com o tal pescador e assim deixar o Sr. Adilson pescar, em Paz.

    Agora pasmem sabe oque o funcionário fez? deu um tapinha nas costas do Sr. Adilson e disse o seguinte! e melhor o Sr. trocar de lugar pois acho meio difícil ele sair dai, pois ai e o lugar dele, bom não preciso falar mais nada, o Sr. Adilson educado como e , pegou as tralhas e foi embora., façam vcs a analise disso, não preciso falar nada, mas uma coisa eu digo, isso comigo não acontece, pois o dia que acontecer amigo…………………, bom sucesso a todos.

    Diego Larrosa

  17. Paulo disse:

    Ah mais alguma duvida???

    Essa historia eh um ótimo relato sobre esse tal pesqueiro…caso acontecesse comigo, o unico peixe q eu ia pega era esse tal kara q keria ficar aonde eu estava…

  18. hiromi disse:

    na minha opinião, se teve vontade de jogar o cara no lago, eu nw perdo tempo, outra nw gosto do local não vou mais, e pronto. Não fico falando mal do local, o japa deve tá cagando e andando, frequento lá porque é perto e tem peixes bons, pronto quanto menos pessoas melhor pra mim tb, se comprar o pesk eu fecho só pra mim,

  19. ALEXANDRE SAPATEIRO disse:

    APÓS PERDER MEU TEMPO LENDO O Q ESTES DOIS SUJEITOS ” PAULO E DIEGO ” ESCREVERAM,… PUDE VER Q É MELHOR MESMO Q PESSOAS COMO VCS NÃO IREM NO PESQUEIRO LÁ É AMBIENTE FAMILIAR , ALIAS É UM FAVOR NAO IR MESMO E TEM MAIS ESTA PROIBIDO FAZER MATERIA LÁ , O PUBLICO CATIVO Q TEM JA ESTA OTIMO NAO PRECISA DE MAIS NADA , PORTANTO … TEXTOS COMO ESSE SÓ ME FAZER RIR E PODEM ACREDITAR O DONO DO PESQUEIRO ESTA RINDO TAMBEM , ENQUANTO TEM COITADO PREOCUPADO EM FALAR MAL DE LÁ , NA QUARTA FEIRA DE FERIADO FOI O RECORD DE PUBLICO , ….VAMOS PENSAR ? SERÁ Q É TÃO RUIM COMO OS DOIS MOCINHOS FALARAM ?

    ME DESCULPEM SE ME ESTENDI MUITO MAS FOI SÓ UM DESABAFO

    ABRAÇOS

    ALEXANDRE SAPATEIRO ‘ vip no anhanguera “

  20. Diego Larrosa disse:

    Hahahaha, tem que ser vc ne Sapateiro????????????, otimo então, e verdade deixa como esta, vc e Vip ne?, abraço,

    Saude e sucesso sempre.

    E logico torcer para eu não te encontrar novamente num pesqueiro.

  21. Kleberson Leite disse:

    Esse sapateiro é aquele que vai todo final de semana no Anhanguera e quando vai em outro pesqueiro só pega tilápia?
    Esse kra eh aquele que foi no Tio Oscar e não conseguiu pegar um peixe de mais de 2 kg?
    Eh esse ai que fala que o Anhanguera é o melhor pesqueiro do mundo?

    Não, só pra saber…

    Não tenho nada contra o Pesqueiro, mas contra aqueles que se consideram os “manos”, como é o caso do nosso amigo Alexandre… esses sim da raiva

  22. Rodrigo disse:

    Eu não conheço esse pesqueiro , mas confio na opnião da maioria dos amigos que comentaram aqui , se fosse um bom lugar , ninguem perderia seu tempo falando mal dele . No 42 da castelo branco tinha um assim , era o pesqueiro maravilha , o dono tbm era um japones (nada contra ) certa vez eu cheguei 5 da manhã para pegar um bom lugar e quando estou pescando , la pelas 9 da manhã , me chega um cara dizendo que o lugar era dele eu me recusei a sair , ele chamou o dono que me disse que devolveria meu dinheiro se eu fosse embora , eu disse que não era pelo dinheiro , que ia ficar até a hora que eu quisesse . Eles me olharam feio e saíram , nunca mais fui la , hoje o pesqueiro tem outro nome , mas não sei se é do mesmo dono . Vamos divulgar esses lugares que não respeitam os frequentadores para que pessoas de bem , que querem se divertir não caiam nesses lixões !!!

    Abraços á todos

    Rodrigo

Deixe um comentario