Hotel Fazenda Paraíso – 11 e 12/12

Fomos convidados pelo proprietário deste agradável hotel fazenda para conhecermos sua estrutura e comprovar a grande quantidade de peixes presentes nos lagos. Ao término da nossa estada só tivemos uma certeza, o local é excelente para uma boa pescaria em família e garantia de ações o dia inteiro.

 

Olá amigos!

Em busca de novos pontos de pesca e de atender a todos os tipos de pescadores, fomos fazer uma matéria no Hotel-Fazenda Paraíso – Ana Dias localizado no município de Itariri-SP.

O grupo se formou entre família, eu (Kleber), minha irmã (Gláucia) e meu cunhado (André). Saimos de Campinas-SP no final da tarde e chegamos no hotel por volta das 23 horas de sexta-feira. No final da matéria está a explicação detalhada de como chegar.

Logo fomos recepcionados pelo simpático e atencioso Joel, novo proprietário do hotel-fazenda e que há oito meses vem fazendo diversas melhorias no lugar. Ele nos apresentou nossos quartos imaginando que desejaríamos dormir imediatamente para descansar, mas não é a toa que o nome do nosso site é “Loucos por Pesca”. Armamos os equipamentos ali mesmo nos chalés e descemos em busca das primeiras ações do final de semana.

Ficamos em frente ao restaurante, no lago principal. Com ótima iluminação nem precisamos acender o lampião e ficamos bem acomodados para iniciarmos a pescaria.

Nesse lago há muita variedade de espécies, como:  Tambacus, Pacus, Matrinxã, Curimba, Piau, Tilápia, Dourado, Tucunaré, Pintado, Jurupensen, Carpas.

Em poucos minutos deu para perceber que não teríamos descanso por parte dos peixes. Inicialmente foram os “redondos” que atacaram nossas iscas.

Usamos minhocoçu, lesma, salsicha e tivemos ações em todas.

Os ataques são muito freqüentes, não ficávamos mais que cinco minutos sem fisgar um peixe.

O André armou um equipamento com bóia torpedo e iscou um pedaço de pão. Durante a noite inteira vimos constantemente o luminoso da bóia afundando e as fisgadas denunciaram a presença das matrinxãs.

Ele fisgou pelo menos 10 exemplares dessa forma. Era jogar o pão que as esfomeadas apareciam.

Minha irmã estava adorando a pescaria devido ao grande número de ações, coisa que não é muito comum nos pesqueiros que estamos acostumados a freqüentar. Empolgada, ela também tirou vários peixes, mas ainda estava tímida para tirar fotos e segurá-los.

Os peixes não são de grande porte em sua maioria, mas a quantidade de ações compensa esse fato. Com um equipamento bem leve nos divertimos bastante.

Quando resolvi testar a ração na pinga de fundo, as ações aumentaram mais ainda. Duas vezes não tive tempo nem de colocar a vara no suporte e já senti a pegada dos tambas.

E foi assim a noite inteira, iscas na água e peixe na linha.

Depois de pegar muito peixe resolvemos descansar para o dia seguinte.

Pela manhã, o senhor Joel nos aguardava com um delicioso café da manhã.

O café está incluso nas diárias e é servido com pães, frios, frutas, bolos, geléias, leite, café e sucos. Excelente pedida para começar bem o dia.

Em seguida, fomos conhecer as dependências do hotel. 

Tudo cercado por muita natureza e com um cuidado especial.

O Hotel-Fazenda Paraíso conta com 6 lagos, sendo 5 para a prática da pesca esportiva e um no sistema pesque-pague.

Todos os lagos estão repletos de peixes, sendo que em um deles o senhor Joel está criando alevinos já pensando no futuro também.

Abaixo está o lago principal, onde fizemos a pescaria na noite anterior.

O restaurante é muito bonito, tem um estilo rústico bem charmoso.

Vou mostrar agora as acomodações. São diversos quartos e chalés com dois tipos de disposições para atender a necessidade dos hóspedes.

Com cama de casal e beliche para as famílias ou apenas beliches para grupos de pescadores.

Todos equipados com frigobar, chuveiro com água quente, armários, roupas de cama e banho.

O hotel possui piscinas adulto e infantil.

O Fabiano, funcionário do hotel-fazenda, jogou um pouco de ração com a mão no lago e pudemos presenciar uma cena espetacular. Dezenas de peixes se alimentando com voracidade faziam a água ferver. Você poderá acompanhar um pouco desse momento no vídeo abaixo.

Iniciamos nossa pescaria atrás desses peixes famintos na seqüência e a Gláucia foi a primeira a fisgar.

Armei uma vara bem leve e comecei a cevar no meio do lago. Muitos peixes comiam a ração em questão de segundos e dessa maneira fisguei muitas matrinxãs.

Resolvi arriscar algumas pinchadas pelo lago e com um spinner peguei mais alguns exemplares dessa espécie que dá diversos saltos.

A pescaria de tambas continuou muito boa durante o dia.

Finalmente minha irmã perdeu o “medo” e resolveu segurar um dos seus peixes.

Este hotel-fazenda é o lugar ideal para quem quer iniciar na pescaria. Um ambiente familiar e muitos peixes ativos tornam o cenário perfeito para um bom final de semana entre pais e filhos.

Sairam muitos peixes na faixa dos 3kg e as vezes apareciam alguns maiores. Nesse lago existem exemplares até 8 kg, porém são um pouco mais difíceis de sair.

O senhor Joel nos convidou para o almoço e já sabedores de sua fama de bom cozinheiro fomos experimentar a refeição. Ele já foi chef de diversos restaurantes inclusive, mas quem preparou as refeições nesse dia foi outro funcionário, o Manuel.

Posso garantir que os hóspedes passam muito bem por aqui, as comidas são excelentes e muito bem preparadas. Nos serviram frango no bafo, feijão preto, arroz e salada.

Estava tudo excelente e o difícil foi voltar a pescaria depois. O Joel nos ofereceu redes para descansar, uma oferta tentadora, mas como sempre preferimos voltar as atenções para o lago.

O André foi fazer uma das melhores pescarias que o hotel oferece, a com varas de mão.

Dessa maneira, sentado à sombra de uma bela árvore, ele fisgou diversas espécies, abrindo com os Curimbas.

Foram dezenas de curimbas que entraram, todos na massa.

Muitas Tilápias também apareceram.

Era uma fisgada atrás da outra.

Até um Pacuzinho atacou sua isca.

E para finalizar a grande diversidade proporcionada pelas varas de mão, foi a vez dos Piaus.

Na vara que coloquei salsicha no fundo, foram várias ações a tarde inteira também.

Um Pacu atrás do outro na ponta da linha.

No final da tarde, o tempo fechou e uma chuva forte caiu por alguns minutos. Foi o momento certo para o André pegar um bonito Tambacu.

Ficamos ali mesmo no restaurante, à beira do lago, esperando a chuva passar e a noite cair, para iniciarmos nossa última pescaria noturna. Enquanto isso, fizemos um delicioso churrasco e na seqüência degustamos uma maravilhosa costela no bafo, que o Joel estava preparando com muito carinho desde o ínicio do dia.

Como a chuva persistiu por um bom tempo, após pegarmos alguns peixes resolvemos voltar para o quarto.

Assim como na noite anterior, as ações foram constantes. Resolvemos arriscar mais nas bóias torpedo com minhocoçu dessa vez.

Levamos boa variedade de iscas e simplesmente todas elas funcionaram.

Fomos para o merecido repouso e logo a chuva deu uma trégua.

Acordamos dispostos para mais um dia de pescaria no domingo, mas infelizmente o tempo não colaborou. Mais uma vez estava chovendo e resolvemos então arrumar nossas coisas e voltar para nossa cidade.

Queria agradecer a toda a equipe do Hotel-Fazenda Paraíso pelo excelente atendimento que nos deram nesse final de semana. Pessoas muito educadas e dispostas a ajudar. Obrigado seu Joel, Manuel e ao Fabiano, este último que estava de folga no domingo e não esteve presente em nossa foto.

Para chegar no hotel é muito fácil.

Descer pela Rodovia dos Imigrantes e acessar a Rod. Padre Manoel da Nóbrega sentido Peruíbe, passando pelas cidades de Mongaguá, Praia Grande. Você vai passar pela entrada de Peruíbe e no km 356 entrar a direita no posto de gasolina Petrobrás para retornar ao outro lado da pista, onde fica o bairro de Ana Dias. A partir desse ponto é só seguir reto que logo terão as placas indicando o hotel-fazenda.

Esta foi mais uma das matérias que realizamos atendendo a diversos pedidos de pescadores que queriam boas opções para pescarias em família, num ambiente tranqüilo e com muito contato com a natureza.

Abraços a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, André Billi e Gláucia Sanches

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

 

Hotel-Fazenda Paraíso Ana Dias

Bairro Ana Dias, Itariri-SP. Acesso pelo km 356 da Rod. Pe. Manoel da Nóbrega.

Tel: (13) 3416-8488 – (13) 9600-5398 – (11) 9819-3462

www.hotelpesqueiroanadias.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

16 Comentarios to “Hotel Fazenda Paraíso – 11 e 12/12”

  1. mateus aurelio disse:

    alem desses peixes apresentado existem peixes de couro lá?

    e grandes exemplares de tambas?

  2. Kleber Sanches disse:

    Mateus, tem peixes de couro nesse lago também sim. Infelizmente não conseguimos fisgar nenhum, mas eles estão por lá. O proprietário nos disse que existem tambas até 8kg no lago principal. Abraços

  3. Jorge Trevizo disse:

    Parabéns a equipe pela bela matéria, muito completo e com todas as informações que precisamos. Eu sentia falta de uma pescaria desse tipo no Loucos por Pesca também, até pq acredito que além de mim existem muitos pescadores que adoram uma boa fisgada na varinha de mão. Valeu pessoal.

  4. Breno Lortezan disse:

    Fiquei com muita vontade de conhecer esse hotel, tanto pelos peixes que parecem muito ativos realmente quanto pela comida que me deixou com água na boca rsrs Vou entrar em contato pelo telefone. Ótima dica, valeu.

  5. Gabriel Mattos disse:

    Putz, pra mim não tem pescaria melhor que essa. Equipamento light e briga boa com os pacus. Gostaria de saber o valor das diárias para conhecer o hotel paraiso.

  6. Pedro George disse:

    Muito obrigado Kleber e equipe. Fui um dos que pediu bastante por e-mail sobre esse tipo de matéria. Sempre vou pescar com minha esposa e agora quero introduzir nosso filho pequeno na pescaria! Pra melhorar fica perto da praia rsrs ficou perfeito. Vcs são nota 10.

  7. Andre disse:

    Bastante peixes…. e lugar muito bonito…. Parabéns por descobrirem mais uma opção para nós.

    só uma pergunta: É impressão minha ou os pacús e tambacús estão com as costas quadradas.??? rsrs

  8. FELIPE disse:

    kleber os pacus e tambas desse hotel fazenda são um pouco deiferentes dos de outros pesqueiros, sao meio que “quadrados”. mais valeu, muitos peixes para a foto
    flw abraço

  9. Kleber Sanches disse:

    Gabriel, para saber referente a valores de diária entre em contato através dos telefones colocados no final da matéria. Abraços

  10. Kleber Sanches disse:

    André, não é impressão não. Alguns peixes realmente tem esse formato diferente. Abraços

  11. Diego Oliveira disse:

    eae galera olha só os loucos mostrando mais uma boa opcão para uma bela pescaria, e parabéns pela materia ficou showw muita variedade isso ai.

    abrass…

    Diego Oliveira ” Loucos Por Pesca “

  12. Edson (bugrino) disse:

    Os caras foram atrás dos quadrados!!! heheh…bela pescaria!
    Parabéns!

  13. Marcinho disse:

    ja tive a oportunidade de conhecer este pesq(hotel)mais nao pesquei, realmente o lugar e fantastico

    parabens seus loucos, por mostrar uma bela opçao de pesca no pé da jureia hehehehehehe

    abrasssss

  14. Fernando de Paiva disse:

    Mtoo bom Klebão mais uma bela opção, pra quem quer relaxar com a família, mostrando que o Loucos se preocupa com a vontade dos leitores.

    Abraçosss a todos!!!!

  15. daniel almeida disse:

    Lugar show

  16. Ariel disse:

    Parabéns ao Kléber, ao André e a Gláucia. Belos peixes.
    Realmente é um Paraiso esse Hotel Fazenda e ainda vendo o vídeo….é de dar inveja (nem precisa falar da comida né!?) .
    =)
    Pesca Tilápias com Varas de Mão é bom de mais, Piau então nem se fala hein!?

    Abraços a todos e boas pescarias.

Deixe um comentario