Pesqueiro Lagoa dos Patos (noturna) – 24/10/09

Nossa equipe foi convidada pelo Pesqueiro Lagoa dos Patos para a realização da sua tradicional pescaria noturna e fomos conferir o evento. Muitos pescadores presentes, novas amizades e muitas brigas pra contar desta pescaria que mais uma vez contou com a receita dos Loucos por Pesca. Descobrimos também uma nova espécie que habita o lago. 

 

Quando marcamos uma pescaria no Lagoa dos Patos, a expectativa já é muito grande, mas quando se trata de uma noturna, a ansiedade fica ainda maior e os dias que antecedem demoram muito a passar. Foi assim a semana inteira.

Finalmente chega o tão esperado sábado. Às 16 horas encerro meu expediente em mais um dia de trabalho e começo os preparativos. A tralha já está toda arrumada, confiro mais alguns detalhes, mania esta que me acompanha há anos. Minha filha Lillian e o companheiro Diego embarcam comigo nessa viagem e exatamente às 17h seguimos para o pesqueiro Lagoa dos Patos.

Com o trânsito parcialmente livre, fazemos uma viagem tranqüila e uma hora depois chegamos ao nosso destino. Fomos recepcionados pelo Marcos, batemos um papo de como andava a pesca por lá, e tivemos a informação de que na diurna havia saído muitos peixes. Logo depois que nos instalamos, alguns pescadores que estavam indo embora nos relataram que pegaram mais de 20 dourados, todos com iscas vivas. Parecia que teríamos uma pescaria noturna com bastante ações.

Abaixo algumas imagens que antecederam nossa pescaria. 

Minha filha Lillian contemplando a beleza do lago de pesca esportiva.

Churrasqueiro preparando os espetinhos que são vendidos na pescaria noturna.

Lago principal onde foi realizada a pescaria, e ao fundo a Rodovia Anhanguera.

Momentos antes de começar, já podemos notar grande movimentação de pescadores chegando e arrumando seus equipamentos.

Vamos a pesca finalmente!

Comecei com dois conjuntos para Carpa Cabeçuda e um com salsicha de fundo para tentar fisgar principalmente os Pintados e Cacharas. Diego também arma dois materiais para Carpas e um de fundo com chicote e dois anzóis. As iscas usadas por ele nesse equipamento foram manjuba e salsicha.

Neste chicote, que estava a menos de cinco minutos na água, foi onde tivemos a primeira ação da pescaria. O Pacu não resistiu a manjuba e depois de uma boa briga, ainda de dia, ele apareceu.

Lillian também vai pra foto com o peixe.

Logo que escureceu, Diego observou vários toques em uma de suas bóias de cabeçuda, que em seguida sumiu. Já na fisgada ele percebe que não era Carpa, e desconfia que tinha um “redondo” na ponta da linha. Dito e feito, um Pacu vem pra foto.

Pacu fisgado na massa Cordeiro branquinha com essência de morango.

Na seqüência uma paradeira geral. Diego decide trocar o chicote por uma salsicha flutuante e “acerta na mosca”, quer dizer no Pintado. Um belíssimo exemplar na faixa de 10 kg não resistiu a isca boiando e veio para esquentar a pesca.

A jovem pescadora mais uma vez quis segurar o peixe e já deu mostras de um futuro promissor.

Para mim continuava na mesma, pescaria totalmente parada e sem ações. Percebi que teria que fazer algo, mas na verdade já estava feito e guardado na mochila. Como uma carta na manga, pego a Massa Giannico, abro mão de uma vara de cabeçuda e inicio as buscas. 

Nossa pescaria engrenava de vez, com uma bela seqüência de fisgadas.

A massa novamente foi o diferencial na pescaria de fundo.

Muitas ações de Carpas Espelho. Foram vários exemplares que não resistiram a nossa massa caseira, a qual já passamos a receita para vocês aqui no site.

Acesse o link abaixo e experimente fazer essa massa para levar em uma de suas pescarias. Sempre que tivemos dificuldade num dia, ela nos salvou e rendeu muitos exemplares na ponta da linha.

http://loucosporpesca.com.br/wordpress/?p=1488

E as ações não cessavam. Era mandar a isca pra água que as Carpas vinham famintas para sugá-las.

Foi uma sequência realmente incrível, muitas Espelhos fisgadas, e a pescaria continuava a todo vapor.

Muitos leitores do “Loucos por Pesca” estavam participando desta noturna e todos pegaram muito bem. Um deles fisgou uma bonita Pincachara e nossas lentes registraram este momento.

Logo depois, minha vara que estava com salsicha de fundo à 5 metros do barranco, deu um forte tranco e logo embodocou. Uma fisgada certeira e a briga começava. O peixe quase atravessou o lago, mas confiante no material, travei o bicho e logo ele cansou. Quando estava na margem, percebi um peixe um pouco diferente. Suas listras não acusavam ser uma Cachara nem mesmo uma Pincachara. Quando tiramos ele da água, fomos perceber que se tratava de um belo exemplar de Caparari, fato curioso já que nem sabíamos da existência dessa espécie no Lagoa dos Patos. Comprovando mais uma vez a incrível diversidade que lá se encontra.

Aproveitando a situação, vamos apresentar essa espécie a vocês leitores.

Nome popular: Caparari

Nome Científico: Pseudoplatystoma tigrinum

Família: Pimelodidae

Ordem: Siluriformes

Distribuição: Bacia Amazônica

Habitat: Pode ser encontrada em vários tipos de habitats como matas inundadas, lagos, canal dos rios e praias.

Alimentação: Espécie piscívora, dieta predominantemente de peixes menores.

Reprodução: Realiza migrações de desova rio acima durante a seca ou início das chuvas.

O Caparari é um peixe de couro. Espécie de grande porte, uma das maiores do gênero, podendo alcançar mais de 1,30m de comprimento total, e pesar 35 quilos. O corpo é alongado e roliço; a cabeça grande e achatada. A coloração é cinza escuro no dorso, clareando em direção ao ventre, sendo esbranquiçada abaixo da linha lateral.

Pode ser separada das outras espécies do gênero pelas manchas pretas irregulares, como de um tigre, que começam na região dorsal e se estendem até abaixo da linha lateral. Mas o Caparari apresenta um estreitamento da cabeça e o desenho em cruz na região frontal, que o diferencia das outras espécies do gênero, como o Pintado (Pseudoplatystoma corruscans) e a Cachara (Pseudoplatystoma fasciatum) .

Com esta surpresa, fechamos a pescaria com chave de ouro, e provando mais uma vez que o Pesqueiro Lagoa dos Patos habita em seu tanque de pesca esportiva uma grande variedades de espécies. Peixes muito saudáveis e muitos exemplares de bom tamanho.

Agradecimento ao Marcos pelo convite e grande receptividade novamente.

Aliás, ele nos relatou na saída que vários Pintados e Tambacus foram fisgados nessa noite em outros pontos do lago, inclusive um exemplar de 24kg.

Em breve, com certeza a parte da nossa equipe que é aficcionada pela pescaria de tambas estará presente atrás desses gigantes.

Abraços e vamos pescar seus loucos!!!

 

Imagens: Márcio Giannico, Lillian Giannico e Diego Oliveira

Texto: Márcio Giannico

E-mail: marcio@loucosporpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

14 Comentarios to “Pesqueiro Lagoa dos Patos (noturna) – 24/10/09”

  1. Felipe Brussi disse:

    Pow que show a materia e a pescaria noturna lá no lagoa em…parabens aos loucos e muito do hora esse Caparari em…quero ir lá só pra pegar um desse rsrsrsrs….abraços

  2. Marcinho disse:

    valeu Felipe, hehehehe
    c viu q louco esse peixe
    grande abrassss

  3. Rodolfo Lenzi disse:

    ê massa matadeira, hein?

  4. Marcinho disse:

    hehehhehehe rodolfo pega muito

  5. Marcos disse:

    Na verdade nem nós sabiamos da existencia desta espécie no Pesqueiro rs, ele deve ter vindo no meio de alguma carga de peixes de couro.

  6. Edinho (bugrino) disse:

    Bacana esse peixe hein?! Será que em breve encontraremos mais deste peixe por ai???

    E o que é essa massa hein?! Garantido várias pescarias boas e quase rendeu um título para um leitor que tava participando de um torneio….

    Na próxima pescaria eu levo a massa….hehe

    Parabéns loucos!

  7. Marcinho disse:

    hehehe Marcos mais um do lagoa hein, nunca tinha visto este peixe em pesqueiro, muito bom mesmo, muito bruto , puxou muito atravessou foi emf rente ao restaurante hehehe bicho bravo

    abrasss

  8. Marcinho disse:

    valeu Edson, caparari td bom hehehehe

    esta massinha hehehe ta boa pacas
    tava devagar pra mim a pesca entao, massinha na agua

    abrassss

  9. Fernando de Paiva disse:

    Aeeee parceiros show de bola a noturna hein!!!!

    E essa massinha matando a pau de novo, o massa boa da peste!!!!

    Parabéns aos 3 que foram nesta pescaria!!!!

    Abraçosss!!!

  10. Marcinho disse:

    valeu Fernando

    abrasss

  11. mae disse:

    olha eu de novo aqui comentando sobre vcs, e desta vez me leva até minha neta, vcs viram que gata, e parece c/o pai adora pescaria, bem nao posso nem comentar muito pois a raça toda gosta de pesca, mas mais uma vez valeu foi uma excelente pescaria, na proxima vou tb

  12. Marcinho disse:

    valeu mae, e mesmo la no lagoa tem um lago so de tilapia, peixe q vc adora pescar hehe

    bjs

  13. Diego Oliveira disse:

    showw obrigado a todos pelos comments e por terem gostado da materia vlw

    abrass…

    Diego Oliveira ” Loucos Por Pesca ”

  14. rodrigo marcilis disse:

    Parabéns para os pescadores e para o pesqueiro que mantém esta estrutura maravilhosa.

Deixe um comentario