Pescaria em Perequê – Guarujá/SP (Set/09)

Nosso colunista Kauan Giglio vai atrás dos Robalos na cidade litorânea do Guarujá, e acaba realizando uma excelente pescaria para um iniciante na modalidade. 

 

 

Nesta matéria vou mostrar para vocês o resultado de uma pescaria que foi novidade para mim. Saindo um pouco dos pesqueiros e dessa vez indo salgar um pouco os equipamentos.

Fui convidado pelo meu grande amigo Léo, que já conhecia o local e já havia fisgado bons peixes por lá. Logo aceitei o convite, e no dia anterior a esta pescaria dei uma passada na loja ponto de encontro do meu grande amigo Fabrício para comprar alguns jigs para estrear.

Saímos de São Bernardo logo pela madrugada com destino à praia do Perequê, localizada no Guarujá-SP. Chegando lá fomos comprar as iscas naturais que utilizamos e já fomos para o barco do amigo Franca, onde iríamos realizar nossa pescaria.

Entramos no barco às 7:30 da manhã e já começamos a jogar as iscas na água. Iniciei empolgado com as iscas artificiais e nem tinha montado os outros equipamentos ainda, mas depois de muita insistência, sem resultado, larguei as artificiais e fui terminar de montar as varas.

Montei uma vara de 7″, 8-20 lbs com molinete e linha 0.28 mm de multifilamento. Nesse material coloquei uma pequena bóia de arremesso e como isca um camarão vivo. Arremessei e fui buscar outro camarão para colocar na vara de fundo, mas assim que eu voltei com a isca na mão, a minha bóia já tinha afundado e o bonito robalo já havia saltado uma vez.

Fiquei muito contente, afinal eu nunca tinha fisgado um robalo.

Continuando a pescaria, o Léo pegou o seu exemplar também, dessa vez no fundo.

Agora era hora de testar a versatilidade dos famosos jumping jigs. Eu estava com um jig de 22 grs e comecei a dar as primeiras jigadas. Logo no segundo arremesso, uma robeva veio me dar as boas vindas.

Este foi também meu primeiro peixe no jumping jig.

O dia foi rolando e alguns peixes sendo fisgados, mas a fome estava chegando.

Resolvemos fazer uma pausa para comer. O Franca acendeu a churrasqueira no barco e começamos a festa. O Léo levou uma picanha maravilhosa e mais algumas carnes deliciosas.

Durante o churrasco, deixei uma vara na água que precisei tirar, pois o cardume de robevas estava atacando sem parar, não dando nem tempo de comer direito.

Nesta pescaria o tempo estava ótimo, pouco vento e um sol forte, o que nos foi um grande presente.

Após o nosso churrasco, voltamos atrás dos peixes, e estava difícil de sair mais robalos. Porém, quando menos esperávamos eles apareceram.

Na seqüência, eu também garanti mais um.

Um verdadeiro bocudo realmente.

Foi uma festa de robalos.

As espadas também não deram trégua, era só soltar o camarão paralelo ao barco que elas já batiam.

Muitas espadas foram fisgadas no decorrer do dia, mas queríamos mesmo os robalos.

E eles apareceram em boa quantidade.

Era um Robalo atrás do outro para garantir nossa alegria nesse dia quente.

No final do dia, a triste hora de recolher os equipamentos. Antes ainda consegui um dublê para fechar bem a pescaria. 

O resultado final foi muito bom e passamos um dia maravilhoso.

Foi a primeira pescaria de robalos que eu fiz, mas com certeza não será a última.

Espero que tenham gostado. Dúvidas e/ou comentários podem ser colocados no final da matéria.

Abraços a todos!!!

Imagens: Kauan Giglio e Léo

Texto: Kauan Giglio

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

9 Comentarios to “Pescaria em Perequê – Guarujá/SP (Set/09)”

  1. Rodolfo Lenzi disse:

    Fala Kauan. Uma pescaria diferente. O tempo todo vocês ficaram perto da praia mesmo? Que tipo de estruturas tem ali? Ou é tudo limpo?

    Parabéns! Ainda vou fisgar alguns Robalos também, mas espero pescar em Bertioga.

    Abraço

  2. daniel disse:

    Ae kauan show de bola.. depois me chama la no msn,,preciso falr com vc, alias, te mostrar algo q falaram… abraço

  3. Kauan Giglio disse:

    E ai Rodolfo !!!
    Então, ficamos bem perto da praia, pescamos com o barco parado, lá é um ponto que tem o fundo limpo, porém barcos camaroeiros ficam parados lá e os restos de camarão são jogados na agua, deixando o ponto bem cevado. muito boa a pesca lá !

    abraços
    Kauan Giglio – “Loucos por Pesca”

  4. Marcos disse:

    Kauan.
    Parabéns pela pescaria!
    Por favor, você teria contato com o barco utilizado? Também agradeceria se pudesse fornecer informações, tais como:
    – como é o barco (traineira, barco de pesca profissional, etc)?
    – qual o custo?
    – tem uma foto do barco?
    Mais uma vez, parabéns.
    Obrigado.
    Marcos.

  5. Kauan Giglio disse:

    Marcos

    Irei providenciar fotos e o telefone !
    caso queira entre em contato por msn kauan_giglio08@hotmail.com

    abraços

  6. João de Marchi disse:

    Ae Kauan….pela pescaria em um stilo diferente dos pesqueiros…to loco pra fazer uma assim…
    Abrazo

  7. Ramon disse:

    Kauan, fiquei curioso, depois dessa pescaria voce retornou ao pereque e repitiu a dose?Como foram as outras vezes?

  8. Confira Marcelo Florencia Pescarias
    PESCARIA ESPORTIVA NA PRAIA DO PEREQUÊ – GUARUJÁ – S.P.
    http://www.marceloflorencia.com.br

Deixe um comentario