POINT DA PESCA – COVARDIA! TV LOUCOS 54 e 55

POINTCAPA2017

O Loucos por Pesca voltou ao que consideramos hoje o melhor pesqueiro do Brasil. O Point da Pesca sempre nos oferece uma pescaria espetacular, onde a preocupação do pescador é estar com a força em dia. Pirarucus gigantescos, Pirararas monstras, Tambacus enormes em dois programas da TV LOUCOS!

 

 

 

Olá amigos do Loucos!

Era uma noite como outra qualquer, eu estava navegando pela internet, quando de repente me deparei com uma foto em que um menino posava ao lado de um belo Pirarucu. Após aprofundar as pesquisas, descobri que o local (Point da Pesca Corumba) não ficava em Corumbá-MS e sim em Alexânia-GO e era um pesqueiro. Passei a madrugada vendo fotos daqueles enormes Pirarucus, numerosas Pirararas, gigantes tambas e praticamente não dormi.

Essa história com certeza pode ser considerada um marco na trajetória do Point da Pesca, pois a partir daquele momento que fomos desbravar o pesqueiro, até então desconhecido da mídia, dos grandes sites e programas de pesca, o lugar explodiu e hoje eu considero o melhor e mais completo pesqueiro do Brasil. Visitado por pescadores de todo o país e muito cobiçado pelos paulistas principalmente. Hoje as fotos com os gigantescos Pirarucus habitam os sonhos dos pescadores.

E isso aconteceu em 2013, quatro anos atrás, ou seja, tempo demais para se ficar longe de um lugar tão incrível como o Point da Pesca. Decidimos então que era hora do Loucos por Pesca voltar e teria que ser em grande estilo. Na primeira pescaria, sem conhecer o local, os melhores pontos dos lagos, as melhores iscas, conseguimos o feito de alcançar a marca de 14 Pirarucus (fora os que escaparam) e mais de 30 Pirararas. Será que conseguiríamos manter o nível nessa pescaria? Bora tentar!

Dessa vez o planejamento da viagem ficou mais por conta do Edgard Paiva, tive pouco trabalho a fazer já que ele entrou em contato com o pessoal do Point da Pesca. Fechamos as nossas passagens aéreas, contratamos o serviço de uber (indicado pelo pesqueiro) e chegava a hora de embarcar. Só não contávamos com um “pequeno” problema. Nosso vôo estava marcado logo cedinho e o aeroporto de Viracopos, em Campinas-SP, foi fechado por excesso de neblina. Não acreditávamos no que estava acontecendo, torcíamos para a situação mudar, mas veio a péssima noticia: “atenção passageiros, o vôo com destino a Brasília está cancelado”. Possivelmente só teria vôo no dia seguinte, estávamos prestes a cancelar a pescaria, quando surgiram algumas vagas para sair por outra cia aérea e do aeroporto de Guarulhos. Por muita sorte (será que apenas sorte?) conseguimos as três últimas vagas no avião. A sorte começava a mudar e o destino sorria para o Loucos por Pesca.

O problema aéreo nos atrasou muito e chegamos ao Point da Pesca no meio da tarde, ou seja, dia praticamente perdido de pesca né? É nada! O lugar é demais! Começamos a armar nossas varas e antes que eu arremessasse minha primeira isca na água, o Fernandão já tinha um Pirarucu engatado! Infelizmente o peixe escapou, mas rapidamente começaria o verdadeiro massacre! Nesta matéria não vou detalhar muito sobre cada captura, a isca, porque senão vai ficar muito longa e cansativa. No final da matéria colocarei as principais iscas e técnicas utilizadas e que deram mais resultados. Bora lá Edgard, hora de sair na foto com o gigante Pirarucu do Point da Pesca.

POINTCORUMBA01

POINTCORUMBA02

E dá-lhe dublê! Pirarucu e Tambacu.

POINTCORUMBA03

POINTCORUMBA04

POINTCORUMBA05

POINTCORUMBA06

Chegava a vez das Pirararas começarem a comer.

POINTCORUMBA07

POINTCORUMBA08

Isso tudo já tinha acontecido com 20 minutos de pescaria. Imaginem a correria meus amigos! E nós queríamos mais é pegar peixe mesmo. Conseguimos uns minutos para armar as varas para os redondos e começamos a cevar. O esquema era bóia cevadeira, chicote com cerca de 1 metro e ração na pinga como isca em um anzol chinu. Bóia robusta, da JR Pesca, na água e tamba gigante nos braços!

POINTCORUMBA09

POINTCORUMBA10

Bicho gordo logo de cara.

POINTCORUMBA11

Nessa pescaria eu fiz a estréia do meu conjunto novo da Shimano. Vara Zodias 175XH e carretilha Tranx301HG, materiais de extrema qualidade e que me trouxeram muita tranqüilidade na briga com os gigantes do Point da Pesca.

POINTCORUMBA12

POINTCORUMBA13

POINTCORUMBA14

POINTCORUMBA16

Briga pesada para o Edgard e uma legítima panela viria para os braços do pescador.

POINTCORUMBA17

POINTCORUMBA18

POINTCORUMBA19

Minutos depois e ele já estava com uma Pirarara das brutas engatada! Essa espécie é muito abundante neste lago do Point da Pesca e, além de muito fominhas, são também briguentas demais!

POINTCORUMBA20

POINTCORUMBA21

POINTCORUMBA22

Com intervalo de minutos, em muitos casos de segundos, íamos garantindo outros peixes, como este belo Pirararucu do Fernando.

POINTCORUMBA23

POINTCORUMBA24

Era a certeza de que o Point da Pesca continuava o mesmo. Pescando com massa de ração (de ceva) direto na linha, denominada de kibinho pelos funcionários, entraram muitas Pincacharas. A coxinha de massa ficava na superfície e foram várias pancadas! Fizemos este belo dublê com uma Cachapira.

POINTCORUMBA25

POINTCORUMBA26

As sequências eram assustadoras, algo que você só pode presenciar no Point da Pesca. Lá vem as Pirararas esfomeadas!

 

POINTCORUMBA28

POINTCORUMBA29

Enquanto tiro as fotos com uma Pirarara, o Fernando já estava brigando para registrar mais uma e isso se repetiu por muitas vezes.

POINTCORUMBA30

POINTCORUMBA31 POINTCORUMBA32 POINTCORUMBA33

Dublê de Pirarucu e Pirarara!

POINTCORUMBA34 POINTCORUMBA35

O negócio começaria a ficar pesado e a envolver quebra de recordes no Point da Pesca. Minha vara, armada com guelra, começou a berrar o alarme da carretilha. No começo da briga já senti que o bicho era maior, longas tomadas de linha, muito peso, até que um gigantesco Pirarucu resolve se entregar ao sortudo pescador.

POINTCORUMBA36

Na foto não deu pra ter a exata noção, pois o bicho se dobrou, mas na hora vimos que ele era um bom tanto maior do que eu, ou seja, eu tenho 1,76m e o bicho tinha algo em torno de 1,90m. Sensacional!

POINTCORUMBA37 POINTCORUMBA38 POINTCORUMBA39

Para a alegria ficar completa, os amigos tiraram duas Pirararas e fizemos um triplezão de respeito no Point da Pesca. Veja essa cena na TV LOUCOS 54 no final da matéria.

POINTCORUMBA40 POINTCORUMBA41

Nada de descansar. Era soltar um bicho e logo tinha outra carretilha cantando. Peixe demais!

POINTCORUMBA42 POINTCORUMBA43 POINTCORUMBA44

Eu já estava feliz em pegar o maior Pirarucu da minha vida e ficaria ainda mais minutos depois. Meu material mais leve para os peixes de couro, com carretilha Corvalus 401, dobrou todo no suporte. Tomadas insanas e a certeza de algo muito grande na ponta da linha, mas eu não tinha noção que existia Pirarara daquele tamanho no Point da Pesca. Quando ela encostou, eu não conseguia acreditar, era uma Pirarara que beirava os seus 40 kg de peso, com certeza a maior que já peguei em pesqueiros e talvez na vida.

POINTCORUMBA45 POINTCORUMBA46

Um legítimo trator! Meu conjunto mostrou que trabalhando certinho, com fricção bem ajustada, sabendo brigar dentro do limite dos equipamentos, não tem limite para fisgar os gigantes!

POINTCORUMBA47 POINTCORUMBA48

A noite já estava perfeita para mim e mais alguns peixes e dublês ainda viriam para encerrar com chave de ouro nossa primeira tarde/noite de pescaria no Point.

POINTCORUMBA49 POINTCORUMBA50 POINTCORUMBA51 POINTCORUMBA52

Ainda tirei mais um enorme Pirarucu, dos mais claros e amarelados, porém as fotos ficaram muito tremidas.

POINTCORUMBA53

E lá vinha mais dublê!

POINTCORUMBA54 POINTCORUMBA55

O funcionário Diego nos ajudou em todos os dias que estivemos no Point da Pesca. É sensacional o trabalho que eles fazem na beira do lago, auxiliando em tudo que o pescador precisa, retirando os peixes com o passaguá, tirando o anzol da boca dos Pirarucus, peixe que requer um manuseio adequado. Um amigo que o Loucos por Pesca fez mais uma vez em nossas pescarias.

POINTCORUMBA56

Fechamos a noite com mais um Tambacu e uma Pirarara.

POINTCORUMBA57 POINTCORUMBA58 POINTCORUMBA59

Vale ressaltar que a pescaria se encerra as 22 horas no Point da Pesca, senão teríamos ficado mais um pouco na beira do lago. Na verdade, eu costumo dizer que este é o único pesqueiro que é bom fechar um pouco mais cedo e abrir um pouco mais tarde (9 horas da manhã), pois o desgaste é tão grande durante a pescaria que o descanso é necessário.

SEGUNDO DIA

Após um merecido descanso, estávamos prontos e motivados para mais um dia de pesca, dessa vez começando pela manhã, ou seja, teríamos muito mais tempo de pescaria. Aguardamos a chegada dos funcionários e descemos para o lago.

Em apenas 10 minutos, fisgamos três Pirararas!

POINTCORUMBA60 POINTCORUMBA61

Isso é o que podemos chamar de início arrasador!

POINTCORUMBA62 POINTCORUMBA63 POINTCORUMBA64 POINTCORUMBA65

Os peixes de couro nos deram uns minutos e mandamos as bóias para a água, em busca dos tambas. Rapidamente o Fernando engatou o primeiro do dia.

POINTCORUMBA66

Ele manda novamente a cevadeira JR Pesca no centro do lago e dessa vez uma panelinha viria para os braços do pescador.

POINTCORUMBA67 POINTCORUMBA68 POINTCORUMBA69

Minha vara pesada me chama para o combate. Geralmente logo percebemos o que temos na ponta da linha, pois as Pirararas costumam sair rasgando e os Pirarucus começam a briga mais devagar, sobem na superfície, dão cabeçadas etc. Mais uma vez o bicho dá sinais que é dos grandes e o funcionário Diego crava que era dos bitelos. Peixe gigante nos braços do Loucos!

POINTCORUMBA70 POINTCORUMBA71 POINTCORUMBA72

Esse decidi fazer uma soltura mais bonita, entrando na água para conseguir levantar o bicho sem riscos.

POINTCORUMBA73 POINTCORUMBA74 POINTCORUMBA75

As sequências no Point da Pesca são insanas, algo surreal e que eu acho que só acontece por lá. O intervalo entre as brigas costumam ser de no máximo uns 10 minutos. Logo o Edgard garantiu mais uma bela Pirarara!

POINTCORUMBA76 POINTCORUMBA77

Lá vem mais dublê! A minha já era das cavalas e a do Fernando não ficava muito atrás também.

POINTCORUMBA78 POINTCORUMBA79 POINTCORUMBA80

Hora de mudar um pouco o dublê, agora com Pirarucu e Pirarara.

POINTCORUMBA81 POINTCORUMBA82

O negócio não para no Point da Pesca. Se não tiver braço é melhor não ir. Duas Pirararas e mais um Pirarucu em menos de 15 minutos.

POINTCORUMBA83 POINTCORUMBA84 POINTCORUMBA85 POINTCORUMBA86 POINTCORUMBA87 POINTCORUMBA88

Toda vez que tínhamos um intervalinho de uma meia hora, tentávamos pescar os tambas. Ceva na água, ração na pinga no anzol e peixe grande para o Loucos por Pesca!

POINTCORUMBA89 POINTCORUMBA90

Mas o descanso nunca é muito grande e logo as esfomeadas do Point voltam a fazer as catracas berrarem em nossas carretilhas.

POINTCORUMBA91 POINTCORUMBA92 POINTCORUMBA93 POINTCORUMBA94

Calor muito forte em Goiás, mas lugar de descansar é em casa. Só queríamos saber de pegar peixes! Mais um dublê, porém cada peixe se rendeu ao seu tempo. Sempre respeitamos e preservamos a integridade física dos peixes. Quando fizemos foto de dublê é porque conseguimos retirar ambos ao mesmo tempo. Nada de fazer os bichos esperarem minutos fora da água.

POINTCORUMBA95 POINTCORUMBA96

Brigas pesadas no Point da Pesca!

POINTCORUMBA97 POINTCORUMBA98

Repare na coloração da cabeça desta Pirarara, metade escura e metade clara. Depois reparamos que o Edgard já a tinha fisgado no dia anterior, ou seja, é fominha a menina.

POINTCORUMBA99 POINTCORUMBA100

Pega essa sequência do Fernandão! Jundiá, Pirarara e Pirarucu gigante em meia hora.

POINTCORUMBA101 POINTCORUMBA102 POINTCORUMBA103

Peixe de rara beleza!

POINTCORUMBA104 POINTCORUMBA105

Como todo fanático pescador de tambas, não podemos ver um intervalinho sem ações que já vamos lá cevar. Nessa pescaria, as Pincacharas e os Pirarucus estávamos subindo muito na ração e o jeito mais fácil de fisgar os Tambacus foi com ração na pinga mais para baixo. Não tínhamos tempo também para ficar insistindo com evas, anteninhas…O negócio era garantir os baguás!

POINTCORUMBA106 POINTCORUMBA107

Um pouco antes do final da tarde, tivemos um intervalo de quase uma hora sem ações. Parece que os peixes descansavam para depois voltarem com força total no final do dia.

POINTCORUMBA108 POINTCORUMBA109

Edgard fisga uma Pirarara das brutas!

POINTCORUMBA110 POINTCORUMBA111 POINTCORUMBA112

Na primeira tarde/noite gravamos o primeiro programa da TV LOUCOS e exatamente as 17 horas do segundo dia já encerrávamos o segundo programa com um triplê sensacional! O peixe do Edgard não se entregou para sair junto nas fotos.

POINTCORUMBA113 POINTCORUMBA114 POINTCORUMBA115

Reparem agora o tanto de peixes que fisgamos entre as 17 horas e o começo da noite. Bora pra uma sequência surreal de capturas meus amigos.

POINTCORUMBA116 POINTCORUMBA117 POINTCORUMBA118 POINTCORUMBA119 POINTCORUMBA120

Teve dublê!

POINTCORUMBA121 POINTCORUMBA122

As Pirararas estavam massacrando nossos braços!

POINTCORUMBA123 POINTCORUMBA124 POINTCORUMBA125

Mais um dublê.

POINTCORUMBA126 POINTCORUMBA127

Hora de partir para o triplezão de Pirararas no Point da Pesca!

POINTCORUMBA128 POINTCORUMBA129

É peixe demais!

POINTCORUMBA130 POINTCORUMBA131

Devido a correria, algumas vezes tivemos que soltar peixe sem registro. Se tivesse vara com isca na água, fatalmente ela envergava. As Pirararas iam tirando vara por vara, pois não dava tempo de colocar outra isca sem que outro equipamento já nos chamasse para a briga.

POINTCORUMBA132 POINTCORUMBA133 POINTCORUMBA134

Essa Pirarara foi registrada as 18 horas. Repare o tanto de peixes fisgados no curto intervalo de uma hora, desde as 17 horas. O Point da Pesca é o melhor pesqueiro do Brasil ou não é? E o negócio não parou por ai não. Foram mais quatro peixes em meia hora de pescaria.

POINTCORUMBA135 POINTCORUMBA136 POINTCORUMBA137 POINTCORUMBA138 POINTCORUMBA139 POINTCORUMBA140

POINTCORUMBA140a

POINTCORUMBA140b

Hora do dublê no Point da Pesca!

POINTCORUMBA140c

POINTCORUMBA140d

Novamente minha Corvalus teria uma briga das brutas pela frente. Pirarucu bitelo e muita satisfação ao vencer a batalha!

POINTCORUMBA141 POINTCORUMBA142 POINTCORUMBA143

Mais três Pirararas encerrariam o nosso segundo dia de pescaria.

POINTCORUMBA144 POINTCORUMBA145

A do Fernando, última da noite, uma das brutas do Point da Pesca!

POINTCORUMBA146 POINTCORUMBA147

No dia seguinte, acordamos um pouco mais tarde e recebemos um convite/pedido do proprietário do Point da Pesca. O senhor Paulo queria que pegássemos alguns Pirarucus no outro lago, onde não é permitida a pesca, para os funcionários remanejarem os peixes para outros tanques.

Como tinham jogado muitas Tilápinhas nos dias anteriores para alimentar os Pirarucus, a pesca foi um pouco mais complicada do que esperávamos. Fisgamos durante a manhã um total de quatro Pirarucus, nenhum dos gigantescos que habitam aquele lago, sendo que alguns foram para o lago de baixo, onde pescamos, e outros para o pesque pague, para engordarem, já que lá tem muitas Tilápinhas. Registramos apenas um dos exemplares, que foi para o lago de pesca esportiva.

POINTCORUMBA148 POINTCORUMBA149

Almoçamos na beira do lago, degustando as excelentes porções oferecidas pelo Hotel Fazenda Point da Pesca. No comecinho da tarde já retomamos a pescaria, dessa vez com a companhia do nosso amigo e parceiro Gabriel Melazo, proprietário da marca Vida de Pescador, patrocinador oficial do Loucos por Pesca. Vamos para os peixes!

POINTCORUMBA150

POINTCORUMBA150a

POINTCORUMBA150b

POINTCORUMBA151 POINTCORUMBA152

As Pirararas e Pirarucus estavam mais devagar nesta tarde, então tivemos mais tempo para irmos em busca dos tambas. Copada no centro do lago, cevadeira descendo vagarosamente e briga das pesadas! Eu já sabia que tinha algo maior na ponta da linha e o resultado foi uma legítima panela nos braços do pescador!

POINTCORUMBA153 POINTCORUMBA154

Peixe robusto demais!

POINTCORUMBA155 POINTCORUMBA156

Muito gordo!

POINTCORUMBA157

Alguns tambas menores, soltávamos direto no alicate, sem tirar da água, mas muitos peixes foram fisgados nessa tarde.

POINTCORUMBA158

As Pirararas foram aparecendo aos poucos. Parecia que os bichos já estavam um pouco traumatizados após tantos anzóis furando suas bocas nos dois dias anteriores.

POINTCORUMBA159 POINTCORUMBA160

Olha ai nosso parceiro Gabriel Melazo engatado com uma das briguentas Pirararas do Point!

POINTCORUMBA161 POINTCORUMBA162

Vida de Pescador na cabeça!

POINTCORUMBA163

O dia realmente foi dos grandes tambas.

POINTCORUMBA164 POINTCORUMBA165

Adquira você também o seu boné do Vida de Pescador. Fale diretamente com o Gabriel Melazo pelo Whats App: (62) 99686-6305.

POINTCORUMBA166 POINTCORUMBA167

Era soltar um tamba e já engatar outro. O pescador que se dedicar exclusivamente à pescaria de redondos, vai arrebentar no Point da Pesca.

POINTCORUMBA168 POINTCORUMBA169 POINTCORUMBA170

Dificil é não armar varas para as Pirararas e Pirarucus em um pesqueiro com tantos e tão esfomeados peixes dessas espécies né? O Edgard engatou uma encrenca das grandes também na pescaria com cevadeira e ração na pinga.

POINTCORUMBA171

Panela!

POINTCORUMBA172 POINTCORUMBA173 POINTCORUMBA174

Entre um tamba e outro, aparecia uma Pirarara para fazer a gente correr um pouco atrás das carretilhas berrando.

POINTCORUMBA175 POINTCORUMBA176 POINTCORUMBA177

Como os tambas estavam subindo melhor naquele momento, decidi arriscar os evas. O Diego, funcionário do Point cornetou e disse que eu não pegaria nada, mas logo no segundo arremesso veio a porrada no manhosinho “As Matadeiras”. Briga vai, briga vem, era um verdão para o Loucos por Pesca.

POINTCORUMBA178 POINTCORUMBA179

No final da tarde, a coisa começou a melhorar para as outras espécies. Após não registrarmos alguns peixes, devido a correria, lá vem foto com um belo Pirarucu!

POINTCORUMBA180 POINTCORUMBA181

Soltura com direito a banho para amenizar o calor de Goiás.

POINTCORUMBA182

Comecinho da noite chegando e quatro Pirararas brutas em uma hora de pescaria.  Garanto a primeira e logo vem a segunda para o nosso parceiro Gabriel Melazo.

POINTCORUMBA182a

POINTCORUMBA182b

POINTCORUMBA183 POINTCORUMBA184

A terceira ataca a isca do Edgard Paiva. Só pira bruta e briga pesada no Point da Pesca!

POINTCORUMBA185 POINTCORUMBA186

Olha o Melazo ai com mais uma das grandes Pirararas.

POINTCORUMBA187 POINTCORUMBA188

O Fernandão também não quis ficar para trás. Todos fisgando seus últimos peixes dessa viagem sensacional.

POINTCORUMBA189 POINTCORUMBA190

Logo chegaria a hora dos dublês né. Eles eram inevitáveis! Realmente os peixes descansaram durante o dia, após tantas fisgadas, mas não agüentaram e apareceram durante a noite.

POINTCORUMBA191 POINTCORUMBA192

Loucos por Pesca e Vida de Pescador, parceria de sucesso!

POINTCORUMBA193 POINTCORUMBA194

Mais uma Pirarara do Fernando e na sequência outro dublê de Pirararas no Point da Pesca.

POINTCORUMBA195 POINTCORUMBA196 POINTCORUMBA197

Fechando a nossa pescaria, mais três peixes em apenas quinze minutos.

POINTCORUMBA198 POINTCORUMBA199 POINTCORUMBA200

O último peixe foi uma das grandes Pirararas do Point da Pesca.

POINTCORUMBA201 POINTCORUMBA202 POINTCORUMBA203

E assim finalizamos a nossa pescaria surreal no que considero hoje o melhor pesqueiro do Brasil. Um lugar com ótima estrutura, conforto para o pescador e sua família, outras opções de lazer, como piscinas, bares, boa comida, mas principalmente muito peixe gigante!

Ah, lembra daquele número de peixes capturados em nossa primeira pescaria no Point, que mencionei no início da matéria, e que pretendíamos superar? Dessa vez foram 23 Pirarucus (9 a mais) e 70 Pirararas (o dobro). É como eu digo, virou covardia pescar neste lugar.

Agradecimentos a todos os funcionários do Point da Pesca, desde o proprietário senhor Paulo, sua filha Flávia e principalmente aos nossos amigos que dividem conosco esses momentos espetaculares na beira do lago, o parceiro Diego, o Jonathan e todos que formam o time do Point da Pesca. São eles que preservam esses peixes para que possamos realizar pescarias sensacionais.

Assista os dois programas que gravamos para a TV LOUCOS!

MELHORES ISCAS

Pirarucus e Pirararas – guelra de Tilápia e mussarela

Tambas – ração na pinga (cevadeira com chicote de 1 metro pra baixo)

Pincacharas – massa com ração de ceva (boiando direto na linha)

Cachapiras – salsicha

Abraços a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, Fernando Paiva e Edgard Paiva

Texto: Kleber Sanches

Hotel Fazenda Point da Pesca Corumbá – km 09 da BR 060 – Alexânia-GO

Fones: (61) 3248-1899 / 9137-8569 / 9692-2100

www.pointdapescacorumba.com

AGRADECIMENTOS

Loja Pró Pesca Shop – www.propescashop.com.br

Vida de Pescador – www.instagram.com/vidadepescador

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

Deixe um comentario