TANCÃO DO MAEDA – EXPLOSÃO NO EVA! TV LOUCOS

TANCAOMAEDA08

O Loucos por Pesca gravou pela primeira vez no afamado Tancão do Maeda, um lugar surreal para a pescaria de superfície. Fizemos uma TV Loucos sensacional, onde nosso objetivo foi mostrar as pancadas no eva e os tambas explodindo na flor d´água. Assista e sinta um pouco da adrenalina que sentimos na beira do lago. 

 

 

 

Olá amigos do Loucos por Pesca!

Acredite se quiser, porém eu nunca tinha pescado no Maeda. Sempre ouvi falar muito bem deste complexo de lazer e entretenimento, mas ainda não tinha arremessado meus anzóis naquelas águas. Com o Campeonato Paulista em Pesqueiros da FishTV, acabei conhecendo pessoalmente o Parque Maeda e me encantei com a infra-estrutura do local. Os peixes muito ativos também despertaram minha vontade e decidi que era hora de conhecer melhor aquele paraíso. No campeonato, a etapa do Maeda, realizada no tanque 7, foi o recorde absoluto na somatória em peso dos peixes, com um total acima de 1 tonelada.

Para iniciar, decidi explorar o famoso Tancão do Maeda, destino de centenas de pescadores todas as semanas, onde sempre vi muitas fotos de peixes e relatos de que o negócio era bom, mas eles estavam enganados, o tancão não é bom, o tancão é muito melhor do que isso, ele é surreal!

TANCAO04

TANCAO01

TANCAO02

TANCAO05

TANCAO03

Nessa pescaria tive a companhia de dois amigos, o Gilmar Dechen, velho conhecido já aqui do Loucos por Pesca, e do Marcelo Gomes, que conheci recentemente e parece que é amigo de longa data já, um novo parceiro, membro da Equipe Eki Panela.

Chegando no tancão, decidimos ficar do outro lado do lago, pois estava mais calmo, sem tantos pescadores próximos, o que nos facilita as filmagens. O dia prometia ser bom para cevadeira, o céu estava bem fechado, carregado de nuvens, só não esperávamos o tanto que choveria neste dia.

Armamos apenas um equipamento por pescador e logo percebemos que foi a melhor decisão, pois no Tancão do Maeda os peixes sobem muito na ceva. Não tem como você utilizar duas varas, só iria nos atrapalhar.

Começamos a cevar e os peixes subiram muito bem. Cada copada ali é uma emoção! Os peixes sobem de imediato, quase que abrindo com os dentes os copos das cevadeiras, coisa que nunca tinha presenciado nesses anos todos de pescarias.

O Gilmar foi o primeiro a engatar um peixe e logo de cara teve a sorte de garantir um belíssimo exemplar. Rapidamente já percebemos que os peixes são bastante brigadores por lá.

TANCAOMAEDA01

Um Tambacu “bicolor”, com uma divisória muito definida em seu corpo, sendo metade claro e a outra metade escuro, uma pintura da natureza.

TANCAOMAEDA02

TANCAOMAEDA03

Na sequência, mais uma captura. O Gilmar começava o dia a todo vapor, garantindo os primeiros peixes do Loucos por Pesca para o nosso programa, que vocês podem conferir no final desta matéria.

TANCAOMAEDA04

TANCAOMAEDA05

O Marcelão teve sua primeira ação, mas quem apareceu foi uma grande Tilápia. Não era o nosso objetivo mas merece o registro por ser um belo exemplar desta espécie que tem tantos admiradores no Brasil.

TANCAOMAEDA06

TANCAOMAEDA07

Eu consegui algumas fisgadas, boas brigas, uma inclusive com o peixe correndo muito, sempre tomando linha pesado, porém iniciei o dia com os bichos escapando bastante. Enquanto eu tentava chutar a maré de azar, o Gilmar acertou um dos parrudos do Maeda. Peixe já de ótimo porte!

TANCAOMAEDA08

TANCAOMAEDA09

No Tancão existem exemplares bem maiores ainda, mas esse já era um legítimo baguázinho.

TANCAOMAEDA10

TANCAOMAEDA11

O esquema que estávamos usando e que deu muito resultado foram os manhosinhos, montagem vendida pelo nosso parceiro Claudionor Rossi da empresa “As Matadeiras”. Acabamos pescando praticamente só com os manhosinhos, pois mostrou melhor eficácia neste dia do que as famosas anteninhas.

O Marcelo engatou um tamba de menor porte em seguida, porém não menos briguento!

TANCAOMAEDA12

E na sequência outro exemplar um pouco maior.

TANCAOMAEDA13

TANCAOMAEDA14

Fazia tempo que eu não via tanta chuva. Foi o dia inteiro caindo água, ora mais forte, ora mais devagar, porém sempre constante. Isso atrapalhou muito nossas filmagens, mas demos um jeito de conseguir registrar um pouco da correria que foi nossa pescaria no Tancão do Maeda. Muitos peixes acabamos não registrando, outros tivemos apenas que usar a câmera dentro da caixa estanque, para não danificarmos os equipamentos. Meu celular mesmo acabou pifando, pois estávamos encharcados e o bolso não era o melhor lugar para eu tê-lo deixado.

O negócio é pegar peixe, então vamos nessa! Era encher o copo da cevadeira de ração, arremessar no centro do lago e aguardar a porrada! Briga sempre boa e peixe nos braços do pescador.

TANCAOMAEDA15

TANCAOMAEDA16

O Gilmar estava em um dia inspirado! Mais um exemplar de bom porte para o Loucos por Pesca.

TANCAOMAEDA17

Enquanto eu estava com azar, ele fez um verdadeiro “massacre”. Um peixe atrás do outro no Tancão do Maeda.

TANCAOMAEDA18

TANCAOMAEDA19

Repare que o Marcelo registrava seu Tambacu e o Gilmar já aparece engatado com mais um tamba ao fundo.

TANCAOMAEDA20

TANCAOMAEDA21

Tinha fila na câmera fotográfica.

TANCAOMAEDA22

Finalmente consigo tirar o primeiro peixe e a partir daquele momento a pescaria melhoraria bastante para mim. Parece que o lado psicológico também tem grande influência na pescaria não é mesmo?

TANCAOMAEDA23

TANCAOMAEDA24

Teve um determinado momento que acabamos indo até o restaurante para fugir um pouco da chuva forte, mas o vício fala mais alto e o pescador não agüenta ficar na vontade. Mesmo no dilúvio estávamos lá em busca dos tambas.

TANCAOMAEDA25

TANCAOMAEDA26

Arremesso, peixe explodindo na ceva, pancada no manhosinho! Era o roteiro perfeito para um viciado na pescaria com bóias cevadeiras. Nesse dia colocamos os produtos dos nossos parceiros para trabalhar forte!

TANCAOMAEDA27

TANCAOMAEDA28

Peixe já de bom porte no Tancão do Maeda.

TANCAOMAEDA29

TANCAOMAEDA30

Muito saudável e brigador!

TANCAOMAEDA31

TANCAOMAEDA32

Chegávamos na reta final da pescaria. Dublês a todo momento, várias bóias afundando, só pancada na superfície. O Gilmar garantiu mais um belo peixe!

TANCAOMAEDA33

TANCAOMAEDA34

TANCAOMAEDA35

TANCAOMAEDA36

E eu encerrei com chave de ouro mais um excelente programa da TV LOUCOS. O nosso primeiro no Maeda, uma pescaria sensacional no afamado Tancão! Briga muito forte e um bitelo nos braços do pescador.

TANCAOMAEDA37

TANCAOMAEDA38

Peixe bruto!

TANCAOMAEDA39

TANCAOMAEDA40

Assim finalizamos nossa pescaria neste dia que nos proporcionou muitas ações, mas que confesso não foi nada fácil devido a chuva que não deu trégua o dia inteiro. Não ficamos mais do que 10 minutos sem água caindo, mas o importante foi garantir muito peixe na ponta da linha.

Assista abaixo a TV LOUCOS. Muita porrada na superfície, só pancada no Eva!

Agradecimentos ao Fernando pela confiança e parceria. Em breve voltaremos ao Maeda para mostrar suas outras opções de pesca, já que eles possuem diversos lagos, todos com muitos peixes!

O Maeda também é um excelente complexo de lazer e diversão, possui ótima estrutura, com piscinas, pedalinhos, toboáguas, brinquedos etc. O restaurante do Parque Maeda também merece destaque, com excelentes refeições e capacidade para atender centenas de pessoas. A pousada dispõe de diversos chalés, muito bem equipados para recepcionar as famílias com muito conforto.

Abraços a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, Gilmar Dechen e Marcelo Gomes

Texto: Kleber Sanches

Parque Maeda

Rodovia SP 75, km 18 – Itú/SP

Tel: (11) 2118-6200

www.parquemaeda.com.br

AGRADECIMENTOS

Vida de Pescador – www.instagram.com/vidadepescador

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

Deixe um comentario