POINT DA PESCA – A CASA DOS ENORMES PIRARUCUS

pointcorumba33

O Loucos por Pesca voltou no Point da Pesca Corumbá, localizado em Alexânia-GO, que tivemos o prazer de desbravar em 2013. Dessa vez fomos representados pelo nosso pescador Muryllo Santos e nosso parceiro Everton Moreira, que fizeram mais uma pescaria espetacular, onde gigantescos Pirarucus foram fisgados!

 

 

 

Olá amigos do Loucos!

Eu (Muryllo Santos ) vou relatar para vocês uma espetacular pescaria realizada por mim e meu grande amigo Everton Moreira no Hotel Fazenda Point da Pesca Corumbá, situado na cidade de Alexânia-GO.

Surpreendentemente fisgamos um total de 26 Pirarucus, além de diversos Tambacus e Pirararas. O hotel fazenda fica localizado às margens do Lago Corumbá, distante apenas cerca de 60 km de Brasília, no km 09 da BR 060. Apenas 1 km de estrada de terra separa a rodovia do Point da Pesca.

Passamos exatamente dois meses planejando a viagem e, após buscar muitas informações e dicas sobre o local, resolvemos comprar nossas passagens e fechamos as reservas para o dia 25/10 (terça-feira) e a volta para 28/10 (sexta-feira) de manhã.

Chegado o tão aguardado dia, pegamos o vôo em Campinas e após cerca de uma hora e vinte minutos já estávamos em Brasília. Do aeroporto até o pesqueiro leva-se em torno de uma hora de carro. Pegamos taxi com meu amigo Allan, serviço que indico a todos, sempre um ótimo atendimento. Finalmente chegamos no Point e logo fomos muito bem recepcionados pelos funcionários.

Vamos à pescaria!

Ficaríamos hospedados no chalé de madeira, então começamos a montar nossos equipamentos pelas varas de fundo, as quais teriam o objetivo de buscar as Pirararas e os Pirarucus.

Disponibilizamos aos peixes as seguintes iscas: cabeça de Tilápia, guelra e mussarela.

Enquanto ainda arrumávamos os equipamentos, a vara do Everton, que já estava iscada com uma guelra, sofre uma forte puxada. Sem muito suspense, já percemos que ele estava com um Pirarucu engatado e, após alguns minutos de briga, finalmente um belíssimo peixe entrou no passaguá e fez a nossa alegria.

pointcorumba01

pointcorumba02

Adrenalina abaixada, terminamos de arrumar todas as tralhas e o Everton, como de costume, sempre atrás dos grandes Tambacus, montou um equipamento com cevadeira no sistema palminho, usando ração furadinha de isca. Logo nas primeiras cevadas, ele já engatou um belo Tambacu.

pointcorumba03

pointcorumba04

Em seguida, minha vara iscada com guelra começa a envergar lentamente. No momento pensei que fosse um Pirarucu, mas tratava-se de uma briguenta Pirarara.

pointcorumba05

Mesmo com as subidas dos Pirarucus na superfície, estava difícil ter alguma ação. Até que finalmente noto minha linha esticando, corro, seguro o equipamento em punho e numa das leves tomadas desci uma forte fisgada. Percebo que a briga começa a ser forte, com tomadas de linha na superfície e com muita calma e paciência viria meu primeiro Pirarucu da pescaria e da vida!

pointcorumba06

Um verdadeiro monstro!

pointcorumba07

pointcorumba07a

No final da tarde, tivemos apenas ações de Tambacus menores, fisgados na ração furadinha.

pointcorumba08

No Point da Pesca só é permitido pescar até as 22 horas, horário em que os funcionários ficam auxiliando em volta do lago. Como não tivemos mais ações, fomos descansar para recuperarmos as energias para o dia seguinte.

Na parte da manhã tivemos poucas ações, então decidimos ir conhecer o outro lago.

pointcorumba09

Foi a decisão mais acertada e, com poucos minutos de equipamentos na água, as primeiras ações já começaram. Everton engata uma belíssima Pirarara na cabeça de Tilápia encostada na margem.

pointcorumba10

pointcorumba11

Nossas expectativas sobre o Point da Pesca eram grandes e não podíamos ter errado na escolha. O negócio é que as ações começariam de uma forma surpreendente e assim se estenderia pelo resto do dia.

Minha vara iscada com guelra enverga brutalmente, corro e travo uma briga pesada e, depois de alguns minutos, outro Pirarucu viria para os nossos braços.

pointcorumba12

pointcorumba13

Peixe devolvido e em questão de minutos outro equipamento sofre uma puxada nervosa! Sem dúvida alguma ali estava mais um belo Pirarucu para minha alegria!

pointcorumba14

Peixe de coloração fantástica!

pointcorumba15

Meu amigo Everton começou a investir na cevadeira em busca dos grandes redondos que habitam aquele lago e não demorou muito para que ele travasse uma boa briga.

pointcorumba16

Um belo baguá!

pointcorumba17

pointcorumba18

A grande sequência de fisgadas era surpreendente e em intervalos pequenos sempre haviam peixes fisgados.

pointcorumba19

pointcorumba20

pointcorumba21

As vezes parecia mentira. Acabava de lançar e lá estava o alarme da carretilha berrando.

pointcorumba22

pointcorumba23

Fomos avisados que nossa pescaria neste lago teria que se encerrar as 17h30min, pois só ficaria um funcionário auxiliando no lago do chalé. O jeito então foi aproveitar o máximo possível e garantir mais algumas capturas.

pointcorumba24

pointcorumba25

pointcorumba25a

Coloco iscas novas e arremesso no mesmo ponto. Não demora muito para eu que tivesse novamente um peixe engatado!

pointcorumba26

Um gigante Pirarucu.

pointcorumba27

Everton tinha deixado uma guelra na superfície e para nossa surpresa uma bela Pirarara não resistiu.

pointcorumba28

pointcorumba29

Como se aproximava do encerramento da pescaria naquele lago, nosso amigo Diego, que estava nos auxiliando naquele dia, decidiu nos levar ao outro tanque, onde habitam gigantes Pirarucus na faixa de 100 a 130 kg.

Para a nossa surpresa, o resultado não poderia ser outro. Everton, que tinha arremessado perto do barranco uma cabeça de Tilápia, vê sua vara envergando bruscamente no suporte. Ele corre, fisga e no momento da fisgada ocorreu uma cena inesquecível para o pescador, o Pirarucu saltou com metade do seu corpo para fora, chacoalhando a cabeça, tentando se soltar do anzol. Sem muita reação, ele olha pra mim e fica sem ter o que falar, naquele momento apenas ficamos muitos apreensivos, mas com muita calma e ajuda do nosso amigo Diego conseguimos brigar e manusear aquele GIGANTESCO PIRARUCU para registrarmos a vocês amigos do Loucos por Pesca!

Sem dúvida alguma ali estava o peixe que pagaria toda a nossa viagem, um momento que ficará sempre em nossa memória, um peixe gigantesco, que certamente passava do seus 100 kg e 2 metros de comprimento.

pointcorumba30

Reparem o tamanho e a largura disso!

pointcorumba31

pointcorumba32

Aproveito para sair no registro ao lado do meu parceiro e do monstro!

pointcorumba33

pointcorumba34

Nosso grande amigo Diego, pessoa que fizemos amizade e que certamente devemos muito do nosso sucesso na pescaria a ele.

pointcorumba35

Após devolver o monstro para o seu habitat, recolhemos todos os equipamentos e voltamos para o lago de cima, com aquela satisfação imensa de já ter compensado a viagem, mas ainda tínhamos mais algumas horas de pesca naquele dia.

Sem perdermos tempo, continuamos em busca das capturas. Após alguns minutos de iscas na água, os peixes foram fisgados.

pointcorumba36

Até triplê fizemos, acompanhado de uma gigante Pirarara!

pointcorumba37

pointcorumba38

Já no comecinho da noite, conseguimos mais quatros belas capturas, sendo em uma delas um dublê com uma Pirarara e um belo Pirarucu.

pointcorumba39

Dublezão de gigantes!

pointcorumba40

Naquela altura já estávamos sem braços!

pointcorumba41

Para encerrar aquele dia fantástico!

pointcorumba42

Depois dessa, guardamos as tralhas e fomos descansar para o dia seguinte.

Como tínhamos combinado com o Diego, pescaríamos no lago de baixo das 14 até às 20 horas, então durante a manhã aproveitamos para revisar os equipamentos e ajeitamos as coisas. Everton, sem perder tempo, captura mais dois bons Tambacus.

pointcorumba43

Belo Tambacu!

pointcorumba44

pointcorumba45

Tenho que confessar que nós dois tínhamos nossos objetivos virados para os Pirarucus, pois são o foco principal daquele paraíso chamado Point da Pesca, um verdadeiro reduto de gigantes Pirarucus. E não demorou muito para que as ações do nosso último dia de pesca começassem.

pointcorumba46

pointcorumba47

Tivemos 100% de aproveitamento com a guelra e as capturas eram em diversos pontos do lago.

pointcorumba48

Entre uma fisgada e outra, as belas Pirararas apareciam. Gigante!

pointcorumba49

pointcorumba49a

pointcorumba49b

O Everton, como de costume, sempre atrás dos Tambacus, voltou a cevar e não demorou muito para que as fisgadas fossem garantidas.

pointcorumba50

pointcorumba51

pointcorumba52

Os intervalos entre as ações eram curtos e a todo momento tínhamos peixe fisgado. Outro belo Pirarucu!

pointcorumba53

Mais uma linda Pirarara.

pointcorumba54

pointcorumba55

Everton tinha esquecido uma vara armada lá no tanque de cima e para sua felicidade foi avisado de que a vara estava com peixe fisgado. Após uma grande briga, uma gigante Pirarara se entregou.

pointcorumba56

Rapidamente voltamos lá para baixo e em questão de poucos minutos mais peixes foram fisgados. Realmente foi uma pescaria para ficar marcada para sempre! Na cevadeira com ração furadinha, ele engata outra encrenca, um peixe curto porém bem redondo!

pointcorumba57

pointcorumba58

Enquanto registrávamos esse tamba, minha vara armada com guelra na margem começou a tomar linha! Corro até ela e garanto outro Pirarucu.

pointcorumba59

pointcorumba59a

Enquanto ajeitávamos as iscas, duas carretilhas cantaram alto, sendo uma minha e a outra do Everton. Para nossa felicidade formamos um dublê de Pirarucus.

pointcorumba60

Amizade e pescaria sempre!

pointcorumba61

O funcionário me disse que estava surpreso com o tanto de peixe que estávamos capturando e também com a nossa disposição, pois a cada peixe que tirávamos só conseguíamos pensar em pegarmos mais ainda. Vara envergada, então o jeito era trazer o animal!

pointcorumba62

pointcorumba63

pointcorumba64

A noite foi chegando e os últimos peixes da pescaria começariam a aparecer mais ainda. Everton garante mais um baguá já durante a noite.

pointcorumba65

pointcorumba66

pointcorumba67

Não podíamos finalizar esta magnífica pescaria com outras espécies, os Pirarucus e Pirararas apareceram para nos deixar completamente satisfeitos com uma pescaria que tenho certeza que ficará para sempre guardada em nossas memórias.

pointcorumba68

Dublê de Gigantes!

pointcorumba69

pointcorumba70

Devolvendo ao seu habitat da melhor forma!

pointcorumba71

Dado o horário que tínhamos combinado com o Diego, recolhemos todas as varas e voltamos para o lago de cima, ainda faltando duas horinhas de pesca. Eu, já satisfeito e cansado, resolvo começar a desmontar as tralhas e guardar tudo, mas o Everton, ainda na empolgação, arremessa dois equipamentos e o resultado não poderia ser outro, mais duas capturas.

pointcorumba72

pointcorumba73

Assim finalizamos nossa memorável pescaria neste paraíso dos Pirarucus chamado Point da Pesca.

Gostaríamos de agradecer os funcionários, que nos deram total apoio durante nossa estada no Point da Pesca Corumbá, em especial ao nosso amigo Diego, que nos acompanhou a todo momento, mas não esquecendo de todos os outros que ajudam diariamente os pescadores que vão se divertir neste incrível hotel fazenda.

Aos amigos não posso dizer outra coisa. Recomendo com toda certeza conhecerem este lugar. Para ver mais sobre a estrutura do Point da Pesca, acesse nossa outra matéria: CLIQUE AQUI!

Abraços aos amigos do Loucos!

Imagens: Muryllo Santos, Everton Moreira e Diego

Texto: Muryllo Santos

Hotel Fazenda Point da Pesca Corumbá – km 09 da BR 060 – Alexânia-GO

Fones: (61) 3248-1899 / 9137-8569 / 9692-2100

www.pointdapescacorumba.com

AGRADECIMENTOS

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraiba.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

1 Comentario to “POINT DA PESCA – A CASA DOS ENORMES PIRARUCUS”

  1. rhanser disse:

    Caros Pescadores, que pescaria foi essa hein….as iscas vcs levaram ??? Conte-nos mais sobre essa experiência.

Deixe seu comentario para rhanser