RECANTO DOS PEIXES (PIRACICABA) – 04/10/16

recantopiracica23

O Loucos por Pesca fez uma pescaria muito farta no Recanto dos Peixes de Piracicaba. O pesqueiro sempre é palco de grandes pescarias e os peixes de lá não dão sossego para os pescadores. Foram Tambaquis, Tambacus, Pirararas, Pincacharas, Cachapira…

 

 

 

Olá amigos do Loucos por Pesca!

Estivemos recentemente em um dos meus pesqueiros preferidos para a pesca dos brutos Tambaquis Amazônicos, gigantes Tambacus, Pirararas e muitas outras espécies: o Recanto dos Peixes de Piracicaba.

Parceiro do Loucos por Pesca de longa data, o lugar nunca decepciona e como sempre tivemos muitos peixes fisgados e brigas de cansar os braços. Para essa missão, o Loucos foi representado por mim (Gilmar Dechen), Muryllo Santos e nosso amigo Everton Moreira.

Começamos o dia cada um com um esquema de pesca diferente. Eu armei uma cevadeira Kuro da JR PESCA, chicote de 3 metros, boinha sinalizadora e esquema de evas trenzinho, montagem essa que me rendeu excelentes resultados em minha última visita.

O Muryllo também optou pela bóia cevadeira Kuro, porém com chicote de mais ou menos 1 metro, anzol chinú e ração furadinha de isca.

Já o Everton iniciou cevando, usando um chicote de 3 metros, boinha sinalizadora e de isca também a ração furadinha.

Os peixes começaram a subir na ceva e, nos primeiros minutos de pescaria, já apareceu uma encrenca na ponta da linha do Muryllo. O bicho brigou forte, com muitas tomadas de linha, característica dos verdões, mas usando o esquema escolhido pelo pescador não seria o mais provável. Após alguns minutos, já avistamos o lombo esverdeado na superfície e não é que era ele mesmo? Para começar com o pé direito, Tambaqui nas lentes do Loucos!

recantopiracica01

recantopiracica02

Também montamos um conjunto cada um para a pesca dos peixes de couro, usando iscas variadas como: salsicha, Tuvira, ovo cozido e pedaço de peixe.

E não demoraria muito para percebermos que nesse dia eles estariam muitos ativos. Catraca cantando e puxada na linha do conjunto armado pelo Everton próximo ao aerador, arremessado rente à margem. Briga pesada e o pescador leva a melhor, tirando uma bela e valente Pirarara.

recantopiracica03

Foi o tempo de fotografarmos esse peixe e liberá-lo e tivemos mais uma ação de peixe de couro. Dessa vez a isca escolhida foi a salsicha, que eu tinha arremessado a uns 4 metros da margem. Trabalho o peixe com calma e uma bela Pincachara se aproxima do barranco, chacoalhando a cabeça para os lados, tentando se soltar do anzol, mas para a nossa alegria ela não conseguiu e assim garantimos mais um peixe para a conta.

recantopiracica04

recantopiracica05

Voltando à pescaria de redondos, com os peixes muito ativos na ceva, o Everton tem uma ação na ração furadinha. Tambacu de porte mediano fotografado e liberado.

recantopiracica06

Buscando capturar um Tambaqui, fiz uma ceva separada da batedeira dos agitados Tambacus e aos poucos fui avistando os queixos brancos comendo bem vagarosamente a ração. Não demorou muito e veio a explosão nos evas! As pernas já bambearam, tendo a certeza que do outro lado havia o bruto amazônico. O peixe brigou muito, sempre com a bóia na superfície, tomando muitos metros de linha e, quando finalmente estava próximo do barranco, conseguimos ver que era ele mesmo, um grande Tambaqui, mas a alegria logo foi embora, pois sem motivo algum o peixe se soltou do anzol e sumiu no lago, me deixando com uma tremenda decepção. Faz parte…

Logo após, fisgo mais uma Pincachara, outra comedora de salsicha.

recantopiracica07

Insisti no eva e dessa vez quem veio para os braços dos pescador foi um bonito Tambacu.

recantopiracica08

recantopiracica09

Os peixes estavam frenéticos, comendo sem parar a ração arremessada por nós no meio do tanque com as bóias cevadeiras e no meio deles um desavisado encontra o anzol do nosso amigo Everton. Brigando forte e fazendo o pescador trabalhar o peixe, que vai e volta algumas vezes para o meio do lago, até se render e ser encaçapado pelo nosso passaguá. Um Tambacu já de ótimo porte, com a cor mais clara, peixe muito bonito nos braços do pescador.

recantopiracica10

recantopiracica11

Já estávamos estranhando a parada dos peixes de couro, quando nossa espera tem fim ao som de uma forte cantada na catraca da minha carretilha. Usando a mesma isca, no mesmo ponto, mais uma Pincachara na ponta da linha! Peixe de pequeno porte, mas muito valente, que foi parar do outro lado do barranco nos fazendo ir até ela para registrá-la.

recantopiracica12

Usando Tuvira de isca, o Everton engata mais uma menina do rabo laranja. Peixe que mesmo de porte mediano sempre rende uma boa briga e um sorriso no rosto do pescador.

recantopiracica13

O Muryllo não fica para trás e mostra que a bóia cevadeira com chicote mais curto também rende bons resultados.

recantopiracica14

Fizemos uma pequena pausa para tomarmos uma água, ir até o banheiro e recuperar o fôlego. O dia estava ótimo e ainda prometia muita coisa boa.

Continuamos nossa pescaria atrás dos Tambaquis, mas, enquanto eles não apareciam, mais um Tambacu de bom porte ataca meu conjunto de evas.

recantopiracica15

recantopiracica16

recantopiracica17a

Logo em seguida, mais um nos braços do Everton.

recantopiracica18

recantopiracica19

Bem na curva do tanque, duas varas começam a puxar linha ao mesmo tempo e rapidamente o Everton e o Muryllo vão até elas para cumprirem a tarefa de trazer os peixes para a foto. Formou-se um belo dublê de Pirarara e Cachapira, ambas fisgadas no pedaço de Tuvira.

recantopiracica20

Sem tempo nem de respirar, mais uma vara armada para os peixes de couro soa o alarme e novamente era uma Pirarara na ponta da linha!

recantopiracica21

Os peixes estavam insaciáveis e nós por sorte estávamos lá para conferirmos. Mais uma Pincachara na sequência.

recantopiracica22

O Everton mudou um pouco o sistema de pesca para os redondos e apostou no cebo flutuando, iscado no anzol atado direto na linha da carretilha, e garantiu vários exemplares de pequeno porte.

Em meio a uma briga com um desses peixes, outra vara que ele havia armado para os de couro e iscado um pedaço de peixe, toma uma puxada muito forte e, não querendo deixar o Tambacu de lado, ele pediu para o Muryllo ir até lá e brigar com esse peixe. A briga estava meio diferente do normal para uma Pirarara ou Pintado, o peixe dava algumas cabeçadas e puxava mais para o meio do lago, o que fez o pescador pensar que poderia ser um redondo. Ele estava certo, pois um belo verdão esfomeado foi quem atacara o pedaço de peixe! Após a grande batalha ele se rendeu, mostrando-se mais um bruto Tambaqui, que veio para animar ainda mais nossa pescaria nesse dia fenomenal!

recantopiracica23

recantopiracica24

Verdão top!

recantopiracica25

recantopiracica26

Fizemos uma pausa na pescaria para o almoço. O pesqueiro oferece tanto marmitex quanto prato feito, além de várias porções, salgados fritos e assados etc.

No retorno à beira do lago, uma linha esticada bem rente ao barranco denunciava que havia peixe na ponta da linha. O Everton não perde tempo e confirma a fisgada! Uma boa briga é travada e após alguns minutos lá estava mais uma Pirarara registrada.

recantopiracica27

Eu não havia desistido de capturar o meu Tambaqui e continuei a insistir no sistema que mais gosto, utilizando evas cor de ração e miçanga marrom. Ceva na água, isca posicionada e vem o bote na superfície, estouro digno de verdão! Muita linha sendo levada do carretel, briga sempre pesada na superfície, então fiquei na expectativa que seria meu alvo e logo descobri que era ele mesmo. Não era dos maiores, mas a alegria estava completa. Verdão pro Loucos!

recantopiracica28

recantopiracica29

Embora somente as Pirararas de menor porte estivessem atacando nossas iscas nesse dia, há também enormes exemplares no pesqueiro, que são sempre almejadas pelos pescadores. E foi na vara do Muryllo, que sofreu uma puxada muito forte e uma corrida contínua, que tivemos certeza que haveria ali umas das velhas piras do local. O peixe brigou forte, bem ao lado do aerador, deixando um frio na barriga em pensar que poderia encontrar ali um enrosco. Mas com habilidade e paciência, o pescador leva a melhor e vem para foto uma enorme Pirarara do Recanto dos Peixes.

recantopiracica30

recantopiracica31

recantopiracica32

Abaixo uma seqüência animal de peixes capturados em um curto intervalo de tempo! Começando por um dublê de Pirararas.

recantopiracica33

recantopiracica34

Tambacus!

recantopiracica35

recantopiracica36

E mais pira!

recantopiracica37

Os peixes estavam tão ativos nesse dia que nossa pescaria parecia interminável. Tivemos resultados em todas as modalidades escolhidas, era peixe fisgado a todo momento, prova de quão piscoso e diversificado é o lago principal.

Mais uma surpresa na vara armada para peixes de couro. Um baguá comedor de Tuvira!

recantopiracica38

recantopiracica39

Como de costume, com o final da tarde se aproximando, a quantidade de peixes comendo a ração na ceva aumenta absurdamente. Investimos forte na captura dos redondos e os resultados iam acontecendo. Enormes Tambacus foram saindo e sem perder tempo cada um vinha para foto com seus exemplares. Ora atacavam as anteninhas “As Matadeiras”.

recantopiracica40

recantopiracica41

Ora preferiam a ração furadinha.

recantopiracica42

recantopiracica43

E também escolheram a ração na pinga.

recantopiracica44

Foram muitos peixes!

recantopiracica45

Entre eles, mais um Tambaqui em dublê com um Tambacu. Insano!

recantopiracica46

Com os braços moídos de tanto peixe e com a sensação de dever cumprido, começamos a desmontar os conjuntos de peixes redondos, deixando por último as varas de espera. Mas no Recanto, isca na água meus amigos, é sinal de peixe na ponta da linha, então mais uma Pirarara apareceu.

recantopiracica47

recantopiracica48

Estava terminando de organizar o restante da tralha e, como fominha que somos, resolvi lançar novamente a isca no mesmo ponto para ver no que daria. Foi questão de andar alguns passos na direção oposta da vara e ter que voltar correndo, pois o alarme da carretilha me chamava para minha última batalha do dia. Briga diferente, peixe dando cabeçadas e já arrisco que seria um redondo. Trabalhando o peixe com calma e com a fricção bem regulada, consigo encostar mais um baguá, outro gigante tamba que não resistiu ao pedaço de Tuvira.

recantopiracica49

É muito peixe!

recantopiracica50

recantopiracica51

Eu e o Muryllo já estávamos indo até o estacionamento guardar nossas coisas, quando o amigo Everton, indo na direção para retirar sua última vara da água, ainda sofre mais um ataque em sua isca. Inacreditável amigos, peixe até nos 48 minutos do segundo tempo! Com a mochila nas costas e sem ninguém ao lado para registrar o momento, o amigo faz uma “selfie” com a bela menina do rabo vermelho.

recantopiracica52

E foi assim que retornamos para casa, com a sensação de missão cumprida de mostrar a vocês mais uma pescaria nesse lugar que vale muito a pena cada km rodado.

Obrigado a todos e boas pescarias!

Imagens: Gilmar Dechen, Muryllo Santos e Everton Moreira

Texto: Gilmar Dechen

Pesqueiro Recanto dos Peixes – Piracicaba/SP

Estrada Jacob Canale, 166 – Fone: (19) 3434-2895 (Beto)

AGRADECIMENTOS

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraiba.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

Deixe um comentario