RIO ARAGUAIA – AS 7 PIRAÍBAS! TV LOUCOS 43

bandeirante53

O Loucos por Pesca voltou novamente ao Rio Araguaia para fazer a nossa melhor pescaria de Piraíbas. Foram 7 exemplares fisgados, alguns bem grandes, outros menores, mostrando que o rio está muito vivo e que as futuras gerações poderão desfrutar dessas maravilhas, desde que continue a imprescindível COTA ZERO!

 

 

 

E ai galera do Loucos!

Fizemos uma grande pescaria no Rio Araguaia, onde fisgamos grandes Piraíbas e uma quantidade ótima de exemplares, tornando-se assim, uma das maiores pescarias já feitas por nós. Confira conosco!

Eu (Edgard) e meu irmão Fernando, desde outubro de 2015, fechamos uma pescaria para o Araguaia, com nosso grande amigo e guia Tetéu, para fazer essa pescaria em setembro de 2016.

O tempo foi passando, os preparativos sendo feitos e até que o grande dia chegou. Embarcamos para Goiânia e lá alugamos um carro para o distrito de Luís Alves, cerca de 450 km da capital de Goiás, onde a estrada em sua maioria se encontra em boas condições, mas recomendamos atenção extra aos animais que podem cortar a pista e ocasionar graves acidentes.

Chegamos ao nosso destino por volta das 20 horas e fomos recepcionados pelo Paulinho e pela Joyce, proprietários da Pousada do Paulinho, onde tivemos o prazer de ficar. Além de parceiros do Loucos por Pesca, eles se tornaram grandes amigos. Eles oferecem uma ótima estrutura e um lugar aconchegante para o pescador e sua família!

bandeirante01

Espaço amplo e bem organizado.

bandeirante02

Geladeira, televisão, lugar ideal para se fazer um bom churrasco.

bandeirante03

Quarto limpo, conforto necessário e ar condicionado.

bandeirante04

bandeirante05

bandeirante06

Logo nos encontramos com Tetéu para conversar sobre a pescaria e tivemos a confirmação das notícias que tínhamos de que nosso destino, Luciara-MT, estava com pouquíssimas ações. Ele relatou que seus irmãos estavam lá na região e tiveram poucas Piraíbas fisgadas. Sabendo disso, o nosso guia, e exímio conhecedor do rio e suas nuances, nos sugeriu que explorássemos outra localidade, onde ele tinha informações que saíram muitas Piraíbas e era bem menos explorado que a região onde iríamos. Esse lugar era rio acima, conhecido como Bandeirante. Logo agilizamos o contato do hotel existente na localidade e já começamos a arrumar as tralhas, confiando nessa mudança de rumo, que no primeiro momento nos causou uma apreensão, porém logo ela se mostraria que foi a decisão mais acertada de nossa semana.

Logo cedo, partimos subindo o Rio Araguaia. Como a região do Bandeirante é perto de Luís Alves, resolvemos ir batendo os pontos que nosso guia conhece. A previsão era chegar no local que ficaríamos bem pela tarde.

Uma parte importante e muito gostosa é a pescaria das iscas, que são os peixes da região, como: Dourada, Mandi, Mandubé, Barbado, Candiru, Corvina, entre outros. Eles são pegos para podermos usar como iscas para as grandes Piraíbas, sendo usados em postas, ou, dependendo do tamanho, iscado inteiro nos anzóis.

Por volta do meio dia, parados a pouco mais de 30 minutos no ponto, o coração veio a mil! A vara desceu lentamente e o Fernando soltou a fisgada! Estava na linha nossa primeira rainha do rio, então logo recolhemos as outras varas, e iniciamos a briga! A destreza e sabedoria do nosso guia impressiona. Ele controla o posicionamento do barco, reconhece o peixe com maestria pela característica da briga, sabe muito e nos guia sempre afim de fazer o melhor trabalho possível. Por mais experiente que sejamos em pesca, sempre escutamos o Tetéu, pois ali ele é quem sabe das coisas! Logo descemos do barco, entramos no rio e, como a época é de rio bem seco, a água dava nas nossas canelas.

bandeirante07

O Fernando brigou com categoria e logo veio nossa primeira Piraíba!

bandeirante08

bandeirante09

bandeirante10

Devidamente registrada, medida e solta, como manda o manual!

bandeirante11

bandeirante12

bandeirante13

bandeirante14

Tentamos mais alguns pontos nesse dia, mas não tivemos outras ações. Chegamos por volta das 18:20 no distrito de São José dos Bandeirantes, onde nos hospedamos cheios de felicidade pelo peixão logo no primeiro dia.

Na terça-feira, tivemos mais duas ações e mais duas Piraíbas na linha. Menores que a primeira, porém não menos valiosas, pois rainha é rainha, independente do tamanho.

bandeirante15

bandeirante16

bandeirante17

A felicidade é a mesma pela dificuldade da sua captura e sua força!

bandeirante18

bandeirante19

bandeirante20

bandeirante21

bandeirante22

Na quarta-feira, feriado de Independência do Brasil, o rio estava muito movimentado de turistas e pescadores, logo o peixe fica menos ativo com a quantidade de barcos se locomovendo pelo Araguaia, consequentemente foi esse o único dia que não tivemos nenhuma ação de Piraíbas.

Fisgamos duas Arraias, a perigosa Fogo e a grande e inofensiva Arraia Maçã.

bandeirante23

bandeirante24

bandeirante25

bandeirante26

bandeirante27

Foi o dia de tirar belas fotos do lindo Rio Araguaia e renovar as forças para o próximo dia!

bandeirante28

bandeirante29

bandeirante30

bandeirante31

bandeirante32

bandeirante33

bandeirante34

O sempre encantador pôr do sol do Araguaia.

bandeirante35

bandeirante36

Na quinta-feira, começamos o dia animados para voltarmos as capturas, mas ressabiados pelo dia anterior, onde não tivemos nenhuma ação.

Tentamos bastante em vários pontos, muitas iscas lançadas na água e zero de ação, até que por volta das 15:30 um dos equipamentos Penn, fornecidos e vendidos pelos amigos da Penn Raíba Carretilhas, desce violentamente tomando linha! Trabalhamos com muita calma, pois estávamos ansiosos devido a um dia e meio sem nenhuma puxada, e foi assim, com muita tranqüilidade, que ela apareceu. Linda, saudável, medindo por volta de 1,60m, mas comemorada como se tivesse mais de 2 metros, devido às circunstâncias que estávamos.

bandeirante37

bandeirante38

bandeirante39

Fizemos lindas imagens com ela, vibramos muito e logo soltamos nossa quarta Piraíba da viagem!

bandeirante40

bandeirante41

Na sexta-feira, resolvemos explorar um local um pouco mais longe de onde estávamos, uma região próxima a localidade de Cocalinho, onde o rio se torna mais sinuoso, com mais formações rochosas que de costume e não menos belo quanto aos outros locais.

Depois de 1 hora e meia de barco até esse local, o Tetéu visualizou uma curva do rio e ele disse: “Vamos soltar as linhas aqui, pois aqui tá com jeito que tem peixe”. Constatação feita pela rasura do rio, pela passagem de uma agua rápida que somente os guias mais qualificados sabem. Então fizemos a soltura das linhas com maestria e em menos de cinco minutos de linhas na água, logo veio a primeira puxada! Uma filhotinha de 1,20m, o que é um ótimo sinal e notícia para nossa geração e para a próxima, mostrando que o peixe está se reproduzindo, crescendo e aumentando cada vez mais a população de Piraíbas no Rio Araguaia, que a pouco tempo atrás esteve quase extinta e que com muita força dos guias e vontade politica conseguiram o veto ao seu abate!

bandeirante42

bandeirante43

bandeirante44

bandeirante45

Após a soltura do nosso 5º troféu, resolvemos nos posicionar no mesmo ponto e não é que precisamos de apenas cinco minutos novamente para a vara beber água de novo? Tínhamos a segunda ação em menos de 20 minutos de intervalo! Essa briga foi diferente, pois se mostrava mais bruta, com bastante peso e para complicar a linha passou numa galhada que estava a cerca de 150 metros para baixo do barco. Com muita calma, fomos recolhendo o excesso de linha, nos aproximando de onde ela estava passada e, com uma manobra da canoa, o Tetéu conseguiu tirar a linha do enrosco. Logo descemos do barco numa rasura e a briga ficou melhor ainda.

bandeirante46

bandeirante47

Nosso guia começou a seguir a linha com a mão para poder trazer a rainha para o nosso peito e, com muita categoria, ela estava em nossos braços!

bandeirante48

bandeirante49

bandeirante50

Uma grande e imponente Piraíba, a sexta da pescaria, linda e robusta!

bandeirante51

bandeirante52

bandeirante53

Tiramos muitas fotos dela, contemplamos seu tamanho e a soltamos com muita emoção.

bandeirante54

Logo as 10h30min da manhã tínhamos fisgado dois peixes. Nossa felicidade era nítida, tanto que no resto do dia, não tivemos mais nenhuma ação, mas nossa missão já estava cumprida com êxito!

No sábado, tínhamos que voltar para Luís Alves para seguirmos viagem para casa, mas como Loucos por Pesca que somos, no caminho de volta, na descida do rio, resolvemos soltar as linhas e não é que logo pela manhã, mais uma Piraíba veio para nossas lentes?

bandeirante55

bandeirante56

Completando nossa 7ª rainha, fechando com chave de ouro nossa semana perfeita de pesca, onde tivemos a incrível quantidade de sete peixes fisgados e nenhum perdido. Todos que foram fisgados vieram para o Loucos, isso foi algo que fez nos sentirmos abençoados e realizados pelo feito!

bandeirante57

bandeirante58

bandeirante59

Depois do sétimo peixe, resolvemos encerrar nossa pescaria, dando descanso para o nosso amigo Tetéu, que batalhou incansavelmente esses cinco dias e meio de pesca, se mostrando um grande conhecedor do Rio Araguaia.

Chegamos na Pousada do Paulinho por volta das 15 horas, logo recepcionados pelo próprio Paulinho, que de pronto nos alojou em um dos seus quartos com ar condicionado, camas confortáveis, onde descansamos até a noite, para depois seguirmos viagem até Goiânia e logo depois vôo para São Paulo, encerrando assim uma das melhores pescarias de nossas vidas!

Assista no player abaixo o programa 43 da TV LOUCOS!

Essa pescaria não seria de tanto êxito sem nossos parceiros:

– Pousada do Paulinho. Agradecendo diretamente ao Paulinho e a Joyce pela recepção maravilhosa;

– Aos companheiros do Penn Raíba Carretilhas, que nos forneceram material de primeiríssima qualidade, que se mostraram de extrema confiança nas brigas com as rainhas;

– Ao nosso amigo e guia Tetéu, pela luta, sabedoria, paciência e pelas histórias engraçadas que compartilhamos nesses dias maravilhosos que tivemos. Se Deus quiser, voltaremos em breve ao Araguaia, tentando alcançar nosso recorde de sete peixes em cinco dias e meio de pescaria!

bandeirante60

bandeirante61

Quem gosta de pescaria pesada tem na Penn-Raíba Carretilhas uma grande aliada. Eles comercializam carretilhas novas e semi-novas, revisadas, além de fazerem manutenção. Todas as carretilhas são entregues com garantia de 1 ano e passam por uma minuciosa revisão antes de serem colocadas para venda, sendo substituídas possíveis peças com defeito ou muito desgastadas.

A Penn-Raíba trabalha com toda a linha de carretilhas da renomada Penn, uma referência em matéria de qualidade e durabilidade.

Entre em contato com os sócios Felipe e Daniel, grandes pescadores, que saberão indicar qual equipamento mais adequado para a sua pescaria. Confira o catálogo no site: www.pennraiba.com.br

Obrigado a todos e “vamo pesca”.

Imagens: Edgard Paiva, Fernando Paiva e Tetéu

Texto: Edgard Paiva

Guia Tetéu
(62) 9801-1188

Pousada do Paulinho

Fones: (62) 9928-9553 / 9609-2876 / 3382-3128

www.pousadadopaulinho.com.br

AGRADECIMENTOS

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraiba.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com.br

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

Deixe um comentario