PEKOS – TV LOUCOS 41! AGOSTO 2016

pekos36

O Loucos por Pesca foi em busca de novidade para os nossos leitores. Conhecemos o Pesqueiro Pekos, localizado em Limeira-SP, morada de gigantes Tambacus, Tambaquis, Pirararas, entre outras espécies. Apesar de termos pescado no auge do inverno, garantimos bons peixes. Assista a TV LOUCOS 41!

 

 

 

Olá amigos do Loucos por Pesca!

Fomos conhecer um pesqueiro “novo” para trazer algo diferente a vocês que nos prestigiam. O Pesqueiro do Pekos já existe há muitos anos, porém ainda não foi muito divulgado pelos sites de pesca, o que mudará certamente, pois o lugar tem um enorme potencial a ser explorado.

Um dos que ajudam na divulgação do Pekos, nosso amigo Diego Manduca, do Mais Pesca, esteve conosco nesse dia em que fomos conhecer o pesqueiro e pudemos pescar com alguém que conhece bastante o local.

Data da pescaria: 08 de agosto de 2016

Infelizmente a época escolhida não era a mais propícia, já que estávamos no começo do mês de agosto, no auge do inverno, onde baixas temperaturas e bruscas mudanças climáticas atrapalham bastante o sucesso na pescaria, porém mesmo assim conseguimos fisgar alguns bons peixes.

Chegamos no Pekos, localizado em Limeira, interior paulista, de manhã, após uma viagem super rápida e tranquila, já que o pesqueiro fica bem próximo de Campinas, nossa região. Para quem quiser conhecer essa morada de grandes peixes, segue o mapa. Basta colocar Estrada LIM-030 no Waze ou GPS que nessa estradinha de terra já terão placas do Pesqueiro Pekos.

pekos01

O pesqueiro Pekos é familiar e já existe há bastante tempo. Deixado por seu pai após seu falecimento, hoje é administrado pelos filhos, onde destacamos nosso simpático amigo Gabriel Galina, que nos recepcionou muito bem.

Assim que cruzamos o portão e descemos para os lagos, encontramos um ambiente muito bonito, extremamente bem cuidado, algo que nos chamou realmente a atenção. Eles contam com diversos lagos, sendo um para a pesca de Tilápias.

pekos02

Lago para a pescaria por kg (pesque pague).

pekos03

E o lago principal, onde estão os grandes peixes do Pekos.

pekos04

Neste lago há peixes que já beiram os 30 kg, além de uma diversidade bem grande de espécies, onde destacamos principalmente: Tambaqui, Tambacu, Pirarara, Pintado, Dourado, entre outras.

Eles estão engordando dezenas de Pirararas que serão soltas em breve no lago principal.

Vale ressaltar que o Pesqueiro Pekos comprou pouco mais de 40 Tambacus do Pesqueiro Matrinchã na época que ele fechou. Foram exemplares de até 26 kg que vieram de São Sebastião do Paraíso.

pekos05

pekos06

O ambiente é muito bem cuidado, limpo e agradável.

pekos07

Quiosques estão presentes em volta do lago, inclusive com iluminação para maior conforto na realização de uma pesca noturna.

pekos08

pekos09

pekos10

pekos11

Iniciamos a montagem dos equipamentos mais pesados, como de costume, que seriam para buscar os peixes de couro, principalmente as cobiçadas Pirararas. De isca utilizamos: salsicha, guelra, mussarela e Tuvira.

Depois partimos para os equipamentos em busca dos redondos, onde utilizamos varas de 2,10 a 2,40m, linha monofilamento 0,35mm, boias cevadeiras da JRPESCA Kuro (Kleber e Gilmar) e Mini Parruda (Diego Manduca), chicote de linha mono 0,50mm e anzol chinu com ração furadinha.

Os peixes subiram timidamente na ração, mas já se mostraram um pouco ativos, o que até nos surpreendeu pela época. O Diego Manduca foi o primeiro a garantir um Tambacu, peixe muito briguento e que fez uma bagunça na água até se render.

pekos12

pekos13

Na sequência tivemos uma paradeira grande, onde apenas alguns peixes menores foram fisgados. As manhãs de inverno costumam ser bem fracas mesmo, pois até o sol dar uma esquentada na água vai um tempo e os peixes geralmente ficam mais ativos na parte da tarde.

Fomos almoçar e pudemos comprovar que a comida do Pesqueiro Pekos é algo sensacional. A mãe do Gabriel (Rosangela Galina), nos serviu uma deliciosa lasanha de Tilápia, maionese com batata, filé de peixe, arroz, feijão e farofa. Nota 10!

pekos14

pekos15

pekos16

pekos17

Enquanto almoçávamos pudemos observar que os peixes aproveitaram para detonar o que tinha de ração na superfície. Mais manhosos durante o inverno, eles aproveitaram a ausência de nossas boias para fazerem a festa.

pekos18

pekos19

O Gilmar tinha deixado um torpedo armado com pão na superfície, esse da foto a seguir, e teve que sair correndo para brigar com um Tambacu.

pekos20

Em seguida se rendeu o danado que veio “atrapalhar” nosso almoço.

pekos21

pekos22

Na pescaria com cevadeira, eu estava utilizando o sistema com bóinha, mas já que não estava funcionando, resolvi seguir o conselho do Manduca e deixei o chicote direto na cevadeira. Poucos minutos depois tenho uma ação na ração furadinha (special dog) e garanto um bonito Tambacu.

pekos23

pekos24

Algumas Tilápias também marcaram presença em nossa pescaria.

pekos25

Uma vara de fundo do Diego Manduca embodocou de uma vez no suporte e ele correu para a briga. Crente que estava com uma Pirarara na ponta da linha, porém quem acabou aparecendo foi um bagre africano.

pekos26

pekos27

Um exemplar bem grande por sinal.

pekos28

Menos de dez minutos depois, no mesmo esquema com ração furadinha, ele tomou uma afundada na boia cevadeira e outro tamba estava na ponta da linha do nosso amigo. É impressionante o tanto que brigam os peixes do Pekos.

pekos29

pekos30

pekos31

No final da tarde os tambas começaram a subir mais, porém estavam bem manhosos ainda, devido à época, evitando um pouco nossas boias cevadeiras. Após insistir, nosso amigo Guedes garantiu um belo exemplar, tamba mais brancão, na anteninha.

pekos32

pekos33

pekos34

Já estávamos guardando nossas tralhas, quando o Gabriel me falava que foi uma pena não ter saído nenhuma Pirarara neste dia. Eu disse: calma, eu sempre deixo minhas varas de Pirarara na água enquanto vou arrumando tudo e costuma dar certo. Dito e feito! Minutos depois o Gilmar me avisava que minha carretilha estava berrando no suporte. Dei umas boas confirmadas e travei aquele duelo, confesso que com receio de cravar que era Pirarara depois do nosso parceiro Manduca se enganar com um bagrão africano, mas felizmente era a danada do rabo vermelho, peixe que veio para finalizar nosso programa 41 da TV Loucos.

pekos35

pekos36

Fisgada no pedaço de Tuvira.

pekos37

Em breve voltaremos no Pesqueiro Pekos para mostrar ainda melhor seu potencial, dessa vez na época certa. Temos inclusive notícias de que os tambas já estão subindo muito após a chegada do calor.

Segue algumas fotos cedidas pelo pesqueiro de alguns belos exemplares fisgados pelos seus clientes e amigos pescadores.

pekos38

pekos39

pekos40

pekos41

pekos42

pekos43

pekos44

pekos45

pekos46

pekos47

pekos48

pekos49

pekos50

pekos51

pekos52

pekos53

pekos54

pekos55

pekos56

pekos57

pekos58

pekos59

Nosso leitor Lucas já garantiu diversos tambas no Pekos.

pekos60

Assista no player abaixo o programa 41 da TV Loucos!

Agradecemos nosso amigo Gabriel Galina, sua mãe Rosangela e seus irmãos pela excelente recepção que tiveram com a nossa equipe. Agradecimentos também ao amigo Diego Manduca e a todos que nos seguem.

Voltaremos brevemente atrás dos grandes peixes do Pekos. As notícias são animadoras! Vale a pena conferir.

Grande abraço a todos e VAMOS PESCAR!

Imagens: Kleber Sanches, Gilmar Dechen e Diego Manduca

Texto: Kleber Sanches

Pesqueiro Pekos

Estrada LIM-030 / Limeira-SP

Tel: (19) 3445-7926 ou (19) 9 9886-2184

https://www.facebook.com/pekospesqueirooficial

AGRADECIMENTOS

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraiba.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

1 Comentario to “PEKOS – TV LOUCOS 41! AGOSTO 2016”

  1. Melhor pesqueiro de limeira e região! E Comida excelente, Recomendo.

Deixe um comentario