PARAÍSO VERDE – TAMBAS E PIRAS GIGANTES!

PARADISE12

O Loucos por Pesca esteve novamente em um dos melhores pesqueiros do Brasil. Sem dúvida nenhuma, o Paraíso Verde Pesca e Lazer, é a segunda casa da nossa equipe e nunca nos decepciona. Fisgamos muitos redondos, vários de grande porte, além de Pirararas enormes, que também renderam-se aos nossos braços!

 

 

 

Olá amigos do Loucos!

Nesse fim de ano, eu (Edgard) e o meu amigo Oliver Lorijola, fizemos uma ótima pescaria no Paraiso Verde Pesca e Lazer, do nosso grande amigo Juninho, reduto de gigantes redondos e grandes Pirararas. Mais uma vez esse lugar incrível não nos decepcionou, nos proporcionando ótimas fisgadas e muitos peixes para nossos leitores.

Dessa vez, na primeira em minha vida, pesquei sem meu irmão Fernando Paiva e sem o grande amigo Kleber Sanches, pois devido a compromissos particulares nenhum deles pode estar conosco nessa pescaria. Como a vontade de ir era grande, chamei um amigo particular, que nunca havia pescado, inclusive que tinha pouca ideia de como funcionava a pesca esportiva.

O Oliver, companheiro nosso dos jogos de basquete aqui de Mogi das Cruzes, topou logo de cara e partimos na nossa viagem de Mogi até Campo Limpo de Goiás. Depois de 11 horas de carro, chegamos cansados, mas dispostos a começarmos logo os trabalhos.

Comecei a montar as tralhas, sempre explicando para o amigo todos os procedimentos, as iscas, os materiais para as Piras e para os redondos, e via que para ele ainda era tudo um livro fechado com muitas dúvidas.

Quando isquei um pedaço de pão, arremessando com um torpedo com luminoso, e a boia afundou, já sabia que tínhamos um grande redondo. Eu explicava para o amigo os movimentos de recolhimento e tração da vara, mostrava como era feito o trabalho e logo um belo tamba pranchou. Passamos o passaguá e o Oliver se assustou com o tamba, pois apesar de ter sido de um tamanho mediano, para uma pessoa que nunca tinha pescado ele parecia um gigante.

PARADISE01

Tiramos as fotos, ele quis segurar e sair na foto também, nada mais louvável, pois todos lembramos da nossa emoção quando vimos um primeiro peixe grande na vida.

PARADISE02

Logo depois, arrumamos os equipamentos de Pirararas, com guelras e cabeças de Tilápia, e fomos deitar, para acordarmos bem no dia seguinte e partirmos para brigar com mais gigantes!

Logo pela manhã, o alarme de uma carretilha dispara! Acordei, confirmei a fisgada e era uma Pirarara. O Oliver acordou para me ajudar e revezei com ele para que ele pudesse sentir o peso de uma briga pesada! A adrenalina e a inexperiência se misturavam, ele ficava ansioso e com muito esforço conseguiu tirar a primeira Pirarara, se surpreendendo com um exemplar de porte mediano, mas que para ele era gigante e era isso que importava.

PARADISE03

PARADISE04

O sol começou a subir, logo começamos a cevar e lancei os torpedos com pão.

PARADISE05

O Paraíso Verde não nos decepciona, como sempre, então engatamos uma boa sequência de tambas.

PARADISE06

PARADISE07

Eu sempre revezava com o Oliver, ensinando os macetes e ele se mostrava um aprendiz que tinha vontade de fazer a coisa certa, assim logo começou a tirar seus peixes também.

PARADISE08

PARADISE09

PARADISE10

PARADISE11

Muitos tambas no Paraíso Verde e alguns bem grandes apareceram para o Loucos por Pesca.

PARADISE12

PARADISE13

Legítimo baguá!

PARADISE14

Eles estiveram ativos durante toda a tarde, então o negócio foi não ter preguiça e aproveitar a batedeira!

PARADISE15

Um belo Tambaqui também marcou presença.

PARADISE16

Para fechar a pescaria de tambas nessa tarde, mais um belo redondo se rende aos meus braços.

PARADISE17

PARADISE18

Uma surpresa muito boa apareceu nesse dia, uma grande Cachapira, já fisgada pelo amigo Gabriel Ishiki, foi fisgada por mim. Um peixe diferente por sua cabeça com formato estranho, habitante antigo do Paraíso Verde.

PARADISE19

PARADISE20

PARADISE21

No comecinho da noite, fui tomar uma ducha, pois já tínhamos parado com os tambas. Deixei o amigo tomando conta das varas de Pirarara e disse para ele gritar se alguma vara tivesse ação. Mal comecei o banho e o Oliver gritou! Apressei o banho e corri lá pra ajudá-lo, mas quando cheguei me surpreendi, pois ele estava com tudo dominado. Somente passei o passaguá e pronto! Ele tinha fisgado, brigado e tirado sua primeira Pirarara de bom porte!

PARADISE22

Uma gigante Pirarara do Paraíso Verde!

PARADISE23

PARADISE24

No dia seguinte, tivemos boas ações, mas a coisa mais importante desse dia, foi a presença dos amigos da Equipe Escapou, grandes pescadores, que sempre rendem uma boa resenha, onde também fizemos um churrasco com bastante risadas e histórias engraçadas!

PARADISE25

PARADISE26

PARADISE27

Também apareceram alguns Tambaquis em meios aos pretões!

PARADISE28

Nosso amigo Rafael garantiu boas fisgadas também nesse dia.

PARADISE29

Para fechar a tarde, um belo verdinho.

PARADISE30

Nesse dia fomos dormir cedo e por volta das 4:50 da manhã escuto o alarme da carretilha tocar forte! Levanto e confirmo a fisgada, já dava para perceber que era uma das gigantes do Paraíso Verde. Após uma briga pesadíssima, ela pranchou e se confirmou como uma gigantesca Pirarara.

PARADISE31

PARADISE32

PARADISE33

Após registrarmos a gigante do rabo vermelho, logo a soltamos de volta à água e voltamos a dormir, pois teríamos o dia todo pela frente.

Logo as 7 da manhã já estávamos de pé e começamos novamente a cevar e iscar nossos torpedos com o pão. Mais uma vez tivemos grandes ações!

PARADISE34

Revezava sempre as puxadas com o Oliver, pois ele estava aprendendo ainda.

PARADISE35

PARADISE36

Eu lançava as varas todas, pois o arremesso era longe e com carretilha as dificuldades eram muito grandes para o amigo logo em sua primeira viagem, mas mesmo assim, conseguimos ter uma das melhores pescarias de tambas no Paraíso Verde.

PARADISE37

PARADISE38

Entre muitos Tambacus de grande porte, apareciam outros maiores ainda, verdadeiros baguás para o Loucos por Pesca.

PARADISE39

PARADISE40

O dia foi passando e aproveitei para brigar com os últimos peixes dessa incrível viagem.

PARADISE41

Show dos redondos no Paraíso Verde!

PARADISE42

PARADISE43

Recolhemos nossas varas e fomos dormir, sendo que nessa noite não tivemos puxadas de Pirararas. Elas estiveram mais tímidas dessa vez, mas com insistência conseguimos fisgar bons exemplares.

Descansamos e pela manhã tivemos que encarar novamente a estrada, mas com as energias revigoradas por termos passado dias especiais nesse que é literalmente o Paraíso da pesca esportiva no Brasil.

Quero agradecer ao amigo Oliver Lorijola, por ter ido comigo nessa aventura, por ter sido um bom aprendiz. Fiquei feliz por ter conseguido mostrar para ele esse mundo que vivemos que é apaixonante. Espero ter plantado a sementinha da pesca esportiva na vida dele e que ele possa estar conosco em outras pescarias.

Aos amigos, Leandro e Maiko, funcionários do Paraíso Verde, também agradecemos pela prestatividade e a amizade. Agradecimentos em especial ao proprietário do Paraíso Verde, Carlos Junior, mais conhecido como Juninho, esse sempre cordial, amistoso e atencioso conosco. Não há palavras que expressam a sua hospitalidade com a Equipe Loucos por Pesca e além de grandes parceiros somos grandes amigos.

Logo mais estaremos de volta para mais uma aventura nesse Paraíso Verde de Goiás!

Abraços a todos!

Imagens: Edgard Paiva e Oliver Lorijola

Texto: Edgard Paiva

Paraíso Verde – Campo Limpo de Goias

Fones: (62) 3345-1518 / 9159-1059

www.paraisoverde.eco.br

AGRADECIMENTOS

Loja Corricos – www.corricos.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

JRPESCA – www.jrpesca.com

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

1 Comentario to “PARAÍSO VERDE – TAMBAS E PIRAS GIGANTES!”

  1. Norberto disse:

    Bom dia, gostaria de saber se o lagão novo esta funcionando e se vcs pescaram la?

    Abs

Deixe um comentario