PESQUEIRO DOS GIGANTES – ABRIL/2014

LAGZUL_CAPA2014

Realizamos uma pescaria excelente em matéria de gigantes no antigo Pesqueiro Lago Azul de Mogi-Guaçu. Fisgamos praticamente só os grandes exemplares, entre eles diversos baguás e alguns verdões numa isca já consagrada de superfície. Confira esse monstruoso Tambaqui Amazônico!

 

 

 

Olá amigos do Loucos!

Após muito tempo sem pescar, devido ao nascimento do meu filho, consegui tirar um dia para matar a vontade e a saudade das fisgadas. Combinei com meu amigo Fernando Paiva e rumamos para o Pesqueiro dos Gigantes, antigo Lago Azul, localizado em Mogi Guaçu-SP.

Infelizmente só poderia ir depois do almoço, mas o amigo chegou cedo e, junto com o nosso parceiro Muller, iniciou a pescaria com belos tambas. O primeiro já era um brancão de respeito, fisgado no pão flutuando.

LAGZUL01

Um legítimo baguá!

LAGZUL02

LAGZUL03

Uma hora depois e foi a vez do Muller pegar o seu primeiro. O pãozinho fazia sucesso na calmaria que imperava na superfície do lago, já que eles estavam esperando a minha chegada para começarem a cevar, já que eu tinha comprado a ração. Uma briga violenta, com as reveladoras tomadas de linha cortando lateralmente o lago, traria um belíssimo Tambaqui!

LAGZUL04

LAGZUL05

Menos de vinte minutos depois e outra porrada na superfície leva o pão com tudo para baixo. O torpedo afunda de uma vez e parecia que era realmente o dia dos verdões no Pesqueiro dos Gigantes. Outro amazônico, peixe de rara beleza!

LAGZUL06

LAGZUL07

Queixão largo!

LAGZUL08

A cena se repetiria minutos depois, mas chegava a hora do Fernando sentir o duelo contra o cobiçado Tambaqui, uma das espécies mais briguentas e buscadas nos pesqueiros.

LAGZUL09

Com o relógio já cravando meio-dia, eu chegava igual um doido na porta do pesqueiro, a ansiedade e vontade de pescar me dominavam, já que desde janeiro eu não tinha esse gostinho. Chegando no lago me deparei com o Fernando tirando uma Pirarara.

LAGZUL10

LAGZUL11

Começamos então a cevar, mas os peixes não respondiam tão bem às nossas copadas no centro do lago. Aos poucos foram subindo um pouco mais e com nossas antenas “As Matadeiras” não teria folga pros gigantes. Eu e Fernando engatamos um dublezão de respeito, dois parrudos nitidamente estavam na ponta das nossas linhas e não perderíamos eles por nada. Brigas pesadas, sem tantas corridas, até que finalmente os baguás vem parar no Loucos por Pesca!

LAGZUL12

LAGZUL13

LAGZUL14

Hora de segurar os dois baguás juntos pra registrarmos o dublê.

LAGZUL15

LAGZUL16

Depois dessa captura, quando finalmente os peixes davam mostra de que poderiam subir com mais voracidade na ração, o tempo virou completamente na região. Meio desolado eu parecia não acreditar que teria tamanho azar já que tinha acabado de chegar e só teria algumas horas de pescaria.

Após passar a chuva, onde não adiantou insistir, aproveitamos os poucos peixes que comiam na superfície para tentarmos cevar. Eram raras as aparições dos tambas, mas novamente um gigante peixe abocanha a anteninha matadeira, feita com evas pretos e miçanga sorocaba, combinação de sucesso do nosso parceiro. Esse baguá não brigou tanto, era mais o seu peso mesmo que ele utilizava no duelo. Vem pro Loucos gigante!

LAGZUL17

Peixe que bateu 25 kg na balança digital.

LAGZUL18

Meia hora depois, sempre insistindo na cevadeira, outra puxada na anteninha, dessa vez um peixe mais voraz e com muita saúde pra brigar, um bonito Tambaqui!

LAGZUL19

Bem no finalzinho da tarde, quando já começávamos a guardar nossas tralhas, uma batida na superfície e o torpedo com pão afunda. O Muller correu e confirmou a fisgada, dando inicio a uma briga interminável. Conversávamos com o Marcão, proprietário do Pesqueiro dos Gigantes, e nem dávamos tanta atenção ao amigo no duelo, até brincávamos dizendo para ele parar de valorizar e tirar logo o peixe, até que finalmente o bicho encostou e tivemos uma noção do tamanho da encrenca que estava cravada naquele anzol. Redobramos a atenção e todo cuidado foi pouco para encestar um gigantesco Tambaqui Amazônico, peixe de tamanho raramente visto em pesqueiros, exatos 30 kg, pura brutalidade!

LAGZUL20

O Fernando deu uma força ao cansado pescador e aproveitou para sair nas fotos com o monstro.

LAGZUL21

LAGZUL22

Assim acabaria nossa pescaria, mas quando estávamos desarmando as varas de fundo, que não tiveram muito sucesso nesse dia, já que as Pirararas estavam bem paradas, um alarme me chamou para tirar um peixe de couro, uma bela Pincachara!

LAGZUL23

Assim encerramos este incrível dia de pesca, onde praticamente só os gigantes quiseram aparecer em nossa matéria. Os peixes não estavam tão ativos, mas os que saíram realmente valeram a pena.

Gostaríamos de agradecer nossos amigos e parceiros Marcos e Carlos, proprietários do local, que sempre nos atendem da melhor maneira possível.

Também deixo um abraço aos nossos amigos leitores, que prestigiam nosso trabalho, que aos poucos vai voltar a ter a mesma atualização de antigamente. Fiquem ligados que temos muita coisa boa para entrar no site.

Grande abraço a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches, Fernando Paiva, Muller

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber_loucosporpesca@hotmail.com

PESQUEIRO DOS GIGANTES (ANTIGO LAGO AZUL)
Bairro Lago Azul – MOGI-GUAÇU/SP
Tel: (19) 9259-4474 (Marcos) ou (19) 9604-8078 (Carlos)

AGRADECIMENTOS

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

Deixe um comentario