PESQUEIRO NATIVOS – 18 e 19/03/14

NATIVOSLOUCOS10

A Equipe Loucos por Pesca atendeu o convite dos nossos amigos goianos e partiu para desbravar no mês de março o Pesqueiro Nativos, localizado entre Anápolis e Campo Limpo de Goiás. Constatamos que a região tem realmente mais um excelente pesqueiro, reduto dos grandes Tambaquis e Pirararas!

 

 

 

Olá amigos do Loucos.

Mais uma vez pegamos a estrada rumo ao Estado de Goiás e nessa aventura embarcou comigo (Fernando Paiva) apenas meu irmão Edgard. Nossa intenção era de irmos a mais de um pesqueiro e, aproveitando a matéria que os nossos amigos Rafael e Marquinhos haviam feito no Pesqueiro Nativos, decidimos que seria lá que lançaríamos nossas iscas.

Eles já tinham conversado com o gerente Arildo, que logo tratou de nos convidar e abrir as portas do pesqueiro, então apenas ligamos para acertarmos os detalhes. Após longas horas de espera e de viagem, chegávamos à porta do local. Confesso que ficamos assustados, e até um pouco envergonhados, com o tratamento recebido por lá, algo raro de se ver e que nos marcou bastante. Tínhamos levado barraca para dormirmos, mas o gerente e amigo Arildo não nos deixou dormir nela e abriu a porta da sua casa para nos acomodar. Uma atitude que seremos pra sempre gratos.

Após descarregarmos as malas, vamos à pescaria!





Equipamentos para os Redondos: Varas de 2,40m, 15 a 30lbs, com carretilhas de perfil baixo e linha 0,35mm. Boias cevadeiras e antenas ou torpedo com geleia, pão e mortadela.

Equipamentos para as Pirararas: Varas 60 a 120lbs, com carretilhas perfil alto e linha 0,60 a 0,90mm. Anzol circle hook e de isca: guelra, cabeça de Tilápia e salsicha.

Começamos armando as varas pesadas e os amigos goianos iam partindo para pesca de superfície, que sempre rende os belos Tambaquis, espécie abundante no Nativos. Rapidamente, pescando com geleia e uma pequena boia de arremesso, o Rafael já engata um bruto! Vendo a briga se desenrolar por muito tempo, tinha a certeza que se tratava do legitimo Tambaqui, mas só depois de passaguar que vimos o tamanho do bicho. Muito grande e largo como de costume.



Logo após a soltura, o Marquinhos já aproveitou o embalo e engatou outro Tambaqui, esse fisgado na mortadela, também na superfície.



Eu estava mais focado e atento nas varas de Pirarara, mas também estava cevando e pescando com as famosas anteninhas “As Matadeiras”. Armado de evas escuros e miçanga preta, engato um peixe de bom porte. Briga boa e muitas tomadas de linha até que olho para o lado e vejo a minha vara de fundo totalmente envergada. Dei a vara com o tamba na mão do meu irmão e corri pra fisgada! Coube a ele tirar a foto com o Tambacu.


Fisguei o bicho e percebi que ele já estava com a cara enfiada na ilha, lugar propício para as Pirararas, mas que dificulta bastante a retirada do peixe. Tive que travar a fricção e fazer o cabo de guerra! Com sorte consegui tirar ela do meio do mato e ai a briga ficou mais tranquila. Logo vimos que era uma linda e gorda Pirarara.



Com o passar do tempo, o dia que começou bem foi ficando estranho, o vento soprou forte e dificultou bastante as ações. Os Tambaquis eram vistos com frequência, mas refugavam as iscas. Tivemos que insistir muito e alguns peixes foram saindo para as fotos. Fisgo um Tambacu e, logo na sequência, o Arildo, que é um pescador de mão cheia, fisga um Tambaqui.



Ao cair da noite, ficamos todos ali cevando insistentemente e os peixes começaram a atacar as antenas com mais voracidade, porém eram muitos peixes de pequeno porte, que estavam alvoroçados e não deixavam os grandes encostarem. Como nosso intuito é mostrar peixe grande, fotografamos apenas um bom exemplar que o Marcos fisgou.


Os amigos foram embora e após perder a conta de quantos tambas pequenos já havia fisgado, resolvemos ir dormir para recarregar as energias para o próximo dia. A noite foi chuvosa e a temperatura deu uma caída, já sabíamos que viria um dia difícil pela frente, mas como Loucos por Pesca não desistimos, logo cedo estávamos na beira do lago.

A chuva havia sujado bastante a água, situação que dificultou bastante a pescaria dos tambas. Logo cedo fizemos amizade com o senhor Eli, uma pessoa muito agradável e sempre disposta a ajudar. Após vê-lo tirando um bom peixe, fui registrar a sua captura.


Mesmo insistindo bastante, os peixes não estavam comendo, e a pescaria se tornou bastante complicada. O Edgard mesmo assim conseguiu garantir um Tambacu.


Estávamos esperançosos pelos peixes de couro, que não sentem tanto a água mais barrenta, e nossas esperanças foram confirmadas com o barulho do alarme da carretilha soando alto. Corri para a briga e novamente o peixe já estava lá debaixo do mato. Após fazer muita força, o bicho se entrega! Outra linda Pirarara posa para as lentes do Loucos.


Dá-lhe Pira no Nativos!



Após a soltura, começou a fechar ainda mais o tempo, então fomos recolhendo nossos equipamentos para encerrarmos a pesca. O Edgard ainda conseguiu fisgar o último tamba da pescaria.


Fomos arrumando nossas tralhas e nos despedindo do Nativos, que apesar das condições adversas de tempo, mostrou ser um ótimo pesqueiro, com muito peixe grande. Infelizmente os enormes Tambaquis estavam muito manhosos, mas fica a desculpa para uma volta próxima.

Os nossos grandes amigos goianos, Rafael e Marquinhos, voltaram no Nativos dias atrás, agora no mês de maio, e garantiram mais alguns excelentes peixes na ponta da linha.









Gostaria de agradecer novamente o Arildo por toda hospitalidade e confiança em nosso site. Nos sentimos realmente em casa e isso não tem preço. Muito obrigado e um forte abraço a você e toda a sua família.

Agradecimentos também ao Cid, proprietário do pesqueiro, e deixamos aqui nosso abração a todos os amigos de Goiás.

É isso ai pessoal, um abraço e boas fisgadas!

Imagens: Fernando Paiva, Edgard Paiva

Texto: Fernando Paiva

E-mail: fernando@loucosporpesca.com.br

Nativos Pesca Esportiva

Rod. GO 330, km 40 – Anápolis/GO

Fones: (62) 3345-1494 – (62) 9392-0635

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

1 Comentario to “PESQUEIRO NATIVOS – 18 e 19/03/14”

  1. José Paulo Ribeiro disse:

    Parabens a todods belos peixes, bela matéria

Deixe um comentario