PESQUEIRO PRIMAVERA (LEITOR) – MUITOS PEIXES!

PRIMAVERA33

O nosso leitor Pedro Daher nos relatou dois dias de pescaria neste pesqueiro do interior paulista. Foram fisgadas diversas espécies, bons exemplares, no lago esportivo que abriga gigantes peixes, além de muita variedade! Confira essa opção de pesca esportiva em São Joaquim da Barra!

 

 

 

 

Amigos, meu nome é Pedro Daher, sou mineiro de Passos, leitor do site Loucos por Pesca e um apaixonado por pesca esportiva. Vou relatar duas pescarias realizadas no Pesqueiro Primavera.

O pesqueiro se localiza no Distrito Industrial de São Joaquim da Barra–SP, conta com três lagos, sendo um destinado apenas ao pesque-solte. Apesar do tamanho relativamente pequeno dos lagos, os aeradores ligados constantemente fazem com que o peixe tenha muita força e brigue muito.

Na primeira pescaria, no dia 14/10/2013 (segunda-feira), fomos eu, meu pai Hilton e meu avô Raimundo bem cedo. Encontramos com os amigos Felipe Souza e Otávio Filocon na entrada do Primavera e iniciamos a pescaria. Mal joguei as linhas na água e uma bela Pincachara já deu as caras, esta pega com pão de queijo no fundo.

Na sequência, fisguei um grande Jundiá-Onça com peito de frango.

Fui ao lago de Tilápias para tentar capturar algumas iscas e deixei uma tralha bem leve (classe 5 lbs) com mussarela encostada na margem. Não tive nem tempo de pegar uma isca, pois o William já estava me chamando para brigar com o peixe que atacara a mussarela. Após uma boa briga no equipamento leve, sai a primeira e única Pirararinha da pescaria, esta com 58 cm de comprimento.

O William resolveu nos acompanhar, e com fígado de frango, colocado num anzol chinú 2/0 e chicote de 50 cm de mono 0,60 mm, fisgou dezenas de redondos durante o dia. Meu pai também fisgou seus exemplares usando mussarela.

Quando percebemos, já era hora do almoço. Aproveitamos a ótima comida caseira do pesqueiro para restaurarmos nossas energias e continuarmos a pescaria. O Otávio rapidamente estava de volta ao lago e vimos que ele havia fisgado um peixe bom. Após vários minutos de briga, um belo Tambacu, pego na massa de farinha de trigo, prancheia!

Na parte da tarde, os peixes começaram a atacar bem mais. O William continuou suas capturas no fígado de frango, com direito a um belo Dourado.

O Felipe ainda capturou uma Pincachara com salsicha na boia torpedo.

Eu já estava desanimando, quando um peixe grande ataca a calabresa de fundo. A briga se estende por um bom tempo, com o peixe sempre perto da margem, mas sem “mostrar a cara”. Quando consigo trazer o legítimo baguá para a merecida sessão de fotos, o Felipe e o William estavam com peixes fisgados, registrando assim um belo triplê.

Os redondos menores continuaram garantindo nossa diversão. As Matrinchãs e os Jundiás também marcaram presença, atacando as iscas de Pirarara.

Meu avô, que já se achava incapaz de brigar com um peixe grande devido à sua idade avançada (81 anos), fisgou um belo Tambacu com pão de queijo no fundo. Apesar de não ser um gigante, brigou demais e deixou o pescador muito feliz. Muitas capturas de peixes menores fecharam a tarde.

Já era noite e o William me disse para arremessar uma cabeça de Tilápia no meio do lago com uma tralha pesada e um anzol menor. Eu o fiz, colocando o conjunto no suporte. Não foi necessária muita espera para que a carretilha cantasse alto! Desci a fisgada no peixe e ele saiu em disparada. Muito tempo de briga foi necessário para que o gigante se cansasse, mesmo utilizando uma tralha destinada às Pirararas. Um verdadeiro prêmio para encerrar bem o dia de pesca.

A segunda pescaria foi realizada no dia 07/12/2013.

Fomos eu, meu pai, meu avô, meu tio Paulo Roberto e o amigo Lucas Costa.

Fomos os primeiros a chegar e logo as ações, manhosas, começaram a acontecer. Meu tio capturou uma Caranha usando ração de fundo e eu fisguei um belo Piauçu pela barriga.

Fui ao lago 3 para tentar fisgar algumas Tilápinhas para usar de isca, mas o que me apareceu foi uma Pirarara filhote que se arriscou a atacar ao ração.

Um amigo chamado Felipe Henciso também chegou ao local e no primeiro arremesso já garantiu um legítimo baguá usando fígado de frango.

Eu fisguei um peixe com mussarela na margem, mas que estourou minha linha. Acabei por encontrar a boia na outra margem do lago e o Lucas pegou a linha, usando outro equipamento, e saiu para a foto com um belo Jundiá-Onça.

O pescador Luiz Gustavo Comparini, que estava do nosso lado, também engatou um Tambacu de respeito usando pedaço de peixe.

As ações deram uma cessada e só voltamos a realizar capturas depois do almoço. O Felipe Souza também estava presente buscando as cabeçudas e após muitos peixes perdidos capturou uma bela Matrinchã com massa de leite condensado.

Meu tio estava usando uma tralha mais leve, e após uma briga extensa, tirou um belo Tambacu fisgado pelo corpo.

Aos poucos os peixes foram ficando muito ativos. Os Tambacus garantiram presença, com direito a um exemplar fisgado pelo sobrinho do Felipe Henciso, e até mesmo um grande Curimbatá atacou a salsicha.

Meu pai finalmente teve uma fisgada significativa e um belo redondo fisgado com ração saiu nas fotos.

Meu avô também tirou um enorme Tambacu, comedor de cabeça de Tilápinha, que o deixou muito feliz! Eu o ajudei a segurar o peixe pra foto.

Já no final da tarde, o Felipe Souza fisgou um lindo Dourado com fígado de frango e o Lucas garantiu um Tambacu fisgado com queijo mussarela.

Como eu já sabia que os Tambacus ficam vorazes no fim do dia, arremessei um equipamento com cabeça de Tilápinha e segurei na mão. Rapidamente senti o peixe arrastando a isca, fisguei com força e a briga começou! Após uma cansativa batalha, tive de dar uma volta no lago e entrar na água para tirar o exemplar do outro lado do tanque.

Quando eu já dava a pescaria por terminada, meu pai e um funcionário do pesqueiro fisgaram simultaneamente dois belos peixes usando novamente a cabeça de Tilápinha. Assim, um belo dublê encerra mais uma pescaria no Pesqueiro Primavera, evidenciando o potencial do seu lago esportivo.

Segue abaixo fotos cedidas pelo pesqueiro com alguns dos grandes peixes que habitam o lago esportivo.

Espero que tenham gostado do relato. Deixo um agradecimento especial aos amigos do Loucos por Pesca, especialmente ao Fernando, que me cedeu espaço para a matéria.

Abraços!

Pedro Daher

Pesqueiro Primavera

São Joaquim da Barra-SP

Fones: (16) 99973-4550

(016)3811-5279

(016) 9998-9883

(016) 3811-5279

(016) 9998-1086

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

Deixe um comentario