LAGO AZUL – OS BAGUÁS CONTINUARÃO LÁ!

ANTIGOLGAZUL44

Um dos pesqueiros preferidos da Equipe Loucos por Pesca, o bom e velho Lago Azul de Mogi Guaçu, interior paulista, mudará de nome em breve. Os baguás continuarão sempre lá detonando nossa ceva e explodindo nos evas e anteninhas, assim como aconteceu em nossa espetacular pescaria!

 

 

 

 

Olá amigos!

Após ter que adiar a pescaria por uma semana, afim de driblar uma frente fria fora de época, finalmente deu certo de irmos até Mogi Guaçu em busca dos gigantes que habitam aquele abençoado lago.

Depois de conversar com meu grande amigo Neto Abdalla, com quem eu não pescava há um bom tempo, decidimos que nossas boias cevadeiras não poderiam ter outro destino, teriam que despejar ração atrás dos gigantes do Lago Azul.

Antes de começar a relatar a nossa pescaria, aproveito para informar todos os amigos pescadores, atendendo a um pedido do Marcão, um dos proprietários do pesqueiro, que o nome do local não será mais LAGO AZUL. Acontece que foi feito um registro deste nome pelos donos do pesqueiro Lago Azul de Atibaia-SP, então o Marcos terá que mudar o nome do seu tão conhecido reduto de gigantes, porém todos podem ficar tranquilos que nada mais mudará, apenas o nome mesmo. Os peixes continuarão por lá fazendo a alegria dos pescadores, a administração será a mesma, enfim, o bom e velho Lago Azul só vai ter um novo nome que será definido em breve. Ele nos falou algumas idéias de nomes porém preferimos deixar pra divulgar assim que estiver tudo certo.

Nossa pescaria começou agitada! Os peixes responderam bem às primeiras copadas no centro do lago e aos poucos foram subindo. Após perdermos cerca de três grandes peixes durante a briga, finalmente o primeiro se rendeu!



Só grandes peixes pareciam estar comendo. Já tive um bichão engatado logo no primeiro arremesso, briga característica de gigante, mas ele levou a melhor. No terceiro arremesso mais uma abocanhada leva minha antena com tudo para baixo e dessa vez trabalhei com todo o cuidado do mundo, pois sentia que tinha mais um baguá na ponta da linha. Ele demorou pra se render, mas a paciência valeu a pena!



O bicho cravou 20 kg na balança, lindo peixe, muito gordo, fisgado na bolinha de futebol.



O Neto rapidamente trouxe mais um tamba, esse já de menor porte.


Nós também tínhamos armado varas para pescaria de espera, com torpedo apoitado, utilizando o pão na superfície como isca. Após alguns botes errados, finalmente uma grande batida e ali começava um duelo pesado para o amigo. Briga pesada e peixe grande nos braços do pescador!




Os peixes começaram a ficar um pouco manhosos na cevadeira, mas com paciência conseguimos boas ações. O Neto parecia ter achado o melhor esquema para o dia, pescando com anteninhas sem o eva na curva do anzol. Dá-lhe tamba!



Meia hora depois ele acerta mais um peixe de bom porte.



Resolvi testar a antena matadeira com miçanga sorocaba e finalmente voltei a ter ações. O peixe não era dos maiores, porém serviu pra quebrar um período sem capturas.


Já estávamos na hora do almoço e os peixes continuavam subindo na ceva, porém não tinham mais a voracidade do começo da manhã. Tínhamos que insistir um pouco, mas os resultados sempre vinham em forma de pancada no eva!



Uma porrada violenta no pão revelava um grande peixe engatado! Sabíamos que algo de valor estava do outro lado do combate, até que aparece na superfície um belo exemplar de Tambaqui, estava explicado o motivo de tamanho estrondo!



Tambaqui de coloração mais escura, porém facilmente identificado por suas escamas grossas e ásperas.


O Neto estava em um dia realmente inspirado. Ele aposta em evas mais escuros e tem uma pegada em sua anteninha. Ele foi brigando tranquilo, sem grandes esperanças, até que o peixe deu a primeira aparecida na superfície e eu já dizia: “Neto, esse é dos bons hein!”. Eu não sei se ele não queria se entusiasmar muito, se estava evitando a pressão de ter um grande peixe na ponta da linha, mas ele desconversava, dizia que não passava de 20 kg. Aos poucos a coisa foi ficando mais séria e quando o bicho encostou na margem não entrava no passaguá. Já tinha avisado pro Neto entrar na água caso isso acontecesse e foi assim que ele conseguiu trazer o gigante para fora do lago, no braço!



Animal espetacular!


Não deu para pesarmos então não chutarei o peso, mas além de muito grande ele era robusto, calombudo!



Se ele saiu do lago nos braços do pescador, nada mais justo do que voltar da mesma maneira.




Poucos minutos depois chegaria um momento de extrema confusão na pescaria. Eu já estava brigando com um redondo, engatado na cevadeira, quando nossos dois torpedos com pão afundaram quase que simultaneamente. O resultado dessa bagunça vocês podem perceber nessas imagens!



O Tambaqui foi fisgado no pão!


Ao mesmo tempo que o Neto registrava essas fotos, ele tirava da água um Tambacu de respeito, também fisgado no pão!


Por último, já cansado, terminei a outra briga, trazendo um legítimo baguá!




O final da tarde prometia e foi realmente incrível! Percebemos que os tambas estavam comendo melhor em um dos cantos do lago e destinamos nossas cevadeiras para este local. O resultado foi muita pancadaria na superfície!



Eu tive ótimos resultados com evas cor de ração e miçanga sorocaba, usando as anteninhas do nosso parceiro Claudionor, as famosas “As Matadeiras”.



O Marcão ficou ali conversando conosco e explicou a situação toda do motivo de ter que trocar o nome do pesqueiro. Uma situação inevitável, mas que ele está encarando com tranquilidade até porque os pescadores sabem da qualidade do Lago Azul e nada mudará com exceção do nome. Não poderia deixar de ressaltar nesta matéria as melhorias que estão sendo feitas no local, desde a ampliação do restaurante, reforma dos banheiros, está ficando espetacular!

Os peixes estavam subindo como há tempos eu não via, então o negócio era aproveitar e mandar a fisgada na boca dos brutos! Antenas matadeiras neles!



Pescaria é sensacional mesmo e nos prega cada peça. Eu tinha comentado que o pesqueiro estava com muitos Tambaquis, mas que a coloração deles não era aquela que gosto tanto de ver, aquele legítimo verdão! Eis que uma explosão no meu anzol dá inicio à famosa briga com corridas desenfreadas e intensas, puxadas monstruosas! Eu estava brigando e finalmente tivemos uma ação de Pirarara, peixe que veio abocanhar a guelra, então tínhamos um dublê e foi complicado para tirar os bichos do lago. Cansei bastante meu peixe, coloquei a vara no suporte e consegui abraçar o monstro e o coloquei no barranco. Tambaqui gigante, coloração maravilhosa!





Soltei o gigante amazônico e com mais tranquilidade pude ajudar o Neto para registrarmos a única Pirarara que parecia estar com fome no dia. Um bonito exemplar por sinal, que brigou muito no equipamento mais leve e fez o pescador cansar demais!



Fisgada na guelra!


Para encerrar o espetacular dia, tinha que ser com um peixe de respeito, então cevamos mais um pouco e o Neto conseguiu engatar mais um dos cavalinhos que habitam o lago.




Espero que todos tenham gostado da matéria, que apesar de ter sido feita em um dia com pesqueiro vazio, 26 de novembro, pode ser usada sim como parâmetro para chegarmos a conclusão que os peixes estão muito mais ativos por lá, já que até pouco tempo atrás notamos relatos de pescarias não tão boas de tambas no local.

A pescaria com boias cevadeiras, principalmente na montagem com anteninhas, está detonando e o pão na superfície também sempre rende bons exemplares no antigo Lago Azul. Vamos ver qual será o novo nome do pesqueiro! Quem quiser dar sua sugestão pode utilizar o campo de comentário que repassaremos ao Marcos.

Grande abraço a todos e VAMOS PESCAR!!!

Imagens: Kleber Sanches e Neto Abdalla

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

ANTIGO PESQUEIRO LAGO AZUL
Bairro Lago Azul – MOGI-GUAÇU/SP
Tel: (19) 9259-4474 (Marcos) ou (19) 9604-8078 (Carlos)

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

As Matadeiras – www.facebook.com/asmatadeiras

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

13 Comentarios to “LAGO AZUL – OS BAGUÁS CONTINUARÃO LÁ!”

  1. Ricardo Massaro disse:

    Que pescaria animal!!!! Só bruto!!!

  2. isac ( Muthu Loko ) disse:

    Meninos muita boa a pescaria, nos que conhecemos este pesqueiro sabemos que neste tanque não tem peixe pequeno so bitelos, eu so suspeito de falar pois meu Record foi quebrado ai 34 KG.

  3. José Levy disse:

    Show de bola, preciso dar um pulinho ai em SP……

  4. zeppha disse:

    jumentos! peixes e pescadores kkkk

  5. Felipe disse:

    Quando se trata de lago azul o papo é outro,só gigaaaante,e o neto como sempre arrepiando nos baguas,o bixo largoooo,kkkkkkk largo nada,isso ai é conhecimento,falai kleber,da até raiva pescar do lado do menino,parabéns ao neto e ao kleber,que pescaria espetacular,digna de lago azul!

    abraço.

  6. Victor disse:

    oque sao as anteninhas ??

  7. Tiago Ribeiro Ferreira Silva disse:

    Excelente pescaria Kleber, só uma sugestão, vcs poderiam mostrar as anteninhas para sabermos qual combinação das matadeiras usarmos…grande abç e faça uma matéria no tancão do maeda, estão saindo varios monstrões por la….

  8. Fernando disse:

    Sensacional essa pescaria…. Parabéns galera!!!!

  9. Maicon disse:

    Boa tarde amigos, a minha sugestão de nome para o pesqueiro é ‘Pesqueiro dos Gigantes’ pois é um local onde os grandões reinam !
    Abç !

  10. junior disse:

    ola bela pescaria, sou de sul de minas e quero visitar esse belo pesqueiro, me da dicas de qual equipamentos devo levar e iscas, para os tambas e a minha sonhada pirarara, e qual e o funcionamento do pesqueiro horário e quais dias estão aberto e qual e o melhor dia
    C puder me ajudar obrigado

  11. Dida disse:

    Espetacular!!! Parabéns Kleber, depois de tantas ferradas tinha que vir o meu preferido, o “verdão”. Gostei muito.

  12. loco dos pacu disse:

    o nome do lago azul poderia ser recanto dos gigante

    • jurandir chaves disse:

      e aí cara blz !me fala uma coisa vc tem algum fone de contato de lá.
      gostaria de saber os dias de funcionamento . Se tiver agradeço estou pensando em ir amanhã e não gostaria de dar pernada á toa ,sou de São Paulo .

      Abs Jurandir

Deixe um comentario