PESQUEIRO MATRINCHÃ – 29/03/13

MATRINCHAGABRIEL04

O Estado de Minas Gerais é realmente habitado por gigantes tambas. Neste pesqueiro próximo do interior paulista, realizamos mais uma pescaria com muitos baguás! A pesca com bóias cevadeiras nos rendeu a maioria dos peixes, mas a infalível isca foi responsável por fisgarmos o monstro!

 

 

 

 

Olá amigos.

Aproveitando o feriado, não poderia deixar a oportunidade passar e peguei a estrada com meu pai rumo ao Estado de Minas Gerais para conferir como estava o Pesqueiro Matrinchã, onde já realizamos algumas excelentes pescarias.

Chegamos e encontramos o pesqueiro lotado, o que não era de se estranhar já que feriados sempre são alvos dos pescadores. Nos instalamos no gramado, um dos poucos lugares que dava para realizar os longos e necessários arremessos, já que o lago principal possui grande dimensão.

Começamos a cevar e alguns tambas comiam a ração até que uma pancada no eva trouxe a primeira grande briga do dia. Era o meu pai João que abria a contagem com um belíssimo Tambacu!




Trinta minutos se passou até que o outro equipamento, desta vez uma boia torpedo com pão flutuando, sofre o ataque! A briga foi digna de um gigante, peixe tomando linha com corridas lentas e pesadas. O gigantesco Tambacu encosta na margem e conseguimos trazer o monstro para o Loucos!



O peixe era muito robusto!



Estávamos na melhor parte do dia até então e os peixes respondiam bem na ceva de ração que lançávamos no centro do lago. Com o conjunto que utilizei durante todo o dia, evas e miçanga caramelo, garanto meu primeiro Tambacu de bom porte.



Uma longa pausa nas ações vem na sequência até ser quebrada com mais um redondo, este de proporções mais modestas, porém muito briguento. O lago gigante traz brigas mais justas aos peixes no Pesqueiro Matrinchã.


A parte da tarde foi bem mais fraca, um vento muito forte insistia em nos atrapalhar na pescaria de cevadeira. Resolvi arriscar algumas copadas no outro lago e após insistir bastante, executando arremessos bem próximos das gaiolas que dividem o tanque, uma sugada nos evas caramelos denunciam o começo de uma briga. O bicho era muito grande e outro legítimo baguá veio parar nos braços do pescador.



Peixe de uma cor muito bonita!


Encerrando nossa pescaria, meu pai acerta outro bom peixe na infalível técnica do pão. Este deu um grande estouro e demorou pra se render.



Espero que gostem da nossa pescaria, onde apesar do pesqueiro estar bem lotado, conseguimos capturar grandes peixes e passar um dia agradável com brigas espetaculares.

Abraços!

Imagens: Gabriel Ishiki e João Ishiki

Texto: Gabriel Ishiki

Pesqueiro Matrinchã

Tel: (35) 3531-2641 – (35) 9975-4101

São Sebastião do Paraíso – MG

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

King Brasil – www.kingbrasil.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

4 Comentarios to “PESQUEIRO MATRINCHÃ – 29/03/13”

  1. Oney luiz Equipe Peganada. disse:

    Parabéns..!!
    > Otima matéria e trazendo mais uma opção p/ nos pescadores, com CTZ irei conhecer esta nova morada dos Gigantes.
    > Gde abç ae Seus Loucos por Pesca.

  2. Elvis castro disse:

    Tive nesse pesqueiro umas 3 vezes, lugar ótimo, foi lá que acertei um espetacular tambacu 30 quilos e 700 gramas uma briga de mais de 1:30, e vi pegar um dos maiores peixes que já vi, uma carpa que pesou mais de 40 kilos. Não deu para saber o peso exato por causa que a balança atingiu seu máximo. Segundo amigos tem grandes pintados e cacharas. Fiquei meio aborrecido por que no 1° e 2 ° dia tinham muitos patos que vinham comer a ração da cevadeira, problema resolvido quando decidi reclamar com o rapaz que toma conta e ele chamou os cachorros. Impressionante os animais pulam dentro d’agua e vão atras dos patos, depois disso a paz reinou. Acertei vários exemplares de 14,18,22. O segredo ta nos arremessos que tem que ser bem no meio do lago. Isca Eva e miçanga, ração na pinga e pão. E na pesca no fundo não tive muito sucesso, só pequenos exemplares, tentei de tudo mas nada, enfim recomendo a todos. Para quem gosta dos grandes redondos esse é lugar certo.

  3. wesley disse:

    qual isca artificial boa pra pegar dorado e pintado

  4. Elvis Castro disse:

    Olha vi o pessoal acertando pintado e pincachara na tripa e filé de frango e vi um que pegou na miçanga. Mais o lamentável ainda continua sendo os patos que atrapalham muito a pesca se a direção do pesqueiro não resolver o problema vai ficar difícil continuar indo lá. Pois a cada quilo que ração que se usa na cevadeira metade fica para os patos e isso sem ironia.
    Mais tirando isso pesqueiro ótimo para a pesca de grandes redondos.

Deixe um comentario