ARUJÁ – AMAZÔNIA PAULISTA – TV LOUCOS 27!

PEARUJA43

A Equipe Loucos por Pesca finalmente esteve no lago principal do Pesqueiro Arujá para buscar os grandes habitantes do local. Em uma pescaria surpreendente, nos vimos de frente com as incríveis criaturas amazônicas tão perto da capital paulista. Tivemos muitas pancadas na superfície, gigantes peixes e um baguá!

 

 

 

 

Olá amigos do Loucos!

Há tempos tínhamos vontade e sentíamos necessidade de gravar uma TV LOUCOS no promissor Pesqueiro Arujá. Tivemos a oportunidade de fazer uma pescaria fechada no dia 26 de fevereiro e não poderíamos negar, pois isto facilita nosso trabalho, não apenas por existir uma possibilidade maior de saírem mais peixes, fato que nem sempre se comprova, mas principalmente porque assim há menos barulho, pessoas passando na frente das câmeras, entre tantos outros fatores que podem influenciar diretamente na gravação de um bom programa ou não.

É importante ressaltar que todo nosso esforço é voltado para vocês, fiéis prestigiadores do nosso trabalho, e sempre queremos levar as melhores imagens possíveis para vocês. Não estamos aqui para tentarmos ser melhores ou piores do que ninguém, o intuito do site é passar e trocar informações sobre este esporte que tanto nos fascina e cresce no mundo.

Assim como nos relatos dos leitores, quem prestar atenção na matéria, observar onde saíram mais peixes, quais iscas foram as mais eficientes para cada espécie, pode utilizar essas informações em suas próximas pescarias no local.

VAMOS PESCAR!!!

Os pescadores que fizeram parte desta aventura, além de mim (Kleber Sanches), foram os “loucos” Edgard, Fernando e o André, amigo que tem me acompanhado em diversas pescarias. Assim que chegamos no Arujá, descarregamos o carro e iniciamos as montagens dos equipamentos na sequência habitual, sempre partindo das varas que buscamos as Pirararas.

Para as cobiçadas briguentas de rabos vermelhos, selecionamos dois tipos de equipamento. Os mais pesados, com varas de 60 e 80 lbs, e carretilhas de perfil alto abastecidas com linha 0,70 a 0,80mm. Também armamos alguns de nível intermediário, com varas de 40 a 50 lbs e carretilhas de perfil redondo com linha 0,50mm monofilamento.

Na busca pelos redondos, utilizamos varas de 2,40 a 2,70m, sendo que na pescaria de espera (torpedos) usamos principalmente carretilhas com linha 0,36mm monofilamento e na pescaria com bóias cevadeiras a linha foi multifilamento de 30 lbs.

O dia começou agitado como prevíamos. Bastaram alguns minutos para o André ter algumas ações no torpedo com fígado. Após perder um bom Tambacu, que estourou a linha da sua carretilha, ele conseguiu uma grande Pincachara!



Foi bastar fazer um novo arremesso no mesmo local, alguns metros de distância do aerador, que outra Pincachara de bom porte atacou o fígado. Os peixes de couro começaram agitando o dia.


Minutos depois, foi a vez do primeiro alarme convocar um pescador para o duelo com o tão buscado peixe de couro em todas as nossas pescarias. O equipamento era médio e a Pirarara fisgada com mussarela me deu muito trabalho até se render!



Não tínhamos sequer terminado de armar as tralhas e mais uma vara dobra em nossa frente. O Edgard inicia a briga e sente que a encrenca era muito maior do que seu equipamento poderia dar conta. A grande Pirarara toma linha sem negociar, dispara cruzando a lateral do lago e consegue estourar a linha no aerador. Não deu muito tempo para lamentações, pois logo em seguida é a vez do Fernando ter a sua primeira briga! O intervalo entre cada puxada não passou de cinco minutos e assim começava o promissor dia. Dessa vez a isca era guelra e uma pequena Pirarara se entrega!



Os peixes de couro deram uma trégua em seguida, então chegava o momento de buscar os tambas. Armamos os torpedos com chicote de 1,5m de linha 0,50mm monofilamento e anzol de robalo 3/0 Sasame ou Marine Sports. A isca foi o bom e velho pão, aquele mesmo que tem garantido muitos gigantes em nossas últimas pescarias. Após muitas investidas de peixes manhosos, que pareciam querer apenas tirar o pão do anzol para depois comerem, um explosivo Tambaqui arrebenta na ponta da linha! Começava ali um show de mais uma espécie amazônica e muito abundante no Pesqueiro Arujá. Vem pra foto verdão!



Logo nas primeiras copadas no centro do lago, notamos que os tambas queriam comer ração e enquanto eu garantia o primeiro verde no pão, o Fernando engatava outro na cevadeira com evas caramelos e miçanga bolinha de futebol. Esses bichos brigam demais!



O maior problema que enfrentamos na pescaria com cevadeira é que muitos peixes menores subiam com demasiada voracidade. Fisgamos, sem exagerar, cerca de 30 Tambacus de 3 a 6 kg. Tiramos fotos de alguns para apenas ilustrarmos o fato, pois tenho certeza que nossos leitores querem ver apenas os grandes peixes do Arujá.

Foi impressionante! Testamos todos os tipos possíveis de miçangas, bolinhas de futebol, coquinhos, caroços de azeitona e os bichos não perdoavam nada!

O “pior” é que estes danados estavam com uma força que jamais vi igual para peixes deste porte, o trabalho era grande por incrível que pareça.



Enquanto um tambinha me dava trabalho, minha vara armada com mussarela enverga novamente e a vontade de jogar a Kenzaki longe era grande, mas aviso o Edgard e peço ao parceiro que tenha a “árdua” missão de trazer a danada!



Com guelra, o Fernando garantiu outros dois ótimos peixes de couro de espécies diferentes. O primeiro ataque foi de uma Pincachara e em seguida o atrevido foi um grande Jundiá.



Insistíamos na cevadeira para tentar encontrar um baguá no meio dos rápidos tambinhas e o André tirou a sorte grande! As corridas laterais desenfreadas logo denunciaram que tinha peixe amazônico na ponta da linha e um verdão de respeito foi quem recebeu o merecido abraço ao final do combate!


Um alarme grita alto silenciando os pescadores. Todos olham instantaneamente para as varas e observamos que era a Penn 320 Gti do André, equipamento vendido pelos amigos da Penn-Raíba Carretilhas, que gritava, ou melhor, berrava!  A cabeça de Tilápia conseguiu atrair o maior exemplar até então, uma grande Pirarara, premiando o pescador que está começando agora a se dedicar atrás dessa espécie.




Chegávamos ao horário do almoço, que acabou sendo uma das melhores partes do dia. Creio que por serem peixes originários de uma região muito quente, os gigantes amazônicos muitas vezes ficam bem ativos durante o período de sol forte e calor intenso.

Decidimos investir pesado no pão, isca que sofria batidas constantes na superfície conforme vocês poderão conferir em diversas explosões capturadas pelas nossas câmeras da TV LOUCOS! A premiação foi a melhor possível e um legítimo baguá verde vem parar em meus braços após uma briga digna que só eles podem nos proporcionar!



Peixe sempre muito forte e robusto!


Os dublês foram muito constantes nesta pescaria e por diversos momentos chegamos a ficar com 3 ou até 4 peixes engatados simultaneamente. Pouco tempo após a soltura do meu Tambaqui, a sorte chega em dose dupla para a nossa equipe. Tanto o Edgard quanto o André, pescando com pão boiando, engatam belos Tambaquis!



Confira o dublê na TV LOUCOS 27!




A tarde começou um pouco mais fraca, onde tivemos poucas ações de bons peixes e acabamos voltando a pescar de cevadeira apesar dos pequenos peixes não darem espaço para os grandes.

Uma Pirarara de modestas dimensões quebra o silêncio de algumas horas em nossos alarmes!



E bastou soltar o peixe para que uma batida na superfície denunciasse outro comedor de pão.


Mais uma vez a bela coloração pôde ser vista de longe através das águas piscosas do Pesqueiro Arujá! Uma das características dos Tambaquis em pesqueiros é que os maiores resultados e índices de capturas ocorrem bem na superfície do lago, com iscas que flutuam ou chicote muito curto!


O bicho é agressivo e o jeito é abraçar forte para preservar a integridade física do animal. Pancadas no peito fazem parte, não é mesmo Edgard?


O finalzinho da pescaria estava chegando. Apesar da tristeza por saber que logo teríamos que ir embora, sabemos que este é o horário mais aguardado da pescaria, hora que os peixes ficam muito ativos e partem em busca de alimento.

Conferi as iscas nas varas de fundo, trocando algumas delas, quando o Fernando começa a gritar: “Klebão, engatei um grande”. A briga vai transcorrendo e quando ele viu o bicho na margem teve a certeza que estava com uma encrenca na ponta da linha. Saio em disparada para ajudar o amigo, que neste momento já estava com a adrenalina percorrendo cada pedaço do seu corpo, mas ele havia se enganado! O peixe não era grande, era o famoso gigante! Só tivemos a noção exata quando passei o passaguá e tirei da água aquele que tranquilamente poderíamos chamar merecidamente de baguá!



Para ficar melhor só se tivesse um dublê de peixes grandes não é mesmo?



Foi exatamente o que aconteceu! Na felicidade pelo baguá, não percebemos que o Edgard estava quietinho brigando com uma Pirarara e repentinamente ele aparece com a grande bigoduda nos braços para encerrarmos em grande estilo o programa 27 da TV LOUCOS!



Não precisávamos mais nem pescar! O objetivo tinha sido alcançado e até mesmo superado, pois um belo programa já estava pronto e a pescaria se encerraria com o dever cumprido não é mesmo? O problema é que somos gananciosos e além de sermos “loucos por pesca” não nos contentamos em trazer uma boa pescaria para vocês, queremos sempre mais!

Nos últimos minutos, as varas foram envergando diante de nossos olhos, causando grande correria e belas recompensas!

Pirararas!





Algumas Pincacharas e um Jundiá também apareceram para finalizarmos a pescaria, estes fisgados com mussarela.



Guardamos nossas tralhas sob uma leve garoa que foi aumentando gradativamente até se tornar uma chuva mais pesada e que nos trouxe um pouco de refresco após um dia de muito calor por parte do clima e dos grandes peixes que habitam o Arujá.

Assistam no player abaixo a TV LOUCOS 27!

Apesar desta pescaria ter sido feita em um dia com o pesqueiro fechado, o que avisamos a todos sem o menor problema, temos a certeza que ótimas pescarias podem ser realizadas no Arujá em outros dias. Já vimos muitas fotos de pescadores com gigantes troféus em dias de pesqueiro extremamente lotado e o local onde tivemos mais capturas foi em frente ao restaurante, ponto do lago que tem maior movimentação de pessoas todos os dias.

Não tenho como encerrar esta matéria sem fazer os merecidos elogios à toda equipe do Pesqueiro Arujá. Posso falar com a mais absoluta tranquilidade que este local foi onde tivemos o melhor atendimento até hoje entre todos os pesqueiros que já frequentamos e isso nos deixou extremamente satisfeitos. Não temos palavras para agradecer o grande amigo Anderson, sempre atencioso e muito companheiro, além do funcionário Marcão, pessoa simples, de boa conversa e interessada em ajudar em todos os detalhes.

Nosso grande amigo José Paulo (Zeppha) e seu sobrinho Bruno, fiéis leitores do Loucos por Pesca, fizeram uma excelente pescaria com cevadeira e evas semanas antes, em dia de funcionamento normal do pesqueiro, e nos enviaram suas fotos para comprovar que o Arujá é top!










Imagens: Equipe Loucos por Pesca

Texto: Kleber Sanches

E-mail: kleber@loucosporpesca.com.br

Pesqueiro Arujá

Fones: (11) 4655-1174 / 4655-1555

www.pesqueiroaruja.com.br

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

19 Comentarios to “ARUJÁ – AMAZÔNIA PAULISTA – TV LOUCOS 27!”

  1. Frango disse:

    Parabéns amigos pela pescaria.
    abs.

  2. Ze Paulo (Zeppha) disse:

    bela pesca em clebão, qto pesou aquela tambão? obrigado por divulgar nossas fotos, em breve estaremos divulgando uma nova materia nos loucos com certeza.
    abç

  3. Ze Paulo (Zeppha) disse:

    Eita mandei o primeiro comenta antes de ver a tv loucos, caramba voce colocou varias vezes a boina descendo no pão ptz é isso que o pescador gosta muleque kkkkkkkkkkk, adrenei so de assistir kkkkkk

  4. Ricardo Massaro disse:

    SENSACIONAL!!!! É PEIXE QUE NÃO ACABA MAIS!!!! CLARO QUE COM O PESQUEIRO VAZIO TEORICAMENTE É MAIS FÁCIL, NÃO TEM BARULHO, ETC…, MAS COM AS DICAS QUE VOCÊS PASSARAM MESMO EM UM DIA CHEIO É POSSÍVEL FAZER BOAS CAPTURAS. ABS!!!

  5. Luan disse:

    PESQUEIRO FECHADO, PEIXE COM FOME, É OUTRA HISTÓRIA. ACHO QUE PEGARAM POUCO, JÁ QUE ESTAVA TÃO FÁCIL.
    PESCARIA NÍVEL: VERY EASY, QUERO VER PESCAR NO DOMINGÃO, LOTADO, SÓ 2 VARINHAS, CADA UM DOS 80 PESCADORES COM UM SACO DE RAÇÃO, E UM METRO DE DISTÂNCIA UM DO OUTRO. AI SIM PODE FAZER UMA MATÉRIA REAL. SÓ MAIS UM DETALHE NÃO TEM UM MONTE DE GENTE PARA CARREGAR SUAS TRALHAS (NOVINHA, LANÇAMENTOS SHIMANO) E MUITO MENOS COMIDA E BEBIDA A VONTADE.

  6. Luan disse:

    TODOS GRANDES SITES DE PESCA ESTÃO TRABALHANDO DA MESMA FORMA, PESQUEIRO FECHADO E INCENTIVANDO A PESCA COM CEVADEIRA JÁ QUE PARA O DONO DO PESQUEIRO ESTA É A MELHOR NOTÍCIA.

  7. Roberto disse:

    Parabéns loucos!! Bela matéria!

  8. richard disse:

    Frequentei esse pesqueiro por quase dois anos e para mim não há duvidas que esse pesqueiro possui os maiores peixes da região e em grande quantidade, o atendimento também é excelente, entretanto me recuso a continuar a frequentar esse pesqueiro, inclusive dia de semana, a pesca no local é IMPOSSÍVEL, MUITO LOTADO, enrosca com o camarada que tá pescando na outra margem do lago, embora o pesqueiro seja o melhor da região, prefiro tranquilidade do que ficar acotovelando o colega do lado, mas é só a minha opinião.
    obrigado

  9. Fabrício Passos disse:

    Muito legal o vídeo, principalmente a parte em que são filmadas as boias afundando, como o amigo disse acima, pescador fica doido só de ver.
    Abraços e parabéns.

  10. Leandro disse:

    Klebão parabéns sensacional a pescaria de vcs grandes tamba, frequento o arujá ja faz uns 02 anos e realmente o pesqueiro é show so pesco de final de semana e sai muito peixe,grande Zé paulo parceirão de pesca,vamos marcar uma no arujá toda galera ´ze abraços aos loucos por pesca como eu,kkk

  11. Leandro disse:

    Esse Luan não sabe o que fala,ja reclamou no site da fishingtur agora ta reclamando do loucos,cara vc deve ser muito ruim de pescar,so reclama campeão,vc é o tipo do cara que vai pescar e não pega nada e fica reclamando!!!

  12. willian arroyo disse:

    HAAAA Luan vc é do tipo de cara que reclama de qualquer pesqueiro. man se não é pra acrescentar não venha criticar meu brother. os caras deixaram bem claro que o pesqueiro estava fechado podiam ter omitido, ai vem você criticar dessa forma se liga man vai pescar. vai comprar tralhas novas vc deve estar carecendo de umas pois até os equipamentos dos caras vc criticou seu invejoso..

    fora isso meus parabéns. Clebão gente boa demais.. vamos marcar uma pesca..abraço

  13. willian arroyo disse:

    e esse Zépa é feio pra caramba, o verdadeiro assustatamba..kkkk MARRECO..

  14. Tomate disse:

    Luan, como eles iriam fazer uma boa pescaria pra mostras aqui no site com o pesqueiro LOTADO, ainda mais que tavam gravando mais um programa!

  15. Ze Paulo (Zeppha) disse:

    eitaaaaaaaaaaa esse luan se deu mal kkkkkkkkk, foi mal nos comentarios e sofreu pancadaria kkkkkkkk, é luan p/ colocar o que voce pensa primeiro tem que ter um certo nohal de pesca, só porque voce vai mau nos pesqueiros que frequenta não precisa colocar defeito no trabalho dos caras, se voce não curte os sites informativos de pesca é só não acessar brother, eu fui somente 2 vezes no aruja lotado e bati tambas dia todo e c/ bagua, acho que o problema não são os caras do site mais sim voce que precisa se reciclar.
    valeu galera do loucos a cada dia que passa voces tão conquistando o espaço merecido.
    clebão woohooo boia descendo é adrena muleque………..

  16. Ze Paulo (Zeppha) disse:

    ops esqueci!!!! fala meu brother leandrão, somos amigos pacas e so pescamos uma vez, é impressionante como a pesca forma gdes amigos, um salve do emerson seu parça, e willian pinguim seu calça frouxa, meu patinho.

  17. willian arroyo disse:

    Segunda feira to lá seu calça arriada maior cagão de porta de pesqueiro..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  18. Renato disse:

    Amigos muito boa a matéria, mas achei um ponto negativo, entendam isso como uma critica construtiva…. Com o pesqueiro vazio não dá né!!!! Experimentem fazer uma matéria com o pesqueiro em pleno sabadão!!!! Assim perde a credibilidade.

    Abraços

  19. George Santos disse:

    Boa tarde galéra !! Clebão, show de bola essa matéria. E a idéia foi passada, o Arujá é bom e tem muito peixe !!!!! Realmente, pescar com o local fechado é melhor, inclusive para caprichar na qualidade da matéria. Já fui durante a semana e fui também no sábado com o lugar cheio. Saiu peixe o dia todo. Claro, sempre tem um ou outro que não pega nada e diz que o pesqueiro não presta. Mas isso é normal, quando o cara aprender á pescar, o pesqueiro passa a ser o melhor do mundo !!! rsrsrsrs.. Grande abraço á todos da equipe Loucos por Pesca.

Deixe um comentario