PESQUEIRO KOBAYASHI – 19/02/13

KOBAYASHI05

Após muito tempo sem frequentar este belo pesqueiro, os irmãos Fernando e Edgard resolveram arriscar uma pescaria para verificar algumas informações. O resultado foi excelente e muitos tambas de grande porte foram fisgados pelos pescadores que até debaixo de dilúvio e lama abraçaram os bichões!

 

 

 

Olá amigos do Loucos por Pesca!

Depois de muito estudar e colher informações, fomos conferir como estava o Pesqueiro Kobayashi, que recentemente passou por um sério problema com falta de oxigenação da água e perdeu muitos exemplares, em sua maioria Carpas e Cacharas. Através de amigos e fóruns, soubemos que os peixes estavam muito ativos, principalmente os Tambacus.

Nessa empreitada, estavam comigo (Fernando Paiva) meu irmão Edgard Paiva e o nosso amigo Gustavo Kina, que sempre que pode nos acompanha. Já fizemos boas pescarias anos atrás no Kobayashi e uma isca que sempre nos rendeu bons resultados foi o minhocoçu, então sabia que não poderia deixar de levá-lo.

Chegamos ao pesqueiro às 7 horas da manha e encontramos um grande número de pescadores, algo inesperado para uma terça-feira. Escolhemos nosso quiosque e começamos a montagem dos equipamentos. Devidos as dimensões do lago, utilizamos varas de 2,70m, carretilhas de perfil baixo abastecidas com linha 0,35 mono e torpedos.

Iniciamos apostando forte no minhocoçu e não precisei esperar muito tempo para garantir o primeiro peixe bom do dia. Depois de uma grande briga, com forte corridas e tomadas de linha, trago o bicho para os braços.


Pouco tempo depois, vejo minha bóia afundar novamente, começo a brigar com calma e quando vejo outro torpedo desce! Meu irmão corre e mete a fisgada e assim estávamos com um dublê engatado. Fomos brigando com cuidado para as linhas não se cruzarem e após meu peixe mostrar sinais de cansaço logo o tiramos da água.


O Edgard ainda continuava na batalha, os peixes no Kobayashi brigam demais, creio que devido ao lago de grandes dimensões. Passado um bom tempo de luta, o bichão começa a encostar, logo vi que era um belo Tambacu! Assim que ele pranchou, encestei no passaguá e estava garantido mais um pro Loucos!


Peixe muito bonito!


Esse era largo e bem redondo, parecia um “pneu”.


Bóias na água novamente!

O pesqueiro estava muito cheio e a todo momento saiam alguns exemplares de menor porte. Percebemos assim que o minhocoçu era mais seletivo, pois até ficávamos algum tempo sem ações mas não sofríamos ataque dos pequenos peixes.

De repente começou uma forte ventania, denunciando que em breve cairia muita chuva. Com a água bem mexida, vimos um torpedo sumir de uma vez só, o Edgard correu e fisgou com força! Dava-se inicio mais uma bela briga e depois de fortes tomadas de linha outro bom tamba veio para as lentes do Loucos.

A largura dos bichos nos impressionou durante toda a pescaria. Dá-lhe Loucos!



O Edgard ainda garantiu mais um exemplar menor antes do mundo desabar.

Apesar da chuva não desanimamos e vimos que apostar tudo no minhocoçu foi a melhor decisão que tomamos. Mesmo debaixo de muita água, garantimos mais alguns bons exemplares.

Para fechar a pescaria, “nada melhor” do que abraçar um bichão mesmo com muita lama!


O Pesqueiro Kobayashi mostrou que está recuperado dos sérios problemas que enfrentou e ainda pode render grandes pescarias aos que vierem se aventurar em suas águas. Gostaria de agradecer o Sr. Mário, sua esposa e filhas pela confiança em nosso trabalho e pelo sempre simpático atendimento.

Segue o mapa para quem deseja conhecer este reduto de grandes peixes.

Nosso amigo e leitor Tiago Ferreira foi com sua esposa no pesqueiro Kobayashi e garantiu grandes exemplares. Valeu Tiago!!!

Um abraço a todos e boas pescarias!

Imagens: Fernando Paiva e Edgard Paiva

Texto: Fernando Paiva

E-mail: fernando@loucosporpesca.com.br

Pesqueiro Kobayashi
Mogi das Cruzes–SP
Fone: (11) 4724-0489

AGRADECIMENTOS

Romano Pesca – www.romanopesca.com.br

King Fishing – www.roupasdepesca.com.br

Penn-Raiba Carretilhas – www.pennraibacarretilhas.blogspot.com.br

Massa Farofa do Carlão

Você pode deixar um comentário, ou fazer um trackback para o seu site.

15 Comentarios to “PESQUEIRO KOBAYASHI – 19/02/13”

  1. leonardo bruno canale disse:

    iae galera do loucos,blz?
    Que ótima pescaria vcs fizeram nesse belo pesqueiro. É uma pena que muitos
    peixes morreram, isso até faz com que o proprietário feche as portas em
    algumas situações. Minha pergunta é onde eu compro em sp a isca
    minhocuçu com preço legal por unidade???
    obrigado!!!

  2. Michael disse:

    E ae Boa pescaria em, viu como vcs iscam o Minhocoçu para pesca de TAMBAS?, cortam em pedaços? se sim de qts cm? vlw galera !

  3. Ze Paulo (Zeppha) disse:

    esse é o nosso quintal de casa, pena que com tanto potencial vemos em muita pescas inclusive as nossas ultimas, e que vamos lá quase todas as semanas temos que ver e conviver com pesca de espera, tantos tambas no lago que pena, e pensar que já passamos o dia todo batendo nos evas e a pouco tempo, realmente o koba é muito interessante um dia voce arrebenta os tambas e em outro voce é arrebentado por eles, mais eu particularmente não conheço outro pesqueiro por perto que seja tão piscoso.

  4. Fernando disse:

    Bom dia!

    òtima pescaria em!

    Qual foi o tamanho do chicote que usaram nas bóias e também, o tamanho dos anzóis, e como foi iscado o minhocuçu.

    Foi usado empate de aço para não cortar a linha?

    Abraços.

  5. Oney luiz Equipe Peganada. disse:

    Amigos
    > Vlw por nos informar,sob o pequeiro, e pelas fotos que os Tambacus continuam habitando o lago.

    > Parabéns pela matéria show, logo + estaremos pescado no Kobayashi tbm.

    > Ao LOUCO por PESCA e amigos leitores….Segue meu..

    > Gde Abçx.

  6. Fernando Paiva disse:

    E ai amigos do loucos, vou tentar responder todas as perguntas em apenas um comentário ok! Vamos lá: Nós compramos os minhocoçus na cidade de Santa Isabel, na casa de iscas Sao Pedro, pagamos 7 reais a unidade. Nessa pescaria usamos chicotes de monofilamento de 0.50mm, de mais ou menos 60cm, iscamos o minhocoçu em pedaços não mto grandes, no anzol wide gap 3/0 e com esse anzol garantimos todas as fisgadas.

    É isso pessoal, espero ter ajudado e qualquer coisa e só perguntar

    Abraço a todos!

  7. Anderson disse:

    Fernando e Edgard parabéns pela louca pescaria , gostaria de saber onde vcs estão encontrando minhocuçu !!!!!!

    Aguardo resposta !!!!!!

    Sem mais Anderson

  8. Tiago Ferreira disse:

    É ISSO AI GALERINHA DA PESCA….PESSOAL DO LOUCOS COMO SEMPRE ARREBENTANDO…FIQUEI SUPER FELIZ DE SABER Q AS DICAS FORAM MUITO BEM ACEITAS POR VCS…E COMO O ZÉ PAULO (marreco).. disse: O KOBAYASHI É NOSSO QUINTAL E É UM LUGAR ONDE SEMPRE TEM VARIOS CABOS DE GUERRA…SHOW DE MATÉRIA E MUITO OBRIGADO POR COLOCAR AS NOSSAS FOTOS TMBM….E VAMO TRABAIÁ….

  9. Vistor disse:

    Que show de matéria !!!
    Pesco há muito tempo no koba e sempre me impressiono com a força dos peixes.

    Valeu Loucos, grande abraço a todos !!!

  10. Fernando Ferreira disse:

    Que maravilha pessoal do Loucos por pesca eu também sou frequentador do Kobayashi é o melhor pesqueiro da região do alto tiete sempre quando posso estou no Koba valeu pela dicas fazia tempo que não via uma materia desta qualidade no pesqueiro e agora uma materia do Kobayashi po queria tanto esta lá este dia seria uma honra pescar ao lado dos meus amigos do Louco a qual eu acompanho todas materias via iternet todos os dias estou visitando a paginas do loucos todas a vezes que eu posso é claro.

  11. FERNANDO FERREIRA disse:

    O Edgar ou meu Xará vc sabe se na casa de isca São Pedro ele fazem entrega de tal minhoçus vcs tem o telefone de lá pra saber estes e outros detalhes .

  12. Haruo disse:

    Ola,bom dia!
    Vcs estavam pescando em que profundidade a isca?
    Gosto muito de pescar com evas e miçangas, não dão resultado? Ou racão na pinga. Aparentemente no meio do lago tem uma galhada e com isca de fundo costuma enrroscar, não é?

    Gostaria que me respondessem, pois pretendo ir lá pescar.

    Obrigado.

    Haruo

  13. Wendell disse:

    Boa tarde…gostaria de saber se o minhocuçu é iscado no anzol inteiro ou se é cortado em um determinado tamanho, qual o anzol e seu número e também o tamanho do chicote? Valeu galera..,

  14. Guilherme disse:

    Tem telefone?
    Tem chalé?
    Pode dormir?
    Pode dormir na barraca ?
    Como é ?
    Tem infraestrutura ?

  15. marcio santos disse:

    Gostaria de saber se o pequeiro ja esta funcionando normalmente, ja esta saindo pintados, dourardos e quanto e os valores da pesca atualmente

Deixe um comentario